Alex Teixeira dos Santos é meio campista do Beşiktaş, nascido em Duque de Caxias no Rio de Janeiro. Defendeu por sete anos o Shakhtar Donetsk, clube em que foi campeão de diversos campeonatos ucranianos.

Alex começou sua carreira no Vasco da Gama aos 18 anos, antes de ser vendido para o Shakhtar em 2009. Pelo time ucraniano marcou 89 gols em 222 jogos, vencendo a principal competição cinco vezes.

Em 2016, foi transferido para o Jiangsu Suning da China como a maior quantia paga por um profissional da Liga Chinesa. Durante sua carreira também defendeu a seleção brasileira, tanto nos níveis sub-17 e sub-20, como na equipe principal.

Ficha técnica

Nome completo: Alex Teixeira Santos

Data de nascimento: 6 de janeiro de 1990 (32 anos em 2022)

Naturalidade: Duque de Caxias - RJ, Brasil

Altura: 1,73 m

Pé: destro

Time atual: Beşiktaş

Posição: Meio campo

Número da camisa: 90

Vasco da Gama

Ainda garoto, Alex chegou ao Vasco da Gama com o sonho de se tornar um jogador profissional. Era o ano de 1999, quando o menino tinha apenas 9 anos e passou a integrar a equipe pré-mirim do clube.

Foi descoberto por um dos olheiros do clube carioca quando ainda fazia parte da escolinha de futebol do Duque de Caxias e o time em que jogava fez um amistoso contra o Vasco. Durante oito anos, fez parte das categorias de base, inclusive foi escalado para a Seleção brasileira sub-15 quando tinha 14 anos.

Nessa época, o talento do menino chamou a atenção de clubes europeus, como o Manchester, que em 2006 fez uma oferta modesta pelo jogador. A oferta foi recusada pelo Vasco, o qual seguiu com o jovem.

Em 2007, uma nova proposta, só que dessa vez do Chelsea, mas também foi recusada devido ao baixo valor em relação a uma possível carreira promissora do meio campista. Na ocasião, o time inglês ofereceu 4 milhões de euros por 50% dos direitos profissionais de Alex.

Alex Teixeira no Vasco da Gama - créditos da imagem: Vascoclub

Naquele ano, o jovem seria escalado para integrar a seleção Sub-17 para disputar os Jogos Pan-Americanos de 2007, além do Sul-Americano Sub-17 e o Mundial Sub-17. O jogador destacou-se nessas competições e no ano seguinte foi promovido ao time principal do Vasco.

Logo ganhou confiança e a titularidade, sendo considerado a maior revelação do clube desde Manoel Morais, o Morais, como ficou conhecido o artilheiro do time.

A estreia de Alex Teixeira no time principal aconteceu no dia 10 de janeiro, na derrota por 2 a 1 para o Hamburgo, da Alemanha, no Torneio de Dubai. O bom desempenho assegurou a titularidade no Campeonato Carioca de 2008.

O assédio pelo jovem jogador foi grande, principalmente com a indicação 'revelação mundial' pela FIFA em 2008. Naquele ano o Vasco viria a cair para a segunda divisão, mas mesmo assim, o mandatário do clube, Eurico Miranda, fixou uma multa rescisória de R$ 100 milhões pelo meio campista.

Em 2009, Alex Teixeira começou muito bem o campeonato da série B do Brasileirão e foi um dos principais destaques no retorno à elite do futebol nacional. Chegou a marcar o gol da conquista do campeonato daquele ano, seu único título conquistado no Vasco.

Shakhtar Donetsk

Na temporada de 2010, Alex Teixeira deixou o Vasco pela quantidade de 6 milhões de Euros e rumou para o Shakhtar Donetsk. Rapidamente, o jogador brasileiro se adaptou ao novo time, tornando-se titular absoluto no time comandado por Mircea Lucescu.

Em sua primeira temporada foi campeão do Campeonato Ucraniano, em que participou de 39 jogos e marcou 6 gols. Na segunda temporada, campeão novamente da competição. Dessa vez participou como titular em 37 jogos e marcou 10 gols.

Alex Teixeira marcando gol - créditos da imagem: Bolavip

Na temporada seguinte, com a saída de Douglas Costa e Luiz Adriano, Alex firmou-se como o principal jogador do Shakhtar com 16 gols em 11 jogos. Na ocasião foi o principal artilheiro da Europa, à frente de Cristiano Ronaldo no Real Madrid.

Nessa época, foi alvo de clubes da Inglaterra. Novamente, o Chelsea fez uma proposta e o Liverpool, que ofereceram, cada, 24 milhões de libras pelo meio campo, mas ambas foram recusadas.

O Shakhtar, por sua vez, pedia quantias consideradas exageradas pelo atleta. Para os dirigentes do clube, qualquer proposta abaixo de 50 milhões de euros era prontamente recusada. Além disso, fixou uma multa rescisória de 53 milhões de euros.

Com propostas todos os anos, o brasileiro permaneceu por 7 temporadas no Shakhtar. Na temporada 2015-2016, marcou 22 gols em 15 jogos, com pelo menos 1 gol em cada partida disputada.

Jiangsu Suning

Em janeiro de 2016, o Liverpool fez uma oferta oficial de 32 milhões de euros por Alex, que tinha grande desejo de mudar-se para a Inglaterra. O Shakhtar mais uma vez recusou a oferta e acabou aceitando a investida do chinês Jiangsu Sunning de 50 milhões de euros por quatro anos de contrato.

O brasileiro foi bem recebido pelo clube e logo na estreia já marcou um gol contra o

Em 1 de março de 2016, Teixeira marcou um gol em sua estreia contra o coreano Jeonbuk Motors na Liga dos Campeões da AFC. Foram quatro temporadas no time, com um título da Superliga Chinesa de 2020.

Em 2021, Alex deixou o clube por problemas financeiros como agente livre, podendo acertar com qualquer outro time.

Alex Teixeira no Jiangsu Sunning - créditos da imagem: Torcedores.com

Beşiktaş

Depois de 9 meses sem jogar, foi anunciado pelo Beşiktaş para compor o elenco. A quantia paga pelo contrato de 3 anos com o campeão turco não foi divulgada.

Seleção brasileira

Teixeira foi convocado quando esteve nas categorias de base do Vasco tanto para a seleção sub-17, quanto para a seleção sub-20. Com a camisa amarela, jogou a Copa do Mundo Sub-17 de 2007 e a Copa do Mundo Sub-20 de 2009.

Pela seleção principal, foi convocado para o elenco provisório para a Copa América Centenário, mas acabou cortado do elenco convocado.

Honras

Entre as principais conquistas de Alex Teixeira estão:

Jiangsu Suning

  • Superliga Chinesa de 2020

Shakhtar Donetsk

  • Campeonato Ucraniano em 2009-10, 2010-11, 2011-12, 2012-13 e 2013-14
  • Copa da Ucrânia em 2010-11, 2011-12 e 2012-13
  • Supercopa da Ucrânia em 2010, 2012 e 2013

Vasco da Gama

  • Campeonato Brasileiro - Série B de 2009

Seleção Brasileira

  • Torneio de Tampa Sub-15 de 2005
  • Campeonato Sul-Americano Sub-15 de 2005
  • Torneio de Beaverton Sub-17 de 2006
  • Torneio de Barcelona Sub-17 de 2006
  • Campeonato Sul-Americano Sub-17 de 2007
  • Torneio Internacional Oito Nações de 2007.
Compartilhe esse conteudo