A Seleção Gibraltina de Futebol é a seleção de Gibraltar, um território que é localizado na Península Ibérica.

O time é bem antigo, criado em 1923, mas sua estreia ocorreu 60 anos depois, em 1993. Essa partida ocorreu contra a seleção de Jersey, no qual o Gibraltar perdeu 2x1.

A grande vitória dos Giblets, como é conhecido o time Gibraltar, ocorreu dez anos depois de sua primeira partida de futebol, o placar final marcou 19 x 0 contra a Seleção de Sark da Groenlândia.

Sua maior perda nas partidas de futebol ocorreu contra a Bélgica, de 9x0, e esse jogo ocorreu durante as eliminatórias da copa do mundo de 2018. Neste ano, o ganhador da copa do mundo foi a Seleção Francesa de Futebol.

Brasão do time. Grátis png. 

Rejeições

Ocorreram muitas rejeições do Gibraltar pela Espanha, pela FIFA e pela UEFA, que não queriam que o Gibraltar se filiasse a eles, mas em 2006 a Corte Arbitral do Esporte obrigou que os órgãos aceitassem o território e o time.

A UEFA até chegou a aceitar provisoriamente o Gibraltar, mas a Associação de Futebol do Gibraltar, não tinha os requisitos mínimos estatutários para ser aceito, e seu pedido de filiação foi, por fim, negado, o Gibraltar então disputou apenas amistosos.

Já em 2006, ocorreu um convite por parte da FIFI Wild Cup, que foi uma copa alternativa a copa do mundo da FIFA.

A FIFI era a Federação Internacional de Futebol Independente, e possui os países que não eram reconhecidos pela FIFA, ou seja, que não participavam da copa do mundo da FIFA e nesse evento o Gibraltar ficou na terceira colocação.

Em 2012, a UEFA novamente decidiu admitir o Gibraltar como um membro provisório, mas o governo da Espanha seguiu se opondo a essa filiação, visto que, a Espanha negava que o território fosse independente.

Às primeiras partidas oficiais

Poucos meses após ser aceito o Gibraltar realizou sua primeira partida, que ocorreu em Portugal e foi contra a seleção da Eslováquia, mas esse jogo acabou empatado 0x0. No ano seguinte foi que o time do Gibraltar conquistou sua primeira vitória contra o time de Malta, por 1x0.

Nas estreias em torneios oficiais, para ser qualificado na Eurocopa, o Gibraltar começou em 2016, contra a Polônia, jogo no qual perdeu de 7x0. Um detalhe curioso, o centroavante Polonês Robert Lewandowski é um dos maiores carrascos de Gibraltar, tendo marcado 6 gols e dado 3 assistências, tudo em apenas 2 jogos.

Às primeiras vitórias

Desde que o time do Gibraltar entrou para a FIFA, não havia conquistado nenhuma vitória, até a data de 28 de março de 2018, onde a seleção conquistou a sua primeira vitória, contra a seleção da Letônia, com um gol marcado por Liam Walker aos 88 minutos de partida.

No mesmo ano, a seleção de Gibraltar conquistou sua primeira vitória em um campeonato organizado pela UEFA, em duelo contra a seleção da Armênia, válido pela Nations League.

A vitória aconteceu devido a uma penalidade convertida pelo lateral Joseph Luis Chipolina, aos 4 minutos do segundo tempo. Com o feito, apenas a seleção de San Marino ainda não possui uma vitória conquistada em campeonatos oficiais.

Contudo, nesta mesma partida, ocorreu um fato que deixou a Federação de Futebol de Gibraltar descontente: o hino executado no estádio antes de iniciar a partida foi o de Liechtenstein e não o de Gibraltar.

Esse fato levou a Federação a utilizar sua conta no Twitter escrevendo “muito desapontada” em inglês, pelo ocorrido.

O Chefe da delegação do país acabou recebendo pedido de desculpa formal pela “gafe” cometida, bem como um anúncio no estádio de Yerevan, lamentando o desentendimento.

Ranking da FIFA

A Seleção de Gibraltar atualmente ocupa a 203ª colocação no ranking da FIFA, com 853.6 pontos. Para se ter uma base, a primeira seleção do ranking é a Bélgica, com 1828.45 pontos, seguida da seleção brasileira, com 1823.42 pontos.

A última colocada é a seleção de San Marino, com 780.33 pontos, ocupando a 210ª colocação. A melhor posição da seleção de Gibraltar foi a 190ª colocação no ano de 2018, bem como sua pior colocação foi em 2016, ocupando a 206ª colocação.

Estádio

A seleção de Gibraltar manda seus jogos no Victoria Stadium, situado entre o aeroporto e uma famosa formação rochosa, que abriga mais de 200 espécies de macacos.

Por ser o único estádio no País, todos os jogos, tanto nacionais quanto internacionais, são realizados no Victoria Stadium, que possui a capacidade de receber 2.000 torcedores, possuindo gramado artificial.

Victoria Stadium, com vista para a pista do aeroporto. Twitter. 

Falta de Jogadores

Alguns fatores podem ser destacados para a seleção de Gibraltar não ser tão conhecida mundialmente, como a falta de uma liga forte de futebol, a presença de suas equipes nacionais em campeonatos como a Europa League ou a Champions League, bem como sua seleção nunca ter disputado uma Copa do Mundo.

Contudo, esses fatores também podem estar relacionados com a escassez de jogadores profissionais. Atualmente, existem aproximadamente 3000 jogadores licenciados, masculinos e femininos, contudo grande parte não exerce a prática do Futebol como atividade principal.

Temos o Chipolina, Capitão da Seleção, possui um emprego fora das 4 linhas: Administrador Alfandegário, em tempo integral, algo que fica visível em jogos contra seleções da envergadura de França, Itália, Portugal, entre outras.

Outra curiosidade é que todas as equipes do campeonato local atravessam a fronteira com a Espanha para realizarem seus treinos, muitas dessas após expedientes de seus jogadores.

Victoria Stadium, com vistas para a formação rochosa. Gazeta do Povo. 

Atualmente, a seleção é treinada pelo técnico uruguaio Julio César Ribas, ex-jogador meio campista, com passagens por equipes tradicionais do Uruguai, como Nacional, Defensor Sporting e River Plate.

Como treinador, também teve passagens por equipes como Penarol, Seleção de Omã, entre outras.

Seleção Gibraltar. Wikipédia. 

Jogadores atuais

Dentre os jogadores atuais temos:

Goleiros:

Matt Cafer

Dayle Coleing

Defesa:

Jean-Carlos Garcia

Jack Sergeant

Ethan Jolley

Louie Annesley

Jayce Olivero

Roy Chipolina (capitão do time)

Erin Barnett

Aymen Mouelhi

Ethan Britto

Meio Campo:

Leo Maia

Anthony Bardon

Victor Coimbra

Alain Pons

Álvaro Guerreiro

Anthony Hernandez

Atacantes:

Luiz Filipe dos Reis

João Favalli

Tjay De Barr

Jamie Coombes

Adam Priestley






Compartilhe esse conteudo