O Middle Tennessee Blue Raiders é uma equipe colegial desportiva que representa a Universidade do Estado de Tennessee Central, localizada na cidade de Murfreesboro.

É uma reconhecida e forte universidade no que diz respeito aos seus programas esportivos, sendo o basquete feminino um de seus programas mais fortes na NCAA Division 1.

Logo oficial da equipe feminina de basquete do Middle Tennessee Blue Raiders - Fonte: Reprodução/Twitter (https://twitter.com/mt_wbb)

Uma de suas maiores forças é sua torcida, tendo um bom número de vitórias no Murphy Center, ginásio dentro do campus universitário onde manda suas partidas, com capacidade máxima para 11.520 torcedores.

A equipe atualmente disputa a Conferência USA (C-USA) na 1ª divisão da liga organizada pela National Collegiate Athletic Association (NCAA), o maior torneio universitário dos Estados Unidos.

Sobretudo, a equipe de basquete feminino do Middle Tennessee Blue Raiders é uma das maiores campeãs de temporada regular nessa conferência que participa, demonstrando sua força.

Além das 20 temporadas regulares vencidas na C-USA, acumulam 17 títulos do torneio de pós-temporada da conferência e 19 aparições no torneio da NCAA que conta com as 64 melhores equipes da temporada.

Mesmo que não tenha vencido um título nacional ainda, a equipe de basquete feminino do Middle Tennessee Blue Raiders é sempre uma forte candidata a representar sua conferência na NCAA.

Outro fator de destaque dessa equipe é que acaba por revelar boas jogadoras, já tendo levado grandes nomes para o draft da WNBA.

Por fim, é importante ressaltar que o esporte universitário nos EUA recebe grandes investimentos e é disputado por times muito bem preparados, então ser uma equipe forte na 1ª divisão da NCAA demonstra o preparo da equipe.

Para você conhecer melhor a equipe feminina de basquete do Middle Tennessee Blue Raiders, preparamos esse texto com toda sua história, títulos e qual a situação atual da equipe para que você possa acompanhar nos próximos torneios da NCAA.

História e domínio do Middle Tennessee Blue Raiders na C-USA

Jogadoras do time. Go Blue Raiders. https://goblueraiders.com/sports/womens-basketball/roster/lasonja--edwards/7157‌ ‌

A equipe de basquete feminino do Middle Tennessee Blue Raiders começou a disputar jogos de forma independente no ano de 1975 e já acumulava um bom número de vitórias até o surgimento da NCAA em 1982.

Com sua entrada na organização esportiva, passou a disputar jogos dentro da Conferência Ohio Valley de 1982 até 2000.

Na temporada 1982-1983, já dominou a região sendo campeã da temporada regular e do torneio da conferência com uma campanha de 26 vitórias e 5 derrotas, sendo que não perdeu nenhuma partida contra equipes de sua conferência.

Com isso, também fizeram sua primeira aparição no torneio de pós-temporada da NCAA, que é considerado o campeonato nacional universitário.

Em 1984, 1985, 1986 e 1988, repetiram o feito de conquistar os dois títulos de conferência, ou seja, terminaram na 1ª posição na temporada regular e venceram o torneio de conferência.

O começo da década de 90 foi fraco para a equipe, que acabou trocando de treinador por algumas vezes, até que em 1995, 1996 e 1998 foi campeã da temporada regular. Além disso, em 98 também venceu o torneio da conferência.

Já nos anos 2000, a equipe passou a disputar a Conferência Sun Belt, onde ficou até 2013 quando trocou para a Conferência USA.

Na Sun Belt, foram 6 títulos de temporada regular (2004, 2007, 2009, 2010, 2011 e 2012) e 7 títulos do torneio de conferência (2004, 2005, 2006, 2007, 2008, 2009 e 2010).

Um ponto importante da história da equipe foi a entrada do atual treinador, Rick Insell, no ano de 2005. Ele ajudou a manter o trabalho de homogeneidade da equipe, conquistando vários títulos e aparições na NCAA.

Com a mudança da equipe para a C-USA, a equipe manteve as boas campanhas, conquistando a temporada regular por 3 vezes (2013, 2014 e 2021) e o torneio de conferência por 4 vezes (2013, 2014, 2016 e 2021).

Mesmo que de 2017 a 2020 não tenha conquistado títulos, a equipe fez campanhas vitoriosas e acabou terminando sempre no top 3 da temporada regular e chegando no mínimo às semifinais do torneio de conferência.

Até o fim de 2021, o Middle Tennessee Blue Raiders acumulava um recorde histórico de 943 vitórias e 436 derrotas em 46 temporadas, um percentual 68,3% de aproveitamento de seus jogos.

Na atual temporada, a equipe fez uma boa campanha, vencendo 23 jogos e perdendo apenas 7, terminando assim na 2ª posição da temporada regular na C-USA.

Já no torneio de conferência, foi eliminada nas semifinais pela equipe de Louisiana Tech por 80 a 72.

Com isso, a equipe acabou ficando de fora do torneio de pós-temporada da NCAA no ano de 2022, mas foi convidada a participar do WNIT, um campeonato nacional com as principais equipes que ficaram de fora da NCAA.

Jogo do time. Go Blue Raiders. https://goblueraiders.com/news/2021/11/15/womens-basketball-lady-raiders-improve-to-3-0-with-win-against-vanderbilt.aspx

Elenco e destaques

Sempre com boas campanhas, o Middle Tennessee Blue Raiders se destaca pelo seu programa de treinamento que não só prepara um forte coletivo, mas também destaques individuais.

Um exemplo foi Alysha Clark, ex-jogadora da equipe universitária que foi bicampeã da WNBA por duas equipes diferentes e também campeã das ligas polonesa e francesa de basquete.

Abaixo, você confere o elenco que disputou a temporada 2021-2022 pelo Blue Raiders e também quais foram os destaques individuais da equipe.

Foto de jogo do Middle Tennessee Blue Raiders - Go Blue Raiders. http://goblueraiders.com/images/2022/2/13/FF7_0022_71.JPG

Elenco 2021-2022

  • Kseniya Malashka
  • Courtney Whitson
  • Dor Saar
  • Jalynn Gregory
  • Alexis Whittington
  • Anastasiia Boldyreva
  • Courtney Blakely
  • Gracie Dodgen
  • Jada Grannum
  • Amanda Whittington
  • Anabel Latorre Ciria
  • Kseniia Kozlova
  • Skye Payne

Destaques da temporada

Esse elenco possui uma jogadora na liderança de cada atributo, porém, é importante destacar o desempenho de Courtney Whitson.

Ela foi líder da média de rebotes, com 7,5 por partida. Além disso, foi segunda na pontuação média com 12,7 pontos por jogo. Ainda manteve boas médias de assistência (2,2), roubos de bola (1,3) e turnovers (2,1).

Outro destaque individual foi Kseniya Malashka, líder da média de pontuação com 13 por partida.

Ela também manteve boas médias de rebotes (5,2), roubos de bola (1,5), turnovers (2,2) e bloqueios (1,5).

Por fim, é possível fazer uma menção honrosa a Dor Saar, Jalynn Gregory e Alexis Whittington, que foram importantes na composição da equipe inicial e na conquista de vitórias.

Compartilhe esse conteudo