A eliminação na Copa do Brasil para o Altos de Teresina custou o emprego do paraguaio Gustavo Florentín

Demissão de Florentín

O treinador paraguaio Gustavo Florentín não resistiu à derrota para o Altos, em Teresina, e teve o seu contrato encerrado pela diretoria do Sport. Pela sétima vez seguida, os torcedores do Leão pernambucano não comemoraram uma vitória. Ao lado dele, Hector Nuñez, Hugo Caballero e José Nunes também foram mandados embora.

Ele nem deu explicações após a última derrota, uma vez que o Sport não permitiu entrevista coletiva. O desempenho do paraguaio não deixará mesmo saudades na Ilha do Retiro. Em 33 jogos, foram mais derrotas do que vitórias: 14 a 10, respectivamente, além de 9 empates. O que dá um pífio aproveitamento de 39% dos pontos disputados.

Em seu currículo, o rebaixamento para a série B do Campeonato Brasileiro e mais uma queda na Copa do Brasil. Aliás, foi a quarta vez seguida que o Sport caiu logo na rodada inicial da competição de mata-mata mais importante do Brasil. Agora, a derrota para o Altos se soma às eliminações para o Tombense, em 2019, para o Brusque, em 2020, e para o Juazeirense, em 2021.

Como de hábito, o técnico foi demitido. Assim, Milton Cruz, Guto Ferreira e Jair Ventura seguiram o mesmo caminho, respectivamente.

Gustavo Florentín agradeceu a torcida do Sport em seu perfil pessoal do Instagram; a sua passagem não agradou a maioria dos adeptos do clube


A derrota para o Altos teve um enorme custo financeiro para o Sport. Assim, para os cofres do Leão foram apenas R$620 mil. Milhões deixarão de abarcar na Ilha do Retiro com a eliminação precoce. O clube contava com um desempenho razoável nessa competição para aumentar os seus ganhos, uma vez que perdeu bastante com a queda para a segunda divisão nacional.

Se alcançasse a fase final dos playoffs, o Sport poderia receber mais de R$6 milhões. Vale lembrar que o faturamento do clube caiu em R$20 mi da temporada passada para esta.

O perfil oficial do clube no Twitter também agradeceu ao técnico pelos serviços prestados


O jogo de quarta-feira pela Copa do Brasil ainda apresentou requintes de crueldade para o Sport. O marcador do único gol da partida foi Betinho, que já havia passado por Náutico e Santa Cruz, sendo um velho conhecido dos amantes do futebol pernambucano.

Novo técnico

Agora, as atenções da diretoria se voltam para a contratação de um novo técnico. Nomes de primeira divisão, como o de Dorival Jr, Lisca Doido e Enderson Moreira estão em pauta. Após a experiência aterradora com um técnico estrangeiro, a ideia é trazer um brasileiro que já esteja acostumado com o futebol daqui e não precise de adaptação.

Na temporada passada, o argentino Hernán Crespo levou dez rodadas para levar o São Paulo à primeira vitória no Campeonato Brasileiro. E uma vez que o Sport disputará a segunda divisão, ter alguém experiente no comando pode ser um trunfo maior.

Assim, Enderson, que subiu com o Botafogo em 2021 (mas foi demitido após a entrada de um investidor estrangeiro) e Lisca, que estava no Vasco, tendo um longo histórico nas divisões inferiores nacionais, são os mais cotados.

Além deles, também há muita especulação em relação a outros dois nomes, de treinadores que conseguiram subir para a Série A nos últimos anos. Tanto Marcelo Chamusca quanto Claudinei Oliveira se encaixam nesse perfil.

Nas enquetes, a preferência da torcida parece apontar para o nome de Lisca Doido. No entanto, ele afirmou ainda não ter sido procurado pela diretoria do Sport.

Cirurgia de Everton Felipe

E as baixas do Sport não estão apenas no comando técnico. Dentro das quatro linhas, Everton Felipe será mais um desfalque. O meia sofreu uma lesão no menisco do joelho direito nesta semana. Ainda não há previsão para o retorno aos gramados após a cirurgia de reconstrução.

Everton Felipe deixou um testemunho horripilante sobre o estado dos gramados, criticando as condições do Estádio Lindolfinho, palco do duelo contra o Altos do Piaui.

Everton Felipe agradeceu os médicos do hospital e manifestou bastante positividade, apesar da situação difícil em que o Sport se encontra no momento: “As coisas vão melhorar, os resultados vão vir e no final tudo vai da certo!”, afirmou o meia, que é torcedor de coração do próprio clube onde joga.

Compartilhe esse conteudo