O Çaykur Rizespor Kulübü, ou só Rizespor, é um time turco que atualmente joga na elite do futebol nacional, a SuperLiga. Mas nem sempre foi assim.

Em alguns anos o time caiu para a segunda divisão, mas nos últimos 20 anos estabilizou-se na elite, exceto por duas temporadas.

O imponente Gavião do Mar Negro possui sua sede na cidade de Rize, na província de mesmo nome. É por conta de região que vem o nome e a alcunha do time, visto que está localizada no Mar Negro.

Escudo do Çaykur Rizespor –créditos da imagem: çaykurrizespor.org.tr


E é na cidade com pouco mais de 140 mil habitantes onde está a maioria da torcida, que sempre incentivou o time de cores azul e verde. Antes da pandemia, era presença cativa no Estádio Yeni Rize Şehir, quando a média de público era de 8 mil pessoas, quando o time subiu para a primeira divisão.

Mas com a pandemia, a casa ficou vazia nas temporadas de 2020 a 2022, quando a média de público 0 acabou afetando o desempenho do clube, que acabou ficando na parte de baixo da tabela e por pouco não caiu.

Últimas temporadas do Çaykur Rizespor

Nos últimos anos, o Rizespor caiu apenas duas vezes para a divisão de acesso turca, a TFF 1 Lig. Primeiro na temporada 2007-08, quando o time ficou na vice - lanterna e só conseguiu subir de novo na temporada 2012-13.

Ficou mais algumas temporadas na primeira divisão, sempre nas posições mais baixas, entre o décimo terceiro e décimo quinto lugar, mas em 2016-17 não teve tanta sorte.

Com uma campanha abaixo do esperado, mudanças no elenco, o time de Rize ficou com apenas 16 pontos e na décima sexta colocação teve que disputar os playoffs, mas acabou caindo.

A boa notícia é que o clube permaneceu apenas uma temporada na divisão de acesso. Na temporada 2017-18, fez uma ótima campanha com 20 vitórias, 9 empates e um total de 69 pontos, terminou o campeonato na primeira colocação e retornou a Superliga.

Última temporada do Çaykur Rizespor.

Créditos da imagem: ESPN

Na temporada 2018-19, com o apoio da torcida fez uma campanha mediana, mas ficou longe da zona de rebaixamento, finalizando a competição na décima colocação. Na temporada seguinte, alguns tropeços fizeram o time ficar apenas na décima quinta colocação, somente uma posição à frente da zona dos playoffs.

Na temporada 2020-21, foi um pouco melhor e marcou 48 pontos com 12 vitórias. Foi o suficiente para ficar na décima terceira colocação, a 8 pontos da zona da degola.

Elenco e formação

Para se manter na elite do futebol grego, o Gavião do Mar Negro fez uma verdadeira renovação no seu elenco após a última temporada com a contratação de 17 atletas. Alguns vieram emprestados, outros vieram em definitivo para o clube, que mudou inclusive a equipe técnica em setembro de 2021.

É um plantel de 26 jogadores, cuja média de idade é de 27 anos. Além disso, metade do time é formado de estrangeiros ou de naturalizados turcos. É um dos elencos da primeira divisão com maior percentual de atletas de outros países.

Elenco do Çaykur Rizespor.

Créditos da imagem: caytvhaber

O time titular é composto do goleiro Zafer Gorgen, 21, os zagueiros Selim Ay,30, e Ermihan Topcu, 21. Na lateral direita o capitão Gökhan Gönül, 37, e na lateral esquerda, Cemali Sertel, 23.

No meio de campo, o volante brasileiro Fabrício Baiano, 29, o meia central Gedson Fernandes, 23, e os meias ofensivos Fernando Boldrin, 32, e Alper Potuk, 27. No ataque, o ponta direita Tayler Bosy, 27, e o centroavante Deniz Hummet, 25.

O técnico Hamza Hamzaoglu escala um time ofensivo, em um 4 - 4 - 4 versátil, com apenas um volante e dois meias que atuam mais à frente para avançar a marcação.

História

O Çaykur Rizespor foi fundado como resultado de esforços altruístas de cinco pessoas da cidade de Rize. Yakup Temizel, Atıf Taviloğlu, İsmet Bilsel, Yaşar Tümbekçioğlu e Muharrem Kürkçü eram ex-jogadores de futebol, comerciantes e entusiasta do futebol que juntos fundaram o clube em 1953.

A fundação do clube bateu com o aniversário de 34 anos do início da Guerra da Independência e isso ficou marcado no clube.

Em 19 de maio de 1953, o clube foi fundado com o nome Çaykur Rizespor, 34 anos depois de Mustafa Kemal Atatürk (fundador da república da Turquia) ter iniciado sua marcha para Samsun, fato histórico da Turquia.

O intuito aqui era criar um time que fosse competitivo no cenário nacional, mas que ao mesmo tempo oferecesse condições aos jovens de praticar esportes, contribuindo com seu desenvolvimento cultural.

Apesar da boa vontade dos fundadores, o clube recém-criado precisava de recursos. Inicialmente as despesas seriam cobertas pelo leilão de uma muda de limão que um dos fundadores trouxe do distrito de Haldoz. Foi um esforço em conjunto, que conseguiu o dinheiro para lançar as bases do Çaykur Rizespor.

Yaşar Hilmi Dömbekçioğlu foi o presidente fundador do Rizespor, que juntamente com o conselho do clube decidiu pelas cores verde-amarelo para compor o uniforme, que só passaria a ser verde e azul em 1968.

No mesmo ano, o clube passou por uma mudança, pois até então disputava apenas campeonatos locais e regionais. Com a fusão com o Fenergençlik deixou de ser um clube amador e ingressou na terceira divisão do campeonato turco.

Fez uma ótima primeira temporada e quase foi promovido, mas uma briga em um dos jogos penalizou o time com a dedução de 2 pontos. Isso tirou o Rizespor da promoção naquela temporada. Essa foi a primeira punição na história do futebol turco.

Nas temporadas seguintes não foi rebaixado, mas também não subiu. Somente na temporada de 1978-1979, o Rizespor conquistou o título da segunda divisão e se classificou para jogar na Superliga da Turquia pela primeira vez em sua história.

Entre as honras do time estão:

  • Primeira Liga TFF: campeão em 1978–79 (Grupo Branco), 1984–85 (Grupo A) e 2017–18. Vice-campeão em 2002–2003 e 2012–2013.
  • Terceira Liga TFF : campeão em 1993–1994 (Grupo 2) e vice-campeão em  1973-1974 (Grupo Vermelho).

Estádio

Os jogos do Çaykur Rizespor são disputados no Novo Estádio Municipal de Rize (Çaykur Didi Stadyumu). Fica no centro de Rize e tem capacidade para até 15 558 espectadores.Foi construído em 2009 para substituir o antigo Rize Atatürk Stadi, demolido em 2014.

Estádio Çaykur Rizespor. Créditos da imagem: Mais futebol



Compartilhe esse conteudo