Zagueiro canhoto do Inter pode se transferir para General Severiano ainda nesta semana.

O Botafogo está perto de anunciar um novo zagueiro, experiente e canhoto, para ajudar o Glorioso no início de sua nova caminhada, com John Textor à frente do clube e Luís Castro no comando técnico. O argentino Victor Cuesta pode ir parar em General Severiano.

Com 33 anos, ele se transferiu ao Beira Rio em 2017, na época em que o Internacional disputava a segunda divisão. Ao todo, ele soma 10 gols em 270 partidas com a camisa colorada.

Victor Cuesta teve seu nome especulado no São Paulo, mas as possibilidades de troca não empolgaram o tricolor; agora, o argentino deve ir para o Botafogo. (Créditos da imagem: https://mercadodofutebol.com/internacional/sao-paulo-pode-intensificar-o-interesse-em-victor-cuesta-apos-o-paulistao/

Mas o seu forte é a liderança, a garra e o fato de se lesionar pouco, mesmo com uma idade já avançada. Além disso, Victor Cuesta possui uma característica que agradou aos analistas de desempenho e à comissão técnica: é canhoto.

O desfecho da negociação gira em torno da forma final do acordo: o Inter quer receber uma compensação financeira, enquanto o Fogão gostaria apenas de arcar com os salários do argentino. Cuesta viria por empréstimo até o fim do ano, com valor de compra já acordado para a próxima temporada.

No último mês, o zagueiro viu o seu prestígio diminuir junto ao treinador do Internacional. Ele ficou de fora do Grenal, depois não viajou para a última partida da Sul-Americana, e teve seu nome envolvido até em uma possível negociação com o São Paulo.

O Colorado desejava ter o atacante Emiliano Rigoni, propondo uma troca, mas o tricolor não quis se desfazer do argentino e também não manifestou muito interesse em ter o zagueiro em seu elenco.

Lucas Fernandes já usa a camisa alvinegra…do Portimonense. (Créditos da imagem: Portimonense / Divulgação)

Por falar em São Paulo, o meia Igor Gomes segue cotado no Botafogo. O jogador, que foi muito criticado pela torcida no início do Paulistão por suas atuações burocráticas, subiu de produção na reta final do estadual, sendo considerado um “craque tático” por parte dos comentaristas especializados.

No entanto, com contrato até março do ano que vem e buscando novos ares, Igor Gomes vê com bons olhos uma transferência para o Fogão. O problema, neste caso, é conseguir convencer o São Paulo a liberar o jogador mediante um valor que não seja exorbitante.

Quando o Botafogo tentou contratar o meia Rodrigo Nestor, o São Paulo fez jogo duro e disse que só aceitaria conversar se o Fogão pagasse a multa. Os R$26 milhões não comoveram a diretoria tricolor, que exigiu no mínimo 15 milhões de euros (quase R$80 milhões na cotação atual).

Por fim, outro ex-são-paulino também segue no radar do clube de General Severiano. O meia Lucas Fernandes, formado em Cotia e atualmente no Portimonense, de Portugal, já tem tudo acertado com o Botafogo.

Todavia, o clube português ainda não deu nenhuma resposta sobre a negociação, que seria nos seguintes moldes: empréstimo até o meio do ano que vem, com valor fixado para compra posterior.

A intenção do Botafogo é trazer os jogadores antes do dia 12, quando se encerra a janela de transferências deste início de ano. Depois, só no meio da temporada.

Compartilhe esse conteudo