Em jogo agitado e cheio de viradas, quem levou a melhor foi o time da casa

Image
Massa Bruta marca quatro vezes e vence São Paulo no Nabizão. Foto: Ari Ferreira

Na noite desta quinta-feira (3), o Red Bull Bragantino recebeu o São Paulo no Estádio Nabizão pela terceira rodada do Campeonato Paulista. O jogo foi marcado pela quantidade de gols, sete, e pelas quatro viradas seguidas.

O jogo

A partida começou com o São Paulo pressionando e empurrando o Red Bull Bragantino para o campo de defesa. Do outro lado, o mandante apostava no contra-ataque e se aproveitava dos buracos no meio campo do São Paulo.

O tricolor conseguia criar jogadas por infiltração na defesa do Massa Bruta. Aos 9 minutos, Rodrigo Nestor recebeu passe após jogada infiltrada, mas pegou mal e chutou a bola muito alto. RB Bragantino era o mais competente na partida. Conseguia atrapalhar a construção tricolor desde o campo de defesa.

Um pouco depois, aos 11 minutos, Miranda saiu mal e chutou a bola contra o atacante Artur. Na tentativa de recuperar, furou mais uma vez e o jogador avançou para área pronto para chutar no canto esquerdo de Tiago Volpi e abrir o placar no Estádio Nabi Abi Chedid.

Image
Artur durante comemoração de gol contra o São Paulo. Foto: RBB/ Twitter

O meio campo jovem do time do Morumbi, formado por três garotos: Rodrigo Nestor, Gabriel Sara e Talles Costa, sofria com a marcação alta do Bragantino. Rogério Ceni não pode contar com Patrick, que está lesionado, e preferiu deixar Nikão no banco.

Entretanto, aos 22 minutos, o rumo do jogo mudaria. São Paulo ganhou cobrança de escanteio, Miranda desviou a bola para Alisson que empurrou para o gol e empatou a partida para o São Paulo.

Quando a primeira etapa do duelo estava chegando ao fim, Hyoran recebeu cruzamento e, de cabeça, fez o passe para Alerrandro finalizar na entrada da área. O chute de três dedos colocou o Red Bull na frente mais uma vez. O primeiro tempo terminou em 2 a 1 para o time da casa, mas a segunda etapa ainda prometia muito.

Alisson, que marcou seu primeiro gol pelo São Paulo, cedeu entrevista após o fim do primeiro tempo:

“Estamos fazendo um excelente jogo, buscamos o empate e estou feliz pelo gol. Estamos fazendo tudo para conseguir a primeira vitória, mas tenho certeza de que vamos arrumar o que tiver agora para o segundo tempo”, disse o dono do gol de empate.

Image
Calleri em disputa de bola na partida Red Bull Bragantino 4 a 3 São Paulo. Foto: Denny Cesare / Ag. Paulistão

O segundo tempo começou eletrizante! Logo aos dois minutos o São Paulo empatou o jogo com o lateral direito Igor Vinicius. Rigoni tentou marcar o gol, mas acertou a trave e sobrou em cima da linha. O lateral chegou com a ponta da chuteira, aproveitou o rebote e empurrou a bola para o fundo da rede.

Rigoni deu sua segunda assistência minutos mais tarde, Calleri entrou na área marcado por dois defensores, mas levantou a mão e pediu a bola. O camisa 7 atendeu e cruzou para o argentino cabecear e balançar as redes.

Quando parecia que São Paulo havia começado a crescer no jogo, e o Red Bull havia se fixado no campo de defesa, Hyoran apareceu. O meio-campista recebeu na entrada da área, dominou com o pé direito e finalizou no ângulo do gol de Tiago Volpi, sem chances para o arqueiro. O Braga havia, mais uma vez, empatado a partida.

O empate esfriou a partida, São Paulo até tentava virar novamente, mas a defesa do RB Bragantino estava bem postada e não deixou os atacantes tricolores passarem mais uma vez.

Parecia que o jogo acabaria no 3 a 3, mas ainda faltava a lei do ex. Hyoran cruzou a bola na medida, e Gabriel Novaes entrou por trás da defesa tricolor para finalizar de primeira e fazer o quarto gol, o gol da virada.

O jornalista Eduardo Rodrigues, do GE, comentou a comemoração do jogador: “Gabriel Novaes, cria da base são-paulina, comemora gol com raiva e muita vontade. Isso porque o São Paulo nunca fez questão de ter o jogador em seu elenco principal. Sua saída foi bem conturbada, com pouquíssimas oportunidades”.

O juiz deu mais seis minutos de acréscimos. São Paulo ainda tentou empatar com jogadas individuais, mas nada concluído, os três pontos foram para o Red Bull Bragantino.

Image
Jogador Arboleda fez sua estreia na temporada na derrota para o Red Bull Bragantino. Foto: São Paulo

NÚMEROS DO JOGO

  • RB Bragantino 4 x 3 São Paulo
  • Finalizações (certas): 11 (7) - 18 (7)
  • Posse de bola: 39% - 61%
  • Precisão posse de bola: 73% - 82%
  • Faltas: 14 - 16
  • Cartões Amarelos: 2 - 2
  • Cartões Vermelhos: 0 - 0
  • Impedimentos: 1 - 0
  • Escanteios: 4 - 8
Compartilhe esse conteudo