A Supercopa Peruana de Futebol é uma das competições criadas recentemente para estimular a prática do esporte no pequeno país sul-americano

Uma das seleções sul-americanas que mais evoluíram nos últimos anos, o Peru emplacou boas campanhas nas competições continentais. Esse fato, melhora a procura da sociedade local, pelo esporte que hoje, já é o mais praticado no pequeno país da América do Sul.

E um dos principais torneios disputados em solo peruano, é a Supercopa Peruana de Futebol, que teve sua primeira edição no ano de 2020, e a edição do ano passado foi cancelada, por conta da pandemia da Covid-19.

Imagem em branco e verde na grama

Descrição gerada automaticamente com confiança baixa
Troféu da competição nacional é o objeto de desejo entre os clubes peruanos. Foto: Twitter

Atlético Grau (Copa Bicentenario) e Binacional (Liga Peruana de Futebol) foram os clubes classificados para a Supercopa Peruana. Em jogo único, realizado em janeiro de 2020, o Atlético Grau foi o campeão do torneio, vencendo a partida por 3 a 0.

A competição está programada para ser retomada a disputa, nesse ano de 2022. Além disso, essa temporada, atípica às demais do futebol latino americano, têm na Seleção Peruana, uma das concorrentes à uma vaga para a Copa do Mundo do Qatar.

A melhora da seleção nacional leva o público a aderir ao esporte local

Em 2015, Ricardo Gareca, ex-técnico de Palmeiras e Vélez Sarsfield (Argentina), é anunciado como o novo treinador da Seleção Peruana de Futebol. A missão do treinador, era de recolocar o Peru entre os postulantes a uma vaga para a Copa do Mundo.

A seleção local, que já foi campeã da Copa América em duas oportunidades, nos anos de 1939 e 1975, não se classificava para uma edição do Mundial de seleções, desde 1982. Com isso, Gareca vê a necessidade em firmar uma equipe sólida na defesa, mas que tivesse em seu grande jogador, o atacante Paolo Guerrero, a peça para desequilibrar para o Peru.

Junto de Guerrero, os atletas Gallese (Orlando City – EUA), Trauco (Saint-Étienne – França), Cueva (Al-Fateh – UAE) e Farfán (Alianza Lima – Peru), eram os grandes companheiros do jogador que se vivia sua melhor forma no Corinthians.

Líder e principal goleador da seleção, Guerrero fez história no futebol

O jogador com mais gols com a camisa peruana, Paolo Guerrero é um atacante que já teve passagens de destaque por times alemães, como o Bayern e o Hamburgo, mas aqui na América do Sul, o atleta teve, na passagem pelo Corinthians, a idolatria de milhares de torcedores.

O peruano que foi comprado do Hamburgo em 2012, chegou ao time que havia acabado de vencer a Libertadores daquele ano. Para o Mundial de Clubes, Tite, técnico do Corinthians na época, via a necessidade da contratação de um centroavante.

Homem com uniforme de time de futebol

Descrição gerada automaticamente
Guerrero é o maior jogador da história da Seleção Peruana. Foto: El País

Guerrero assim que chegou ao clube paulista, estreou com a camisa do Timão, com o Campeonato Brasileiro em andamento. O jogador que, no começo, teve dificuldade em marcar seus gols, cresceu de produção na reta final do torneio, e no Mundial de Clubes foi o responsável pelos dois gols do time brasileiro ao longo da competição.

O peruano, depois dali, ficou marcado como um dos ídolos do Corinthians, e é o jogador estrangeiro com mais gols na história do clube, com 54 gols marcados em três anos como jogador do clube paulista.

Cueva é a ligação entre o meio-campo e o ataque

Um dos jogadores fundamentais no sistema de jogo de Gareca, o meia Christian Cueva teve seu maior destaque no São Paulo. O atleta que costuma fazer bons jogos com a camisa da Seleção Peruana, era peça importante no esquema do treinador argentino.

Conhecido pela habilidade com a bola nos pés, e a dinâmica rápida que dava ao jogo, Cueva foi titular com o técnico argentino nas grandes campanhas recentes da seleção nacional, e ajudou o Peru a se classificar novamente para a Copa do Mundo, no caminho até a Rússia. Outro ponto de destaque, é o goleiro peruano, Pedro Gallese.

Jogador de futebol

Descrição gerada automaticamente
Gallese é um dos grandes nomes da seleção. Foto: Trivela

Um dos melhores goleiros sul-americanos da atualidade, Pedro Gallese é destaque na Seleção Peruana de Futebol. O jogador participou das campanhas recentes de sucesso do time de Ricardo Gareca.

Esteve no grupo peruano que terminou em 3º lugar a Copa América de 2015, o vice-campeonato da mesma competição em 2019, e conseguiu garantir uma vaga ao Mundial de seleções, disputado na Rússia, em 2018. O atleta é um dos que representam a espinha dorsal montada pelo treinador argentino, que faz um bom trabalho à frente da Seleção Peruana de Futebol.

Gareca mudou a perspectiva do Peru nas disputas continentais

Desde sua chegada, o técnico argentino pregava por uma equipe compacta, de muita força e que pudesse vencer partidas contra adversários mais qualificados, na base da tática. Gareca teve, desde o início, o apoio dos atletas, que ficam encantados com o treinador.

A confiança mútua entre ambos, resultou na classificação do Peru para a Copa do Mundo de 2018, mais as posições de destaque na Copa América de 2015 e 2019, terminando em terceiro e segundo lugar, respectivamente.

Jogador de futebol

Descrição gerada automaticamente com confiança média
Gareca mudou a cara da Seleção Peruana. Foto: Goal

O treinador mudou a forma da seleção jogar, e mexeu diretamente nas competições nacionais, e o retorno do público peruano aos estádios de futebol em massa. Atualmente, o técnico argentino tenta manter o Peru na disputa por uma vaga na Copa do Mundo.

Faltando duas rodadas para o fim das Eliminatórias Sul-Americanas, o desafio é conseguir a vaga, que não está tão distante. Hoje, o Peru ocupa a 5ª colocação da tabela das Eliminatórias, e pode passar o Uruguai, atual quarto colocado, caso vença o próximo jogo, contra o time de Cavani e Suárez.

Quer ficar ligado em tudo o que rola no futebol peruano? Aqui no Bets, você não perde nenhum lance e vive antenado sobre tudo o que rola no mundo da bola!

Compartilhe esse conteudo