Atlético Mineiro poderia ter feito um placar histórico no Mineirão, mas parou na muralha adversária, o goleiro Renan

→ Tags: Caldense, Atlético Mineiro, Mineiro

Em mais uma tarde feliz no Mineirão, o Galo passou o trator em cima da Caldense e garantiu a classificação para a final do Campeonato Estadual. Os 3 a 0 na Veterana foram até pouco, diante do volume de chances ofensivas. No fim, o grande destaque foi o goleiro Renan Rinaldi, que evitou uma goleada ainda maior.

Agora, a finalíssima será decidida em jogo único. O Superclássico deve dividir a torcida meio a meio no sábado, dia 2 de abril. Caso Galo e Raposa empatem, o campeão sairá após cobrança de penalidades máximas.

Feliz da vida em Belo Horizonte, El Turco só tem motivos para sorrir no comando do Galo

Esta será a décima sexta final consecutiva do Galo no Mineiro. O time de El Turco Mohamed quer o tricampeonato (a última vez foi em 1980; na ocasião, manteve a sequência de títulos até garantir o hexa).

Como prêmio de consolação, a Caldense vai jogar contra o Athletic Club pelo troféu de Campeão do Interior mineiro. Contudo, decidirá fora de casa: o primeiro jogo será em Poços de Caldas e o segundo em São João del Rei.

Como foi a partida

Embora sem quase um time inteiro, por conta de desfalques, o Atlético Mineiro fez valer o seu poderio ofensivo e massacrou a Caldense no jogo de volta da semifinal do Mineiro. O Galo fez o que quis, como se não houvesse vencido o jogo de ida por 2 a 0 e precisasse do resultado para avançar à final. Assim, Sasha fez o primeiro e depois Keno fez o segundo.

Não havia modo de a Veterana parar o poderoso ataque reserva do Galo. Hulk estava na arquibancada, suspenso, e aproveitou para dar carinho aos torcedores. Ele se tornou o maior artilheiro do novo Mineirão, superando o uruguaio Giorgio de Arrascaeta no meio de semana.

Hulk foi homenageado pela artilharia no Gigante da Pampulha

Na segunda etapa, Ademir recebeu um belo lançamento de Rubens e chutou cruzado para vencer Renan. O lateral-esquerdo da base do Galo vem tendo oportunidades por conta dos jogadores convocados e lesionados - ele aproveitou bem as chances para demonstrar seu futebol, provando que pode ser usado em muitos momentos na massacrante temporada que vem pela frente. Vale lembrar que ele é meia de origem e jogou improvisado nas últimas partidas.

Além deles, outro destaque foi Zaracho, o motorzinho do time de El Turco. Em todos os lados do campo, o camisa 26 será uma peça imprescindível neste ano, em qualquer posição em que for escalado.

Já pelo lado da Caldense, o destaque foi mesmo o goleiro Renan Rinaldi. Ele trabalhou como nunca, defendendo muitas e muitas bolas. Se não fosse ele, era capaz de a Veterana ter sofrido um grande vexame no Mineirão.

O resultado consolidou também o bom trabalho defensivo do Galo no torneio. São apenas 5 gols sofridos

Fala, El Turco

O treinador argentino do Galo pediu um presente de aniversário especial para o próximo fim de semana. Ele fará 52 anos justamente no dia da decisão: “Quando nos encontrarmos aqui, que seja da melhor maneira, com o sorriso no rosto. É meu aniversário. Eu não me lembrei, justo no meu aniversário”.

El Turco Mohamed também fez um apelo para os torcedores tanto do Galo quanto da Raposa: “Que seja uma semana de paz na cidade, que seja uma festa esportiva e que ganhe o melhor. Estava escrito que teríamos uma final contra o Cruzeiro. Sei que há muita família e que a rivalidade seja em somente 90 minutos”.









Compartilhe esse conteudo