O Östersunds Fotbollsklubb, ou só Östersunds FK, é um clube relativamente novo, principalmente se comparado aos times suecos tradicionais, com mais de 100 anos de história.

Fundado em 1996, o ÖFK teve uma ascensão meteórica e com menos de 20 anos já estava na Allsvenskan, principal liga de futebol sueca. Um feito notável, principalmente porque depois de subir, o clube só foi rebaixado uma vez e chegou a incomodar os tradicionais em mais de uma temporada.

Tudo isso levou Östersunds FK a ser cada vez mais motivo de orgulho para a cidade de Östersund, a única da província da Jämtland (norte da Suécia) e que possui pouco mais de 52 mil habitantes.

Escudo Östersunds FK – créditos da imagem: Leaguepedia

O time adotou as cores vermelho, amarelo e preto. Seus jogos em casa são disputados no Jämtkraft Arena, em Östersund, cuja capacidade supera as 8.500 pessoas.

Últimas temporadas do Östersunds FK

Em 2015, o ÖFK fez uma sólida campanha na Superettan, a segunda divisão sueca. Com o vice-campeonato, conquistado com 62 pontos, 3 a menos que o campeão, conseguiu chegar pela primeira vez à elite do futebol nacional.

Foi um ótimo retrospecto, principalmente porque o clube ficou apenas 3 temporadas na segundona após sua promoção da terceira divisão (Norra), o qual passou apenas uma temporada e logo foi campeão.

Na principal liga do país, o Östersunds não encontrou dificuldades nas primeiras temporadas. Em 2016, fez uma boa campanha, principalmente para um clube recém promovido e terminou na oitava colocação com 42 pontos e uma média de público de quase 6 mil pessoas.

Em 2017, novamente surpreendeu ao terminar o campeonato em quinto lugar com 50 pontos e sua melhor campanha de sua curta história. No mesmo ano foi campeão da Copa da Suécia ao vencer o tradicional IFK Norrköping na final.

Em 2018, não conseguiu uma boa colocação na Copa da Suécia, mas manteve-se na Allsvenskan com o sexto lugar. Depois disso, o time decaiu, talvez pela saída do técnico Graham Potter para assumir o comando do Swansea City após oito temporadas à frente do ÖFK.

Com a mudança na comissão técnica vieram períodos de instabilidade, com troca de técnicos e de jogadores que até então eram medalhões do clube. Em 2019 veio o primeiro susto com a décima segunda colocação. Algo que se repetiria em 2020, com o décimo terceiro lugar após marcar apenas 33 pontos.

Em 2021, o time não teve tanta sorte. Sem o apoio da torcida devido a pandemia (média de público foi pouco superior a 1.100 pessoas), elenco desestruturado, o clube caiu para a segunda divisão após marcar apenas 14 pontos e amargar a lanterna do campeonato.

Camisa Östersunds FK – créditos da imagem: Football Archive

A derrota para o Varberg BoIS na última temporada, só sacramentou a queda após 6 temporadas na principal liga sueca. Em 2022, o clube disputa a segunda divisão e corre contra o tempo para retornar a elite.

Elenco e formação do Östersunds FK

O plantel do ÖFK é composto principalmente de jogadores jovens com muitos jogadores com menos de 25 anos. Talvez por isso a média de idade seja baixa, de 23 anos, mesmo com um elenco de 28 atletas.

Elenco do Östersunds FK – créditos da imagem: TRT World

Em um mesmo elenco, é possível encontrar jogadores jovens, a exemplo do zagueiro Gustav Wikstrand, 18 anos, mas ao mesmo tempo, alguns mais experientes, como é o caso do goleiro Aly Keita, de 35 anos.

Também há muitos estrangeiros, que representam 48% do time. São jogadores de várias nações, como Gana, Jamaica, Inglaterra, entre outros. É o caso do grego Nikolaos Dosis, de 21 anos, que joga como meia central.

O clube se reforçou para tentar uma nova subida. Foram seis reforços que vieram como empréstimo ou compra. É a situação do meia Cesar Weilid, que veio para o clube de graça e já é titular.

O time titular vai a campo com o goleiro Aly Keita, 35, os zagueiros Ziad Ghanoum, 21, e Eirik Haugan, 24. Na lateral direita Sam Mensiro, 32, e na lateral esquerda Kalpi Ouattara, 24.

No meio de campo, jogam o volante Nikolaos Dosis, 21, Ludvig Fritzson, 26, como meia atacante, Isac Hagman, 21, como meia central, e Simon Kroon, 22, como meia-ofensivo. A frente, o ponta direita Nebiyou Perry, 22, e o centroavante Blair Turgott, 27.

O técnico Magnus Powell dá preferência ao esquema 4 - 4 - 2, com o meio composto de 1 volante e 3 meias, que atuam mais a frente para dar suporte aos dois atacantes.

História

O Östersunds FK foi fundado em 1996, fruto da fusão de 3 outros times de Östersund, a fim de criar uma equipe mais competitiva no cenário nacional, capaz de se manter nas primeiras divisões. Foi então que o Ope IF, IFK Östersund e o Östersund/Torvalla FF se fundiram.

O clube recém-formado começou a competir nas divisões mais baixas, sempre mantendo-se competitivo, mas não conseguiu subir nos primeiros anos. Apesar de ter ficado em primeiro na Norrland (divisão mais baixa da Suécia) em 1998 e 1999, não conseguiu subir nos playoffs.

Em 2000, um novo time foi incorporado ao clube, o Fältjägarnas IF e a partir daí, o clube tornou- se mais forte. Somente em 2005, veio a promoção para a Norra (equivalente a terceira divisão).

Em 2007, começou a revolução do ÖFK, quando o diretor de futebol Daniel Kindberg usou sua amizade para iniciar uma cooperação com o time inglês Swansea City, com empréstimos entre as duas equipes, além de jogos amistosos.

Estádio do Östersunds FK – créditos da imagem: Stadiumguide

Apesar dos esforços, o clube foi rebaixado para a quarta divisão em 2010, mas retornou a terceira em 2011, após o retorno de Daniel Kindberg para o cargo de diretor de futebol. Segundo recomendação dele, o técnico inglês Graham Potter foi contratado e a partir daí começa a ascensão do time.

Em 2012, veio a promoção para a segunda divisão e em seguida para a primeira em 2015. O feito inédito foi motivo de festa para a cidade de Östersund, que enfim tinha um representante na primeira divisão sueca.

Honrarias

Nos seus pouco mais de 20 anos de história, o ÖFK possui as seguintes conquistas:

  • Divisão 1 Norra (Nível 3): Vencedores em 2012;
  • Divisão 2 Norrland (Nível 3): Vencedores em 1999 e vice-campeão em 1998, 2003 e 2005;
  • Divisão 2 Norrland (Nível 4): Vencedores em 2011;
  • Svenska Cupen: Vencedores em 2016–17.
Compartilhe esse conteudo