O camisa 7 falou a respeito dos ensinamentos do técnico e comentou sobre preparação para o confronto contra o clube argentino, Independiente, nesta terça-feira

Na tarde desta sexta-feira (01), o meia Richardson cedeu coletiva de imprensa à Ceará TV e comentou sobre a mudança na filosofia de trabalho com a chegada do novo técnico, Dorival Jr. O meia ainda revelou detalhes da preparação da equipe para estrear na CONMEBOL Sul-Americana.

Richardson, que retornou ao clube na temporada de 2022, comentou sobre a dificuldade que será enfrentar o Club Atlético Independiente, declarado pelo mesmo como concorrente direto rumo à classificação.

Está previsto para que, após o confronto contra o clube argentino, o Vozão jogue quatro jogos em 12 dias, com partidas internacionais incluídas no planejamento do clube.

Sobre o calendário de jogos, o jogador comentou: “infelizmente é dessa forma. A gente não queria que acontecesse esses dez dias, mas aconteceu, então estamos nos preparando para essa sequência de jogos.”, disse o atleta sobre a pausa do time entre a partida contra o CRB-AL e contra o Independiente.

Focado no estilo de jogo de seu adversário, o camisa 7 destaca a importância de mentalizar a jogabilidade do rival, a fim de conhecer seus pontos fortes e fracos. Objetivo é explorá-los e usar a favor do clube, para realizar um bom jogo, diante do apoio dos torcedores.

A partida entre Ceará e Independiente terá a Arena Castelão como palco, contando com o apoio de milhares de torcedores. Foto: Reprodução / Ceará 

Quando perguntado sobre as precoces desclassificações do clube alvinegro nas competições regionais, durante o início da temporada, Richardson desabafou: "Nós fizemos jogos muito bons esse ano, apesar de ter duas eliminações muito dolorosas em questão de mata-mata”.

O Clube Alvinegro presenciou duas árduas derrotas que causaram sua desclassificação, ambas ocasionadas durante decisão por penalidades.  A primeira em fevereiro, quando foi superado pelo Iguatu no Campeonato Cearense. Já a segunda eliminação, ocorreu na semifinal da Copa do Nordeste, após ser desclassificado pelo CRB.

Richardson celebrou o fato de o Vozão estar disputando um campeonato internacional e estar presente neste momento importante para o time. Foto: Reprodução / Vozão TV

Não é de hoje que os clubes da Série A sofrem com o planejamento de jogos. As longas viagens geram desgaste na equipe que, por vezes, acabam sendo refletidos dentro de campo. Para o camisa 7, a rotina de treinos gera um cansaço físico e mental pertinente, merecendo um acompanhamento mais focado.

O jogador reconheceu a importância da presença da torcida durante a difícil fase enfrentada pelo time no começo da temporada e aproveitou o espaço para agradecer por todo apoio. Foto: Thiago Gadelha


Richardson concluiu: “É importante cada jogador saber da função que tem que desempenhar dentro do campo, para que caso alguém não possa estar presente, quem for entrar no lugar esteja preparado e no mesmo nível”.

“A gente vai encarar da melhor maneira possível, tentando recuperar ao máximo para que possamos estar inteiros no jogo, que é o mais importante”, finalizou o jogador.

Ceará volta a campo na próxima terça-feira (5), pela Copa Sul-Americana, contra o Club Atlético Independiente, às 19h15 (horário de Brasília).

Compartilhe esse conteudo