Primeiramente, conhecido como o principal campeonato do estado, ele é organizado pela Federação de Futebol do Estado do Espírito Santo (FES). Além disso, a primeira edição da competição ocorreu no ano de 1917 somente com 5 clubes disputando.

Capixabão - Campeonato de Vitória

À primeira vista, o Capixabão teve como nome Campeonato de Vitória em 1907 porque só clubes da capital disputaram. Conforme a Liga Sportiva Espírito Santense cinco equipes participaram: Rio Branco, Vitória, Moscoso, Barroso e América.

Todavia, neste ano de 1917 o América consagrou-se campeão vencendo o campeonato através dos pontos corridos acumulados durante a competição.

No entanto, em 1930, a competição virou estadual e trouxe um fato curioso, isto é, o zagueiro do América Carlos Lindenberg virou governador do estado e logo depois senador da República em 1950.

Foto: Reprodução/ https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/1/14/Trof%C3%A9u_Durval_Soares.jpg

A saber, na centésima edição realizada em 2016 o Rio Branco tentou defender o título, mas o Desportiva Ferroviária venceu e tornou-se campeã após derrotar o Espírito Santo Futebol Clube nos minutos finais da partida.

América - Campeão 1917

Acima de tudo, o América teve sua fundação no ano de 1916, em virtude de uma desavença entre os sócios do Rio Branco. Por analogia, o clube América Futebol Clube conquistou o Torneio Ínicio de 1922 a 1943 e o Capixaba de 1917 a 1928.

Mesmo que, nos anos de 1952 encerrou completamente as atividades do clube e gestão.

Foto: Reprodução/

Rio Branco - Campeão 1918

Decerto, o Rio Branco Atlético Clube foi fundado em 21 de junho de 1913 em Vitória, Espírito Santo. Ao passo que foi inaugurado por Antonio Miguez, Edmundo Martins, Nestor Ferreira Lima, Gervásio Pimentel e Cleto Santos.

Anteriormente, o nome do clube era Juventude e Vigor, mas, na data de 14 de fevereiro de 1910 resolveram homenagear o Chanceler José Maria da Silva Paranhos Júnior, o Barão de Rio Branco.

Com toda a certeza, o Rio Branco é um dos maiores campeões entre 1918 e 1951, contando com um hexacampeonato (1934 a 1939) e um bicampeonato no ano de 1941 e 1942.

Foto: Reprodução/ https://historiadofutebol.com/blog/wp-content/uploads/2018/08/Rio-Branco-Vitoria-1975-001.jpg

Desportiva Ferroviária - Campeão 1964

Antes de mais nada, a Associação Desportiva Ferroviária do Vale do Rio Doce, ou simplesmente Desportiva Ferroviária teve sua fundação no dia 17 de junho de 1963. Por outro lado, em 1943 o clube se chamava Associação Atlética do Vale.

Similarmente, antes da fusão as equipes ambas viviam em rivalidade, mas, após várias reuniões nasceu a Associação Desportiva Ferroviária do Vale do Rio Doce.

Foto: Reprodução/ https://3.bp.blogspot.com/-C0n5hKUxxXI/WURbqfEfoAI/AAAAAAAAERM/P1l91ku8p1Eioh9Cfx9sEm6aVqsdRiaoACK4BGAYYCw/s640/1974%2Bfoto%2BDesportiva%2B%2Bcampe%25C3%25A3.png

Clube Atlético Itapemirim

Acima de tudo, o Clube Atlético Itapemirim teve sua fundação em 5 de dezembro de 1965 por torcedores mineiros que estavam indo trabalhar no Banco do Brasil, banco esse que seria inaugurado em 1950.

Ao passo que, o escudo do clube seria idêntico às cores do Atlético Mineiro e o Botafogo, dessa maneira José Olivio, fundador do clube, concordou e assim surgiu o Clube Atlético Itapemirim(CAI).

Alegrense Futebol Clube

Por certo, o Alegrense Futebol Clube, fundado na cidade de mesmo nome em 30 de janeiro de 1971 sendo bicampeão nos anos de 2001 e 2002. Por consequência, de problemas financeiros a equipe encerrou a sua participação em 2004.

Serra

Nesse sentido, a Sociedade Desportiva Serra Futebol Clube, da cidade de Serra no Espírito Santo, acumula mais de seis títulos do campeonato estadual sendo o maior campeão capixaba do século 21.

De tal sorte que, levantou a taça em 1999, 2003, 2004, 2005, 2008 e 2018 pelo campeonato capixaba e pela Série B em 1997 e 2017.

Mesmo que, tenha estreado participando da Série D em 2019, o Serra perdeu para o Brasiliense, de tal forma que, isso significou sua eliminação da competição e a última colocação na tabela da Série D.

Andinho

Por exemplo, o jogador Andinho num passado recente quando jogava pelo Rio Branco provocava o Desportiva Ferroviária, agora que entrou recentemente no clube garante que agora é grená e sem provocação.

Ainda que, Andinho venha formado pelas divisões de base do Galo, ele é natural de Pancas(ES) e teve passagem pelo São Paulo, Serra e o Nankatsu SC do Japão.

Erick Daltro

Em suma, um velho conhecido do clube e da torcida está de volta a Desportiva Ferroviária para jogar pelo campeonato capixaba 2022. Só para exemplificar, Erick vem da base do Vasco da Gama, na temporada do ano passado jogou pelo Guarani e Sampaio Corrêa.

Além destes, o jogador tem no currículo o próprio Vasco, Náutico e Bahia. Ao mesmo tempo, essa não é a primeira vez do lateral no clube, disputou a Copa ES e a Série D vestindo a camisa do grená em 2017.

Real Noroeste Capixaba

Em síntese, o clube que agora é clube-empresa (isso ocorre quando uma empresa assume a gestão de um time), mesmo tendo apenas 13 anos de fundação ele é o atual campeão capixaba 2021 mas sofre com uma péssima má gestão.

De maneira idêntica, além de adotar o nome Real em homenagem ao Real Madrid, a equipe tem na bagagem quatro títulos da Copa Espírito Santo, a Série D em 2020, agora vai disputar pela terceira vez a Copa do Brasil contra o Operário (PR).

Dessa forma, porém, mesmo atingindo um bom resultado em 2021, o clube sofre problemas nos bastidores extra-campo, a equipe é uma das poucas no Brasil que escolheram o modelo clube-empresa no futebol.

Inegavelmente, ter um clube-empresa não é sinal de ter uma boa gestão, para que tudo seja feito da maneira correta é preciso um bom gestor, um administrativo e jurídico confiável, investimentos que tragam um bom retorno financeiro ao clube.

Por fim, o próximo jogo do Real Noroeste é no dia 19/02(Sábado) às 16h contra o Serra pela primeira rodada do Campeonato Capixaba 2022.

Caro leitor, você já conhecia essas histórias do Capixabão? O que mais te agradou? Escreva nos comentários!


Compartilhe esse conteudo