A história do Zagłębie Lubin nos leva ao mês de agosto de 1945, quando a antiga cidade alemã de Luben tornou-se a Lubin polonesa.

Zaglebie Lubin_Time.jpg
O glorioso time do Zaglibie Lubin. Foto: sport.

Em um grupo de poloneses étnicos, que foram obrigados a deixar suas casas na antiga Polônia Oriental, haviam muitos apreciadores do futebol, incluindo jogadores e funcionários do Pogoń Lwów.

Alguns deles eram membros da Organização Juvenil Socialista da Associação de Universidades Operárias pré-1939.

No mês de agosto de 1945, eles fundaram o time de futebol OMTUR Lubin, que jogava suas partidas em um antigo campo alemão, que ficava na rua Kosciuszko.

Os jogos do OMTUR Lubin eram por demais populares, atraindo verdadeiras multidões de torcedores. Entre os adversários, havia o time da guarnição local do Exército Vermelho, que enfrentou os poloneses no outono do ano de 1945.

Em março de 1946, foi fundado o Sports Club Zawisza, que tinha como base o OMTUR Lubin (o nome é originário de um cavaleiro medieval conhecido por Zawisza Czarny).

Entre seus jogadores, haviam nomes populares como: Emil Czyzewski de Pogoń Lwów, Tadeusz Rela de Tarnovia Tarnow e Stanislaw Lesniewski, que jogou por pouco tempo no Dínamo de Kiev, e acabou se estabelecendo nos Territórios Recuperados.

Em abril de 1946, o Distrito Autônomo da Federação Polonesa de Futebol (PZPN) foi criado em Wroclaw. Os times recém-criados da Baixa Silésia polonesa foram divididos em quatro grupos.

O Zawisza Lubin ficou no Grupo IV, obtendo acesso para a recém-formada Classe A. No ano de 1947, o Zawisza conquistou a Copa da Baixa Silésia e, no mesmo ano, o time de Lubin jogou contra a equipe do Grupo de Forças do Norte, cuja sede ficava nas cercanias de Legnica.

A partida em que os poloneses venceram por 1 a 0 teve a presença do marechal Konstantin Rokossovsky.

Marechal_OK.jpg
O marechal polonês Konstantin Rokossovsky. Foto: reddit

No ano de 1949, o Zawisza Lubin mudou o nome para Gwardia e, em 1951, para Spojnia. Dois anos depois, em 1953, o time voltou a adotar seu nome original, Zawisza.

Em 1957, depósitos ricos de cobre foram descobertos na região de Lubin. Com a construção da mina de Lubin, o time conseguiu um patrocinador com muito dinheiro para investir.

Já em 1960, novamente, o time mudou de nome, dessa vez para Gornik, e novos departamentos foram criados, com diversas modalidades esportivas: vôlei, basquete, atletismo, hóquei, tênis de mesa, e muitos outros.

Por fim, em 1966, o Inter-Enterprise Sports Club (MKS) Zagłębie Lubin foi fundado. A nova organização era muito poderosa, tendo dez departamentos. Seu time de futebol conseguiu acesso para a terceira divisão, mas os dirigentes do Zagłębie ansiavam por mais.

No ano de 1974, Alojzy Sitko ocupou o cargo de dirigente. O Zagłębie foi uma sensação quando disputou a Copa da Polônia de 1975-1976, vencendo o Ruch Chorzów e, depois, sendo derrotado pelo Górnik Zabrze.

Em 1975, o Zagłębie conseguiu acesso para a segunda divisão, mas acabou sendo rebaixado já no ano seguinte.

Três anos depois, em 1978, conseguiu, de novo, ser promovido, no entanto, foi rebaixado depois de um ano.

Esse time foi considerado uma verdadeira sensação na Copa da Polônia de 1978-1979, vencendo o GKS Katowice, Legia Warszawa e o Górnik Zabrze, conseguindo chegar até a semifinal, mas foi derrotado por 3 a 0 pelo Wisła Kraków.

No ano de 1982, sendo comandado pelo treinador Stanislaw Swierk, o Zagłębie mais uma vez subiu para a segunda divisão.

Em 1985, por fim, chegou à Liga Superior. Tendo um novo treinador, Eugeniusz Rozanski, e um novo estádio, o Zagłębie, na época, era uma das organizações esportivas mais poderosas da Polônia.

No dia 27 de julho de 1985, o Zagłębie jogou sua primeira partida, em casa, pela Liga Superior, derrotando o GKS Katowice por 1 a 0, depois de um gol de Eugeniusz Ptak.

Na temporada 1985-1986, o Zagłębie ficou em 12º lugar; em 1986-1987, em 8º lugar, e em 1987-1988, ficou na 11ª colocação. A fim de não ser novamente rebaixado, o time de Lubin foi obrigado a participar dos playoffs, nos quais foi derrotado pelo Górnik Wałbrzych.

Depois de passar um ano na segunda divisão, o Zagłębie voltou a disputar a Liga Superior, em junho de 1989.

Sob a direção de Stanislaw Swierk, o Zagliebe conseguiu faturar o vice-campeonato polonês, isso em junho de 1990, conquistando, assim, uma vaga na Copa da Uefa de 1990-1991.

Na primeira rodada, o Zagłębie jogou contra o time italiano Bologna, mas acabou perdendo as duas partidas.

No mês de junho de 1991, sob a administração de Marian Putyra, o Zagłębie venceu o campeonato polonês, e conseguiu uma vaga na Copa da Europa de 1991-1992, em que enfrentou o Brøndby Copenhagen. O campeão polonês foi derrotado por 3 a 0 no primeiro jogo e venceu por 2 a 1, em casa, mas acabou sendo eliminado.

Entre os grandes craques do Zagłębie, na época, havia nomes consagrados, como Romuald Kujawa e Adam Zejer, ambos artilheiros da Liga Superior nos anos de 1990 e 1991.

Romuald.jpeg
O ex-jogador, grande craque, Romuald Kujawa, nos dias atuais. Foto: zaglebie

Em 1995, o Zagłębie foi o 4º time da Polônia, conseguindo conquistar uma vaga na Copa da Uefa de 1995-1996, a ser derrotado para a potência europeia, o Milan, que tinha no elenco Roberto Baggio, Paolo Maldini, Alessandro Costacurta, Roberto Donadoni, Marcel Desailly, Zvonimir Boban, e o dirigente Fabio Capello.

No mês de junho de 2003, depois de 13 anos, o Zagłębie terminou sendo rebaixado da Liga Superior. Antes de isso acontecer, o Zagłębie disputou 20 partidas na Copa Intertoto, obtendo 7 vitórias, 5 empates e 8 derrotas.

Além disso, em 2001, foi o quinto time polonês também conseguindo chegar à semifinal da Copa da Polônia.

Depois de um ano, o Zagłębie conseguiu subir outra vez para a Liga Superior. Isso foi em junho de 2004. E, na primavera de 2005, voltou a disputar a final da Copa da Polônia, mas foi derrotado por 2 a 0 pelo Dyskobolia Grodzisk Wielkopolski.

Na temporada 2005-2006, sendo comandado pelo técnico Franciszek Smuda, o Zagłębie, com seu artilheiro Michal Chalbinski, acabou ficando na terceira colocação no campeonato, conseguindo uma vaga nas copas europeias.

Franciszek Smuda.jpg
O técnico Franciszek Smuda, que comandou o Zaglibie Smuda na temporada 2005-2006 do campeonato polonês. Foto: commons

O time, mais uma vez, chegou à final da Copa da Polônia, sendo derrotado pelo Wisła Płock nos dois jogos.

Na Taça Uefa, o Zagłębie foi eliminado pelo Dinamo Minsk, após empatar os dois jogos.

Querido leitor, gostou deste artigo? Bacana, né? Comente aí embaixo, OK? Sua opinião é de grande importância para nós.

Compartilhe esse conteudo