Rubén Insúa, ex-jogador e treinador campeão da Copa Sul-Americana com o clube do Papa será anunciado nesta quarta-feira (18/05)

Muito se foi especulado a respeito do novo treinador do San Lorenzo nos últimos dias. Porém, na última segunda-feira (16/05), o novo coordenador de futebol da equipe afirmou que hoje, quarta-feira (18/05), o escolhido será anunciado.

Segundo o “Diário Olé” o nome confirmado para o cargo é de Rubén Darío Insúa, que vai assumir o San Lorenzo após o pedido de demissão de Marcelo Tinelli.

Segundo apuração do “Diário Olé”, Rubén Insúa retornará ao San Lorenzo (Foto: Diário Olé)

San Lorenzo analisou diversos nomes até a escolha

A escolha para o novo comandante não foi uma tarefa muito fácil. Diversas opções foram ventiladas em Boedo - bairro onde está localizada a equipe -, como Cacique Medina, Juan Ramón Carrasco, Kily González, Martín Palermo, entre outros.

Porém, pesou para a decisão final a escolha de alguém que conheça e tenha afinidade com o San Lorenzo e “El Gallego”, como é conhecido, tem esse perfil desejado pela diretoria, para enfrentar um momento muito delicado do “El Ciclón”.

É certo que o novo comandante terá uma missão complicada, com um time que acumula muitas campanhas ruins nos últimos anos e afundado em uma crise econômica e institucional.

Além disso, em Boedo, é clara a preocupação com a classificação no Campeonato Argentino, onde quatro equipes serão rebaixadas nesta edição. Certamente esse cenário será um tanto quanto desafiador para Rubén Insúa em sua antiga nova casa.

Rubén Insúa durante a sua primeira passagem pelo San Lorenzo, onde teve como grande destaque a conquista da Copa Sul-Americana em 2002. (Foto: AFP/Luis Acosta)

San Lorenzo colocou na balança o passado vencedor

Enfrentando muitos problemas nas últimas temporadas, a direção levou bastante em consideração, após uma conversa entre Rubén Insúa e Caruzzo, suas glórias como jogador, além da também conquista como treinador quando campeão da Copa Sul-Americana em 2002 com o San Lorenzo.

Insúa, que voltará a dirigir um time argentino após 14 anos, tem em seus últimos trabalhos o acesso na Primeira Liga Portoviejo do Equador e apenas três partidas pelo Binacional do Peru, quando saiu após entrar em conflito com a diretoria do time.

Além disso, o treinador também teve passagens marcantes pelo Barcelona de Guayaquil e Deportivo Quito, onde conquistou um título equatoriano por cada equipe.

Rubén Insúa, em sua nova passagem, será capaz de tirar o San Lorenzo dessa situação alarmante e ajudará o seu time de coração a alçar voos mais altos nas competições que disputar, ou será que abandonará o time depois de algumas poucas rodadas?

Fique de olho aqui no Bets para saber os novos capítulos dessa história.



Compartilhe esse conteudo