A competição é um dos maiores eventos do futebol local e contou com a participação de grandes jogadores recentemente.

Um dos grandes torneios do gigante país asiático, a Supercopa da Índia é disputada no atual formato desde 2018. A competição local, conta com 20 times, que levam a competição como uma das maiores do cenário nacional.

Suspensa entre os anos de 2020 e 2022, o torneio tem a data de retorno programado para 2023, dependendo da liberação do governo local. Sendo assim, no novo formato da competição, apenas duas edições foram realizadas, nos anos de 2018 e 2019.

O Bengaluru foi o campeão na primeira edição, vencendo o East Bengal por 4 a 1, na final do torneio indiano. Já em 2019, o Goa foi o vencedor do torneio nacional, batendo o Chennaiyin na decisão por 2 a 1.

O Goa, por sinal, é uma das maiores equipes do cenário do futebol local, e já contou com grandes jogadores brasileiros ao longo de sua história. E entre eles, ídolos recentes de alguns clubes do Brasil.

André Santos teve passagens por Corinthians e Flamengo antes de ir para a Índia

Um dos grandes laterais esquerdos recentes do futebol brasileiro, que figurou em convocações da Seleção Brasileira, André Santos fez história no Corinthians entre nos anos de 2008 e 2009. O jogador foi um dos destaques do Timão nesse século.

Na sequência, a transferência para Fenerbahçe (Turquia) e Arsenal (Inglaterra), colocaram o jogador como um dos favoritos a assumir a titularidade da lateral esquerda da Seleção Brasileira para a Copa do Mundo do Brasil de 2014.

Jogador de futebol americano segurando bola

Descrição gerada automaticamente
André Santos comemora gol pela equipe da Índia. Foto: Coluna do Fla

Mesmo não se confirmando todo o potencial esperado para o jogador, ele ainda conseguiu ser ídolo do Flamengo, durante dois anos incríveis em que o lateral marcou seu nome na história do clube, com o título da Copa do Brasil de 2013.

Em 2014, após receber a proposta do FC Goa, André desembarcou na Índia, e deu sequência na carreira, até o ano de 2018, quando pendurou as chuteiras oficialmente.

Roberto Carlos foi jogador e técnico do Delhi Dynamos

Um dos maiores jogadores de futebol do Brasil da história, Roberto Carlos chega ao time indiano no ano de 2015. O convite do clube para que fosse jogador e treinador do clube, tirou o jogador da aposentadoria, já que o atleta havia largado as chuteiras, em 2012.

Com o início de carreira no União São João, equipe do interior de São Paulo, no ano de 1991, o jogador teve destaque internacional jogando por 11 anos no Real Madrid (Espanha). No gigante clube espanhol, o lateral fez história.

Jogador de futebol americano

Descrição gerada automaticamente
Roberto Carlos como técnico na Índia. Foto: News18

Considerado por muitos como o maior lateral-esquerdo da história do Brasil, Roberto Carlos é um dos brasileiros com mais jogos com a camisa do Real Madrid, e da Seleção Brasileira. O jogador fez parte da campanha do pentacampeonato conquistado pelo Brasil em 2002.

O meia Elano foi outro destaque recente que passou pelo time do Chennayin

Um dos melhores jogadores do Brasil na campanha rumo à Copa do Mundo de 2010 disputada na África do Sul, o ex-jogador do Santos, Elano, também teve uma passagem marcante pelo Chennayin, entre os anos de 2014 e 2015.

O jogador que foi revelado para o cenário nacional no time do Santos campeão brasileiro em 2002, teve constantes convocações para a Seleção Brasileira com o técnico Dunga no comando da Amarelinha, entre os anos de 2006 e 2010.

Jogador de futebol americano

Descrição gerada automaticamente
Elano durante partida da equipe do FC Goa. Foto: Goal

Elano teve destaque no Santos, e rapidamente foi vendido para o Shakhtar Donetsk (Ucrânia), onde brilho na Europa. De lá, o jogador foi vendido ao Manchester City (Inglaterra) e fez parte do início do projeto que transformou o clube inglês em uma potência mundial nos dias de hoje.

Na sequência, o jogador teve uma passagem boa pelo Galatasaray (Turquia), até retornar ao Brasil para jogar por Grêmio e Flamengo, até a venda para o Chennayin. Na equipe indiana, o jogador teve, nos anos de 2014 e 2015, 39 jogos disputados e 20 gols marcados pela equipe.

Pelo lado do Chennayin, dois italianos campeões mundiais, marcaram a história do clube

Nesta e Materazzi. Dois zagueiros que fizeram parte do grupo italiano campeão do mundo na Copa de 2006, disputaram alguns jogos em solo indiano pelo clube do Chennayin, no ano de 2015.

Alessandro Nesta é um dos grandes defensores da história do Milan. Já Materazzi, marcou seu nome na história da rival do Milan, a Internazionale. Ambos os jogadores tinham presenças frequentes na Seleção Italiana, e ajudaram o país a vencer a Copa do Mundo de 2006.

O zagueiro do Milan foi titular ao lado de Fabio Cannavaro e um dos grandes destaques da Itália naquela Copa. Já Materazzi, fez o gol na grande decisão, e ajudou o time italiano à levar o jogo para as penalidades máximas, disputa vencida pela Itália.

Jogador de futebol no campo

Descrição gerada automaticamente
Nesta foi um dos grandes zagueiros italianos dos últimos anos e jogou os últimos anos na carreira na Índia. Foto: Goal

Antes de chegar à Inter, Materazzi rodou por alguns clubes europeus, até que, em 2001, é anunciado como novo reforço do time de Milão. Lá, o jogador permaneceu por 10 temporadas, e é um dos grandes zagueiros da história recente do clube.

Já Nesta, teve o início de carreira na Lazio (Itália), e depois se transferiu para o Milan em 2002. No time de Milão, Nesta conquista a titularidade rapidamente, e faz uma das maiores duplas de zaga da história, com o capitão e um dos maiores jogadores da história do time Rossoneri, Paolo Maldini.

Quer ficar ligado em tudo o que rola no futebol indiano? Aqui no Bets, você não perde nenhum lance e vive antenado sobre tudo o que acontece no mundo da bola!

Compartilhe esse conteudo