Saiba tudo sobre o torneio nacional disputado no México

Uma das grandes ligas da América Latina, a Liga Mexicana de Futebol é dividida em dois campeonatos. Apertura e Clausura, são os torneios que ajudam a decidir o grande campeão nacional mexicano.

Com o Apertura dessa temporada finalizado, agora os olhares dos amantes do esporte local, se voltam para o Torneo Clausura. Na atual edição da competição, o Pachuca é o líder com 16 pontos conquistados, em sete jogos disputados.

Fecham o G4 da competição os times do Tigres, Puebla e Cruz Azul. O time do Pachuca se mantém na liderança, pela diferença imposta no saldo de gols, em relação ao time do Tigres.

O segundo colocado tem a mesma pontuação que o Pachuca. Com campanhas iguais, sendo de cinco vitórias, um empate e uma derrota para cada equipe mexicana, o saldo de gols do Pachuca é positivo de +8, enquanto o do Tigres é de +4.

Vencedor do Apertura, o América começa mal o Torneo Clausura

Dono de uma campanha impecável na primeira parte do campeonato nacional, o América teve em 17 jogos disputados pelo Torneo Apertura, o total de 35 pontos conquistados, e foi o campeão dessa primeira fase da competição.

Vale lembrar, que Apertura e Clausura, são as primeiras fases da competição nacional, que é decidida em mata-mata de confrontos incríveis entre os quatro melhores de cada competição, com jogos de ida e volta.

Ao longo da campanha no Apertura, o América somou 10 vitórias, cinco empates e duas derrotas. O ataque foi um dos destaques da competição, com 21 gols marcados em 17 partidas.

A sólida defesa do time mexicano, também foi uma de suas maiores armas, com apenas 10 gols sofridos nas partidas realizadas, que dão ao time um saldo positivo de menos de um gol tomado por jogo.

Já no Clausura, o América tem uma das piores campanhas. Ocupando a 16ª colocação na classificação geral atualmente, o time soma quatro pontos conquistados em seis jogos disputados. Ao todo, o América tem uma vitória, um empate e quatro derrotas no Clausura.

Pachuca e Tigres travam um duelo interessante pela liderança da competição

Como dito antes, Pachuca e Tigres estão empatados na atual temporada. O time do Pachuca leva a melhor, pelo saldo de gols maior em relação ao rival. Porém, a equipe do Tigres, possui peças que podem desequilibrar o torneio nacional.

O time que já tinha Gignac como o grande nome da equipe e um dos maiores atacantes mexicanos, se reforçou para a atual temporada com o meia venezuelano, Yeferson Soteldo.

Jogador com passagem marcante pelo Santos, Soteldo pode desequilibrar as partidas com seus dribles e gols, características que marcaram sua trajetória na equipe brasileira. O atleta se juntou ao time mexicano na atual temporada, depois de ser vendido pelo Toronto FC do Canadá.

Jogador de basquete com a boca aberta

Descrição gerada automaticamente
Gignac é a esperança de gols do Tigres. Foto: ESPN

Pelo lado do Pachuca, o grande destaque está no banco de reservas. O técnico Guillermo Almada fez um ótimo trabalho entre 2019 e 2021 na equipe do Santos Laguna, e teve destaque no cenário mexicano.

Ao final da temporada passada, o técnico que já vinha ganhando força e sendo pedido por torcedores dos grandes times mexicanos, assinou contrato com o Pachuca, e essa temporada começou a mostrar serviço no time local, deixando a equipe na primeira colocação do Clausura dessa temporada.

O Puebla é a surpresa do momento na competição mexicana

O time que ocupa a terceira colocação na classificação geral do Clausura, faz boa campanha no torneio nacional. Com 14 pontos conquistados em seis jogos disputados, o time do Puebla está invicto na competição, e ainda não perdeu no torneio.

Com quatro vitórias e dois empates, a equipe tem um ataque efetivo, com dez gols marcados, e uma defesa forte, com apenas três gols sofridos. O grande destaque do Puebla e mais conhecido jogador, está no meio campo.

Grupo de homens com uniforme de futebol

Descrição gerada automaticamente
Time do Puebla perfilado. Foto: AS

Mancuello é um meia armador que teve passagens marcantes por Independiente e Flamengo, e atualmente defende o Puebla. Dono de um passe preciso e boa movimentação durante o jogo, o atleta chegou esse ano ao Puebla, e já tem destaque no time.

Com quatro jogos disputados, dos seis realizados pela equipe mexicana, o jogador foi uma das contratações mais festejadas no início da temporada, e já vestiu a camisa 10 do clube do México.

Fechando o G4 vemos o Cruz Azul buscando outra classificação para as fases decisivas

Dono da quarta melhor campanha do Torneo Clausura, o Cruz Azul soma 13 pontos conquistados em seis jogos disputados. O time que ano passado decidiu o título do Campeonato Mexicano com o Atlas, busca se recolocar nas fases agudas do torneio.

Ao todo, o Cruz Azul conquistou quatro vitórias, um empate e uma derrota. Com 11 gols marcados, é um dos ataques mais efetivos do Clausura. Além disso, a equipe soma apenas cinco gols sofridos.

Entre os jogadores do time mexicano, o venezuelano Otero, talvez seja o mais conhecido do público brasileiro. O atleta com passagens por Atlético Mineiro e Corinthians, se notabilizou por ser um grande cobrador de falta.

Jogador de futebol com pessoas assistindo

Descrição gerada automaticamente
Jogadores do Cruz Azul comemoram gol na competição nacional. Foto: Trivela

Pelo time de Minas Gerais, Otero foi destaque da equipe nos anos de 2016 e 2017, sendo considerado pela crítica nacional, como um dos melhores meias do Brasil. Na sequência, o rendimento do atleta caiu, e ele nunca mais retomou os altos níveis de exibição que lhe renderam a compra do Atlético Mineiro dos direitos do atleta.

O Torneo Clausura segue a todo vapor, e está na sétima rodada da disputa nacional. Quer ficar ligado em tudo o que rola no futebol mexicano? Aqui no Bets, você não perde nenhum lance, e vive antenado, sobre tudo o que rola, no mundo da bola!

Compartilhe esse conteudo