Ao longo da história, grandes jogadores já passaram pelo Campeonato Colombiano

Disputado no formato de Apertura e Finalización, o Campeonato Colombiano é uma das maiores competições do futebol local. Desde 2002, a disputa local vem passando por adaptações, e tem no time do Atlético Nacional, o maior vencedor do torneio.

Ao todo, são 16 títulos para o time da cidade de Medellín, nos anos de 1954, 1973, 1976, 1981, 1991, 1994, 1999, 2005 (Apertura), 2007 (Apertura), 2007 (Finalización), 2011 (Apertura), 2013 (Apertura), 2013 (Finalización), 2014 (Apertura), 2015 (Finalización) e 2017 (Apertura).

Na sequência, Millionarios e América de Cali, com 15 conquistas e o Deportivo Cali, dono de 10 títulos do torneio nacional, fecham as primeiras colocações do ranking dos maiores vencedores da competição.

Gato olhando pela janela

Descrição gerada automaticamente com confiança baixa
Troféu do Apertura Colômbia. Foto: Troféus do Futebol

Com esse modelo de disputa, é normal que tenham dois campeões nacionais diferentes a cada ano, sendo um time, o campeão do Apertura e o outro do Finalización. Além disso, é um formato adotado pelos países sul-americanos ao longo dos últimos anos.

Na história do futebol da Colômbia, alguns jogadores participaram do torneio nacional, além dos craques colombianos. Entre eles, dois destaques de países sul-americanos, foram os grandes nomes de clubes como o Millonarios e o Junior Barranquilla, enquanto estiveram nas equipes.

Pelo lado dos Millonarios, Alfredo Di Stefano teve passagem marcante pelo clube

O histórico jogador argentino, comparado a Messi e Maradona, teve seu início de carreira no River Plate. Logo no começo de sua trajetória, o ídolo do clube de Buenos Aires, mostrava-se um atleta diferenciado entre os demais.

Além de maior atleta do país na época em que jogou, Di Stefano colecionou passagens marcadas por títulos por onde esteve. Entre os clubes que jogou, o Millonarios da Colômbia.

A passagem no clube foi marcada pelas conquistas do Campeonato Colombiano de 1949, 1951 e 1952. O jogador deixou seu nome cravado na história do futebol local. Dono de uma precisão incrível, Di Stefano teve em 102 jogos pelo Millonarios, 90 gols.

Homem pulando na grama

Descrição gerada automaticamente com confiança média
Di Stefano em ação pelo Millonarios. Foto: Futbolete

Na sequência, o grande jogador argentino foi viver seu auge no Real Madrid (Espanha). Principal jogador do time que tinha grandes astros, como o atacante húngaro Ferenc Puskás, teve no pentacampeonato da UEFA Champions League, o auge de sua carreira.

Com as seguidas conquistas dos títulos europeus, Di Stéfano recebe duas premiações de bolas de ouro, sendo o melhor jogador do mundo nos anos de 1957 e 1959, e firma seu nome na história do clube espanhol como um dos maiores atletas a vestir a camisa do Real.

Outro destaque internacional, Garrincha já desfilou sua habilidade em solo colombiano

Um dos maiores gênios da história do futebol brasileiro, Garrincha foi o parceiro ideal de Pelé, nos primeiros anos do maior jogador de todos os tempos com a camisa da Seleção Brasileira. A dupla que junta, conquistou duas Copas do mundo, em 1958 e 1962, tinha uma sintonia forte dentro do campo.

Garrincha ficou marcado na história do futebol, e até hoje, é considerado um dos maiores jogadores do esporte de todos os tempos. “O Anjo das Pernas Tortas”, gostava de bagunçar com seus adversários.

Conhecido por seus dribles e a irreverência dentro de campo, o jogador teve seu auge no Botafogo. Garrincha também foi o grande destaque do Brasil dentro de campo, na Copa do Mundo de 1962.

Mão segurando bola de futebol

Descrição gerada automaticamente com confiança média
Garrincha em jogo do Junior Barranquilla. Foto: Mercado do Futebol

A competição que tinha tudo para que mostrasse o brilho da dupla que ele fazia com Pelé, não pode contar com o rei do futebol. Pelé se machuca na preparação para a Copa daquele ano, e não participa de nenhum jogo do time brasileiro.

Garrincha então, assume para si o protagonismo, e faz daquele mundial, o “seu Mundial”. Desequilibrando com dribles e jogadas geniais, Garrincha é escolhido como melhor jogador daquela edição da Copa, e firma de vez seu nome na história do futebol brasileiro.

Pelo futebol colombiano, Garrincha joga o campeonato nacional pelo Junior Barranquilla, após a saída do Fortaleza. Já na reta final da carreira, e enfrentando graves problemas por conta do alcoolismo que marcou o craque, o jogador não consegue desempenhar o grande futebol dos tempos do Botafogo.

Das conquistas recentes, o Atlético Nacional mostrou um dos times mais fortes de sua história

No começo comandados por Juan Carlos Osorio, o time colombiano mostrava uma equipe envolvente, que pressionava os adversários e dava gosto de assistir aos jogos. E a montagem do time, se inicia em 2014.

O ano em questão, marcou a conquista do Apertura pelo gigante que foi duas vezes campeão da Copa Libertadores da América. Dali em diante, o time colombiano retomaria o papel de um dos grandes protagonistas do futebol sul-americano.

Naquele mesmo ano, o vice-campeonato da Copa Sul-Americana, começava a mostrar para a América do Sul, o time que dois anos depois, venceria a sua segunda conquista da Taça Libertadores.

Com a saída de Osorio para o São Paulo em 2015, o escolhido para continuar o legado do treinador, foi Reinaldo Rueda. Com uma linha de trabalho parecida, o técnico conseguiu melhorar o nível da equipe nas disputas seguintes, e teve ótimo resultados.

Grupo de pessoas

Descrição gerada automaticamente com confiança média
Jogadores comemoram título da Libertadores em 2016. Foto: Veja

O time que tinha no goleiro Armani, nos meias Guerra e Torres, e os atacantes Berrío e Borja, como grandes destaques, se sagrou campeão da Libertadores em 2016, na grande decisão em cima do time equatoriano do Independiente Del Valle.

Da equipe colombiana, diversos jogadores foram vendidos, e o técnico Reinaldo Rueda, acabou desembarcando no Flamengo, dois anos depois. Na temporada atual, o Tolima é o líder do Torneo Apertura, e Atlético Nacional, Millonarios e Once Caldas, fecham o grupo dos quatro primeiros colocados da competição.

Quer ficar ligado em tudo o que rola no futebol colombiano? Aqui no Bets, você não perde nenhum lance!

Compartilhe esse conteudo