Embora tenha levado furado a impenetrável defesa palestrina, o Red Bull Bragantino não foi páreo para o Verdão

O Palmeiras está na sua terceira final consecutiva do Campeonato Paulista. Ontem, no começo da noite de sábado, o alviverde venceu o Red Bull Bragantino por 2 a 1 em casa e confirmou a classificação e o excelente desempenho ao longo do torneio, mostrando que é o favorito ao título e o rival a ser batido.

Com a vitória, o Palmeiras de Abel Ferreira chegou a 11 vitórias no torneio, levando apenas 4 gols e marcando 21 vezes. São 86% de aproveitamento, numa das melhores campanhas de toda a história do Paulistão.

Rony marcou o segundo e foi muito aplaudido pela torcida quando de sua substitução no fim da partida

Agora, o Verdão espera o vencedor do clássico Majestoso, neste domingo, às 16h, para saber quem irá enfrentar na final do Paulistão 2022. Caso passe o tricolor, será uma reedição da finalíssima do ano passado.

Na ocasião, o time treinado por Hernán Crespo levou a melhor, saindo da fila. A última conquista estadual do Palmeiras foi em 2020, com Vanderlei Luxemburgo, que ocupava o posto antes de Abel Ferreira.

Como foi a partida

Em casa, aproveitando o clima positivo da torcida, o Palmeiras veio para arrasar o Red Bull Bragantino. Apenas um minuto foi necessário para fazer a alegria dos mais de 37 mil alviverdes presentes no Allianz Parque. Scarpa cruzou, Gómez escorou e Murilo mandou para a rede.

Gómez retornou da seleção e já entrou em campo, auxiliando a parar o forte ataque do Red Bull Bragantino

Mostrando como seria a dinâmica da partida, o Massa Bruta respondeu logo em seguida: Hyoran exigiu bom trabalho de Marcelo Lomba debaixo das traves. Mas Lomba não conseguiria bloquear a cabeçada de Realpe, aos 18 minutos. O Braga empatou, mas a intensidade de ambas as equipes continuou no máximo. Tanto Gustavo Scarpa, do lado dos donos da casa, quanto Ytalo, pelos visitantes, rondavam o gol.

No fim da primeira etapa, o Palmeiras ampliou: Dudu, que foi o destaque da partida, pela movimentação e extrema perícia com a bola, achou Raphael Veiga, que cruzou para Rony tirar a igualdade do placar. Em vantagem, o Palmeiras desceu para o vestiário sabendo que o jogo seria duro no segundo tempo.

E foi o que o Massa Bruta fez. Marcelo Lomba fechou o gol, defendendo chutaços de fora da área de Hyoran, Helinho e Luan Cândido. O Palmeiras se segurava, esperando uma chance de contra-atacar e definir de uma vez por todas o placar. Dava para sentir a eletricidade correndo no estádio. No finzinho, Wesley acertou a trave, mas o jogo ficou nisso: Palmeiras 2 x 1 Red Bull Bragantino.

Além da felicidade pela classificação, a torcida pode comemorar também a renda, extraordinária: mais de 2 milhões de reais.

Após a partida, Dudu louvou o trabalho de Abel Ferreira: “Venho aprendendo muito com o Abel e a comissão dele. O jogador tem de ajudar também na marcação, procurei sempre me doar. Estamos tendo um papel tático importante. A equipe está de parabéns, fazendo o que o treinador pede, aquilo que é combinado”.


Compartilhe esse conteudo