O RFC de Liège venceu o primeiro campeonato belga, na temporada 1895/96.

Quando se pensa em clube de futebol da cidade de Liège, logo se remete ao pensamento a um dos mais tradicionais clubes da Bélgica, detentor de vários títulos no país, e que tem uma vasta história, esse clube é o Royal Standard de Liège, ou mais conhecido como Standard de Liège, e que teve sua fundação em 1898.

Um pouco antes, mais exatamente no ano de 1892, outro clube da cidade foi fundado, e esse clube centenário faz o clássico local com o Standard de Liège, além disso ele também tem o título de ser o primeiro vencedor do campeonato belga de futebol, estamos falando do Royal Football Club de Liège, ou simplesmente, RFC de Liège, que será o destaque do nosso artigo de hoje.

O RFC de Liège tem como maior rival o tradicional Standard de Liège, e suas alcunhas são: Les Sang & Marine, Le Great Old Wallon, Club Liégeois e Le Matricule 4.

Com sede na cidade de Liège, na Valônia, o RFC de Liège, em sua fundação no ano de 1892, se chamava Liège Football Club. Três anos mais tarde, em 1895, tornou-se membro da Associação Belga de Futebol, assim como outros clubes:

Antwerp FC, La Gantoise, Athletic & Running Club, Bruges FC, Léopold Club Brussels, Racing Club Brussels , Sporting Club Bruxelas, Union Ixelles e Verviers FC, e com isso foi um dos primeiros participantes do campeonato do país.

O RFC de Liège é o quarto clube mais antigo da Bélgica e foi fundado pelo Sindicato dos ciclistas de Liège. O futebol começava a ficar popular pelo mundo, e esse grupo tinha o intuito de jogar o esporte no inverno, para se manterem em forma quando não estivessem praticando o ciclismo, uma das atividades populares da região belga.

Royal Léopold Football Club versus Royal Football Club de Liège, em Spa em 4 de outubro de 1896 (Foto - Wikipedia)

Na primeira temporada, em 1895/96, o Liège Football Club, não tomou conhecimento dos seus adversários e foi primeiro colocado.

Aquele campeonato teve mais seis equipes, na ordem de classificação, partindo do segundo: Royal Antwerp Football Club, Sporting Club de Bruxelles, Royal Léopold FC, K.F.C. Rhodienne-De Hoek, Club Brugge Koninklijke Voetbalvereniging e Union F.C. d'Ixelles. O Liège Football Club foi o primeiro campeão belga de futebol.

Aquele início promissor seria contagiante, fruto disso, viriam mais dos títulos do Campeonato da Bélgica, antes da virada para o século 20, as conquistas foram nas temporadas 1897/98 e 1898/99. O clube surgia como a principal potência belga no futebol naquela época.

Entre 1896 a 2012, o Royal Football Club de Liège, sempre teve em alguma divisão do futebol belga, o " Grande Velho Valão ", conseguiu emplacar 109 temporadas seguidas, e com isso, detém o recorde de clube que mais esteve na liga nacional.

Ao todo, foram 67 temporadas na primeira divisão belga, nessa emplacando 50 seguidas, entre 1950 a 1995, outras 28 foram na segunda divisão e 11 na terceira divisão.

Em 1910, fizeram história de forma negativa, o clube belga se tornou o primeiro campeão da liga a ser rebaixado para a categoria prata.

No ano de 1920, seu nome teve uma alteração, o acréscimo da palavra Royal, antes chamado de Liège Football Club, o clube agora passa a ter o nome de Royal Football Club de Liège.

Vieram os anos de Guerras Mundiais, e um longo período de instabilidade do clube, que foi afastando o Royal Football Club de Liège das conquistas. Só que na década de 1950, eis que veio o ressurgimento.

R.F.C._de_Liège_Logo (Foto - Wikipedia)

Nas temporadas 1951/52 e 1952/53, duas conquistas do Campeonato Belga de Futebol, levantaram o ânimo de um clube que ficou um bom tempo adormecido. O Royal Football Club de Liège voltava a figurar entre os grandes clubes da Bélgica.

Nesse período de sucesso, apareceu o jogador Louis Carré, que representava o clube e era figurinha carimbada nas convocações da Seleção Belga. Louis Carré conseguiu um recorde para o clube, de um atleta com maior número de jogos consecutivos pelo seu país, foram 50. O período foi de 22 de maio de 1949 a 11 de março de 1956, o jogador ainda faria mais seis partidas, totalizando 56 jogos.

Os anos seguintes, nas décadas de 1960, 1970 e metade da década de 1980, uma nova instabilidade. O clube foi perdendo um pouco de força no país, e com isso, muitos atletas jovens acabavam sendo negociados com equipes que estavam melhores, como Anderlecht ou Club Brugge.

No meio da década de 1980 para o final foi uma chama para dias melhores com participações na Taça da UEFA, enfrentando equipes como SL Benfica, Juventus FC, Rapid Viena, Hibernian FC, Werder Bremen e Athletic Bilbao, deram novo ânimo ao clube.

O entusiasmo foi bom para iniciar a década de 1990, o que animou com seu título da Copa da Bélgica, na temporada 1989/90. Sua primeira conquista nesse torneio.

Caso Bosman:

Jean-Marc Bosman, grave bem esse nome, o jogador revolucionou a organização e regulamentação do futebol mundial, um grande marco para o Direito Desportivo.

Bosman tinha contrato com o Royal Football Club de Liège até junho de 1990. Naquela época, se o contrato tivesse terminado, era necessário que outro clube pagasse para quem tinha o passe antes, caso quisesse tirar o jogador do clube.

No caso, o Royal Football Club de Liège estipulou um valor de 12 milhões de francos belgas pela venda do belga. Bosman, após o término de seu contrato, queria se transferir para o US Dunkerque, só que o clube francês não tinha como arcar com os valores do

RFC de Liège. Foi então que o atleta resolveu ir para justiça.

Bosman com seus advogados, enfrentaram Federação Belga, UEFA e FIFA, e venceram no tribunal. No dia 15 de dezembro de 1995, ele venceu sua batalha judicial, e conseguiu fazer com que jogadores fossem livres para negociar com outros clubes, ao término de seu contrato sem ter uma venda na negociação.

A Lei Bosman mudou o mercado de transferências de jogadores na Europa e depois teve influência significativa no mundo. Graças a Jean-Marc Bosman.

Stade RFC LIEGE (Foto - Pinterest)

Devido a crises financeiras, o RFC de Liège, em 1995, acabou se fundindo com o RFC Tilleur-Saint-Nicolas e teve nova alteração de nome, dessa vez para: R. Tilleur FC de Liège. Em 2000, retornou para seu nome atual.

A temporada de 1996 foi triste para a história do clube, o RFC de Liège foi rebaixado para terceira divisão, a última vez tinha sido em 1945. Em 2008, com a conquista da D3, o time volta para a Segunda Divisão Belga.

O ano de 2011 foi importante, pois investimentos de alguns proprietários, chegaram para recuperar o RFC de Liège, fazer com que esse clube histórico renasça novamente. Nos últimos anos, o clube vem se organizando gradativamente, e isso já é um começo.

Atualmente, a equipe está na Primeira Divisão Amadora, a Terceira Divisão Belga, e tem o grande objetivo de futuramente voltar à elite do futebol belga.

Fique ligado nas nossas histórias aqui na Bets, aqui você aprende bastante sobre as equipes do futebol mundial!

Compartilhe esse conteudo