South Florida Bulls equipe universitária da NCAA

A Universidade do Sul da Flórida começou a ter um programa de futebol americano no período de 1997, sendo que Jim Leavitt foi o primeiro treinador contratado dos Bulls. Como a escola ainda não tinha as instalações necessárias no campo de futebol, as reuniões da equipe eram feitas na sombra de uma árvore.

O começo da equipe foi na divisão I-AA, como independente nas primeiras quatro temporadas. Já na temporada de 2000, último ano da Divisão I-AA, a equipe conseguiu vencer três equipes classificadas no top 15, o recorde final foi de 7-4.

Na temporada de 2001, os Bulls foram para a divisão IA, onde continuaram a permanecer independentes. No entanto, em 2003, o time se juntou a Conference USA, permanecendo até 2005, quando passaram a ser membros da Big East Conference.

Na temporada de 2005, a equipe fez sua primeira aparição no bowl, no Meineke Car Care Bowl, mas acabaram perdendo para o NC State. Todavia, na temporada seguinte, o clube venceu seu primeiro bowl, o Papajohns.com Bowl, derrotando a Carolina do Leste.

Os recordes conquistados pela equipe sob o comando de Jim Leavitte, englobaram a derrota de 25 das melhores equipes do ranking, algo impressionante devido a recém-criação da equipe.

Em 2021, o diretor atlético, Michael Kelly, falou sobre a construção da instalação com importantes melhorias para a equipe. O South Florida Bulls sofreu um golpe quando foram deixados de fora do Big 12. Fonte: forbes.com.

Já a temporada de 2007 marcou a ascensão nas classificações da AP Poll e da BCS para os Bulls, a equipe alcançou o número 23 no posicionamento depois de importantes conquistas em campo.

No fechamento da temporada regular, a equipe finalizou em 21º na classificação da BCS e em 23º na AP Poll. Com o bom desempenho em campo a equipe foi convidada para o Brut Sun Bowl, mas acabaram perdendo para o Oregon.

Em 2010, Leavitt foi demitido após a conclusão da investigação que o acusava de segurar um jogador e bater duas vezes em sua face, concluindo ainda, que ele interferiu nas investigações, e solicitou que membros da equipe mudassem suas versões da história.

Com a saída de Leavitt quem assumiu foi Skip Holtz, filho do lendário treinador Lou Holtz. Com ele no comando a equipe venceu o Miami Hurricanes. No Meineke Car Care Bowl, os Bulls venceram o Clemson Tigers por 31-26.

No entanto, nas duas temporadas seguintes, Holtz não conseguiu manter os recordes de vitórias, finalizando a temporada de 2012 com 3-9, pior recorde da história da universidade. Nessa mesma temporada Holtz foi demitido.

Willie Taggart é contratado como novo treinador

Com o baixo desempenho de Holtz, ele foi demitido na temporada de 2012. Foi então, que o South Florida contratou Willie Taggart. Fonte: 813area.com.

No período em que Willie Taggart assumiu a equipe, os Bulls tinham uma das melhores composições de recrutamento da American Conference. No entanto, nem mesmo isso foi capaz de impedir o desastroso recorde de 2-10 na primeira temporada de Taggart como treinador principal.

O recorde foi o pior já registrado pelo programa. Já na temporada de 2014, novamente a equipe fez uma boa seleção de recrutamento, mas novamente terminou com um recorde de 4-8.

Todavia, na terceira temporada de Taggart como treinador, a equipe mostrou uma melhora significativa, finalizando com um recorde de 8-5, mesmo após o início com derrotas, os Bulls conseguiram se recuperar.

Com o bom desempenho demonstrado, os Bulls foram convidados para o Miami Beach Bowl, mas acabaram perdendo por 45-35 para o Western Kentucky. Mas na temporada de 2016, Taggart deixou a equipe.

Foi então que Charlie Strong assumiu o comando. Na temporada de 2017, os Bulls ficaram em 21º lugar na pré-temporada da Amway Coaches Poll. Nesse mesmo ano, a equipe conquistou sua primeira vitória sobre um oponente do Big Ten, após derrotar o Illinois por 47-23.

Por levar a equipe para o desenvolvimento em campo, o treinador Charlie Strong foi nomeado para a lista de observação para o prêmio Paul “Bear” Bryant Coach of the Year. Os Bulls terminaram a temporada com uma vitória sobre o Texas Tech no Birmingham Bowl por 38-34.

Em 2018, a classe de recrutamento do South Florida ficou em segundo lugar no American Athletic Conference. Em outubro desse mesmo ano, o treinador Strong foi nomeado para a lista de observação do Bobby Dodd Coach of the Year Award.

Apesar de começarem a temporada com um recorde de 7-0, o melhor recorde inicial da universidade, eles perderam os últimos cinco jogos, finalizando com um recorde de 7-5. No entanto, mesmo com o final ruim, os Bulls foram selecionados para o bowl.

Charlie Strong começou seu contrato com os Bulls conquistando vitórias e bons placares em campo, no entanto, suas últimas temporadas foram de derrotas. Fonte: thedailystampede.com.

No Bad Boy Mowers Gasparilla Bowl, os Bulls caíram para o Marshall por um placar de 38-20. Em sua terceira temporada como treinador principal, os Bulls conquistaram um recorde de 4-8.

Com o declínio na temporada de 2019, após perder para Flórida Central por 34-7, Charlie Strong foi demitido. Jeff Scott foi contratado para substituir. Todavia, durante a primeira temporada de Scott os Bulls sofreram a pior derrota da história perdendo por 52-0 para o Notre Dame.

Já a temporada de 2020, que teve os jogos cancelados devido à pandemia de Covid-19, o recorde final da equipe foi de 1-8. Já a temporada de 2021, viu a equipe compilar o recorde de 2-10. Scott tem promovido mudanças na equipe, das quais se espera resultados.

Se você quiser saber mais notícias sobre o mundo dos esportes, acesse o blog do Bets. Aqui você encontra notícias sobre a equipe do seu coração e curiosidades sobre as demais equipes de diversas categorias esportivas.

Compartilhe esse conteudo