A extinta equipe da Romênia, teve papel importante no cenário do futebol nacional

O segundo clube mais antigo da capital da Romênia, o Colentina Bucareste foi um dos grandes times do cenário nacional, emplacando conquistas ao longo de sua trajetória vitoriosa no futebol local.

Com o surgimento da equipe no ano de 1909, sua curta trajetória dura até o ano de 1947, o último registro de uma partida de futebol envolvendo a equipe romena.

Afetada pelos conflitos que marcaram a primeira metade do século passado no território europeu, o time após as campanhas de título da Liga Romena nas temporadas 1912/13 e 1913/14, teve registros de jogos nas divisões inferiores da Romênia.

O início arrasador no cenário nacional

Como dito antes, o clube surge no ano de 1909. Logo na primeira temporada da equipe, o vice-campeonato da liga nacional deixa a impressão de que o time do Colentina se firmaria como uma das maiores equipes de futebol da Romênia.

Três temporadas depois, o primeiro título na principal liga do país veio ao time de Bucareste. Com uma campanha perfeita na competição nacional, o Colentina vence os oito jogos disputados pela equipe.

Diferente do modelo atual, a Liga Romena de Futebol de 1912/13, foi disputada por seis equipes. Além do Colentina, os outros times do torneio eram Cercul, Bukarester, Ploiesti, Olympia e o Unirea.

No caminho até a conquista, o Colentina acumulou oito vitórias em oito jogos disputados, fechando o torneio com 100% de aproveitamento. Um recorde mundial, que dificilmente será batido com o passar dos anos.

Foto em preto e branco de grupo de pessoas posando para foto

Descrição gerada automaticamente
Primeiro time do Colentina em sua história perfilado. Foto: Wikimedia

A campanha do Colentina foi de 16 pontos conquistados, com 33 gols feitos e apenas três sofridos, terminando a competição com um saldo de gols positivo de +30. Na temporada seguinte, o bicampeonato do clube de Bucareste faria do time um dos grandes do cenário local.

Mesmo o futebol dividindo a atenção com o rúgbi entre os amantes de esportes do país, o Colentina começa a se firmar como um dos times favoritos entre os torcedores.

Para a temporada de 1913/14, outra mudança no formato: dessa vez, apenas quatro times disputariam a primeira divisão nacional. Colentina, Bukarester, Cercul e Olympia, formaram o quadrangular que decidiria o campeão nacional da Romênia.

Com duas vitórias em dois jogos disputados, o time do Colentina se firmou campeão nacional daquela edição, conquistando o seu bicampeonato do torneio. Vale ressaltar, que a competição romena foi finalizada antes do previsto, por conta do início da Primeira Guerra Mundial.

Depois do início vencedor, campanhas nas divisões menores

Com o período de guerras que marcou a Europa na primeira metade do século XX, não só as equipes como todos os esportes foram afetados no território europeu. Disputas de torneios adiadas e times formados, foram desfeitos.

Para o Colentina, a Primeira Guerra Mundial, representou a queda da equipe que, em 1915, teve alguns jogadores do Olympia que se juntaram ao time de Bucareste, com o intuito de que as atividades da equipe resistissem por um período maior.

Estádio com campo verde

Descrição gerada automaticamente
Estádio que já pertenceu ao Colentina, hoje é usado para jogos das equipes da cidade. Foto: Wikimedia

Depois da guerra, o que se vê é o time do Colentina devastado. A estrutura, acabou sofrendo grandes danos ao longo dos conflitos. Porém, a equipe que vinha se firmando no cenário nacional, enfrentaria um duro golpe, ao passar a disputar as divisões menores da Romênia.

Com a confiança da cidade e de seus torcedores de que a volta seria feita de uma maneira rápida, e logo a equipe estaria retomando o caminho das conquistas, o que se viu, foi um time fraco, com seguidas campanhas ruins nas divisões inferiores.

Sendo assim, o Colentina não consegue o acesso às divisões nacionais, e permanece na disputa entre os torneios regionais da cidade de Bucareste.

Após a Segunda Guerra Mundial, o fim do clube

Vindo de temporadas de fracasso e com a saúde financeira questionável, o Colentina ainda se mantinha na briga para retomar as disputas nacionais. Porém, o cenário dentro do clube, era de preocupação.

A situação da Romênia antes da Segunda Guerra Mundial, era de uma economia arrasada. Esse fator, que colaborou para a ascensão do regime fascista no país, deixava o futebol local muito fragilizado.

Foto em preto e branco de pessoas sentadas

Descrição gerada automaticamente
Soldados romenos durante os conflitos da Segunda Guerra. Foto: Wikimedia

Com o crescimento dos partidos de extrema direta na política nacional e a eleição de um deles ao poder máximo dentro da Romênia, a expectativa da população era de que a melhora prometida pelos políticos acontecesse.

Porém, o que se vê, é uma Romênia destroçada na década de 1940. Sofrendo com o bombardeio realizado pelos Países Aliados (Inglaterra, EUA e URSS), a capital Bucareste é o ponto principal do ataque ao país comandado por aliados dos nazistas alemães.

O fim da guerra em 1945, representava aos romenos a esperança de dias melhores. Porém, o que se vê, é uma difícil reestruturação do país, principalmente na questão econômica. Desemprego, altos preços no mercado e a fome, foram três fatores presentes na realidade da Romênia nos anos seguintes.

Grupo de pessoas lado a lado

Descrição gerada automaticamente com confiança média
Steaua é o maior time da Romênia atualmente e já venceu a Champions. Foto: Pinterest

Entre os clubes de futebol, alguns conseguiram superar a dificuldade em obter recursos, e mantém as atividades até hoje. Clubes de Bucareste, como o Steaua Bucareste, surgiria dois anos após o fim da Segunda Guerra Mundial.

O clube que hoje é o maior expoente em conquistas no cenário local, é um time conhecido no cenário europeu. Porém, o Colentina não teve a mesma sorte, e acabou falindo em 1947. Por curiosidade, o ano marca a estreia do Steaua e o fim de uma das grandes equipes dos primórdios do esporte na Romênia: o Colentina.

Quer ficar ligado em tudo o que rola no futebol da Romênia? Aqui no Bets, você não perde nenhum lance e vive antenado sobre tudo o que rola no mundo da bola!

Compartilhe esse conteudo