A data oficial da fundação do XV de Piracicaba é 15 de novembro. Porém, no dia 11 de outubro de 1913 foi anunciada a sua inauguração pela Gazeta e o Jornal de Piracicaba.

O time surgiu da junção de dois times da cidade, o Vergueirense e o 12 de Outubro.

Na época, a cidade de Piracicaba tinha cerca de 40 mil habitantes e a economia tinha como base a produção de café, açúcar e aguardente. E a aceitação do futebol pela população foi imediata, inclusive pelas famílias tradicionais da cidade.

No primeiro ano aconteceram dois jogos, nos quais o XV foi derrotado pelos adversários, o time foi vencido em ambos os jogos por 2 a 0. Porém, conquistou a sua primeira vitória em 18 de outubro de 1914.

O jogo foi contra o Associação Piracicabana de Esportes Atléticos, time esse que vencia sempre os adversários, por isso, essa conquista foi muito festejada.

Daí então, em 20 de março de 1918, o time se filiou à APEA (Associação Paulista de Esportes Atléticos). Com isso, passou a enfrentar os times da capital e a participar dos campeonatos do interior.

Curiosidades sobre o XV

O primeiro presidente do time foi Carlos Wingeter, cirurgião dentista, que fazia parte da Guarda Municipal. No momento do pedido para ser presidente, ele propôs uma condição para aceitar, que o time tivesse o nome de XV de Novembro, em homenagem à Proclamação da República.

Suas cores oficiais sempre foram preto e branco, mas em 1990, uma empresa área patrocinou o time, colocando listras vermelhas e azuis no uniforme, entretanto, durou pouco tempo.

Apesar de ser um time do interior, o XV de Piracicaba participou de jogos fora do país, na Bolívia, Suécia, Polônia, União Soviética e nas Alemanhas Ocidental e Oriental, que era dividida na época. Além disso, foi o primeiro time do interior a chegar à primeira divisão em 1948.

Delegação do XV de Piracicaba chega a ex-União Soviética para série de jogos - Foto: Acervo Rocha Netto - CCMW/IEP
Delegação do XV de Piracicaba chega a ex-União Soviética para série de jogos - Foto: Acervo Rocha Netto - CCMW/IEP

Seu mascote é um caipira de bota, chapéu de palha e guarda-chuva que se cham Nhô Quim, criado pelo desenhista piracicabano Edson Rontani em 1949, que mais tarde foi adaptado pelo cartunista paulistano Nino Borges.

Nos anos de 52 e 58, o XV conquistou suas melhores posições na Primeira Divisão, ficando em quinto lugar, ficando atrás somente do São Paulo, Palmeiras. Corinthians e Santos. Sendo rebaixado em 1965 para a Segunda Divisão Estadual, porém, em 1967, teve acesso novamente à Primeira Divisão.

Ainda nessa Divisão, em 1976, conquistou a vice-liderança contra o Palmeiras. Isso resultou na sua participação no Campeonato Brasileiro em 1977, no qual chegaram a fase final da competição.

Títulos Conquistados em mais de 100 anos de história

Jogadores do XV dando a volta olímpica com o troféu da Copa Paulista de 2016 / Foto: Alexandre Battibugli / FPF
Jogadores do XV dando a volta olímpica com o troféu da Copa Paulista de 2016 / Foto: Alexandre Battibugli / FPF

Foram diversas vitórias desde o surgimento em 1913, desde a primeira conquista em 1914, ocorreram outras que fizeram a torcida vibrar de alegria, confira os campeonatos que o XV levantou a taça:

  • Piracicabano: 1914, 1920, 1922, 1930, 1931, 1933, 1934, 1937, 1940, 1944, 1945, 1946;
  • Regional: 1920, 1922, 1930, 1931, 1933, 1934, 1937, 1942, 1946;
  • Torneio Relâmpago da Cidade: 1931;
  • Campeonato Profissional do Interior: 1942, 1947, 1948;
  • Torneio Início da Federação Paulista de Futebol: 1949;
  • Campeonato Paulista Série A2: 1967;
  • Taça dos Invictos no Campeonato Paulista Série A2 com 25 jogos: 1967;
  • Torneio Brasil Central: 1969;
  • Torneio José Ermírio de Moraes Filho: 1975;
  • Vice-Campeão Campeonato Paulista Série A1: 1976;
  • Paulista Série A2: 1983;
  • Torneio Ray-O-Vac: 1984;
  • Troféu Ricardo Teixeira: 1990;
  • Brasileiro Série C: 1995;
  • Vice-Campeão Copa Paulista de Futebol: 2008;
  • Campeonato Paulista Série A2: 2011;
  • Copa Paulista: 2016;
  • Vice-Campeão da Copa Paulista de Futebol 2019.

Centenário do XV de Piracicaba

Em 15 de novembro de 2013, comemorou-se os 100 anos de um dos times mais tradicionais de São Paulo. O clube não poderia deixar de comemorar esta data tão importante na sua cidade, Piracicaba.

Foram feitos inúmeros eventos, dentre eles, uma homenagem pelo deputado estadual Roberto Morais na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo. Houve também o lançamento da biografia do primeiro presidente, o capitão Carlos Wingeter.

Igualmente, o lançamento do livro do centenário do clube. No dia 15 de novembro, exatamente às 15h, foi exibido o documentário feito por alunos do 8º semestre do curso de jornalismo da UNIMEP (Universidade Metodista de Piracicaba).

Para a realização do documentário foram entrevistados torcedores, ex-jogadores e diretores quinzistas, além de realizarem pesquisas no museu Martha Watts, que fica na sede do clube.

O documentário relata a história desde a fundação do XV, apresentando a emoção dos jogos e personagens mais marcantes ao longo da trajetória do time. Acima de tudo, ele retrata como é a paixão pela população de Piracicaba pelo clube.

Situação atual do time e nos últimos tempos

Elenco se reúne antes da partida na Copa Paulista - Foto: Elcio Fabretti
Elenco se reúne antes da partida na Copa Paulista - Foto: Elcio Fabretti 

O XV de Piracicaba tem chegado nas semifinais desde 2018, onde foi eliminado pelo Guarani. Em 2019, quando foi vice-campeão da Copa Paulista de Futebol, foi novamente eliminado, desta vez pelos pênaltis do clube Internacional de Limeira.

Já em 2020, disputou a Copa do Brasil, onde foi eliminado pelo Juventude na segunda fase. No mesmo ano, participou pela terceira vez na série A2 do Campeonato Paulista, e chegou às semifinais, assim como nos anos anteriores em que competiu, porém, perdeu para o São Caetano. Na Copa Paulista, ele também chegou às semifinais, onde foi eliminado pelo Marília.

Na Copa Paulista de 2021, chegou às quartas de final, eliminado pelo São Caetano. Para o desespero dos torcedores do alvinegro, ao participar novamente da série A2, dessa vez, não chegou às semifinais e sim, às quartas de final e teve a infelicidade de ser eliminado pelo Oeste.

A equipe já começou a montar o elenco que entrará em campo pela série A2 do Campeonato Paulista em 2022, o XV de Piracicaba almeja sair dessa onda de azar de só chegar às semifinais e não erguer a taça.

Qual o seu palpite para o time no ano que vem? Deixe nos comentários e não fique de fora das novidades do mundo do futebol aqui na Bets.







Compartilhe esse conteudo