Conheça mais sobre a história dessa equipe que já venceu a principal liga do futebol romeno

Fundada em 1926, a equipe do Resita tem na sua história, o currículo recheado de grandes revelações do futebol local. Além disso, é dona de uma tradição enorme no esporte nacional, sendo um dos principais times da atual terceira divisão da Romênia.

O clube que conviveu com a disputa de divisões menores em sua história, é uma das primeiras equipes a vencer a Liga Romena de Futebol, na temporada de 1930/31. Com um time que marcou época no cenário nacional, o Resita ainda foi vice-campeão nacional na temporada seguinte.

Além das campanhas de destaque na Liga I, o clube soma quatro títulos da segunda divisão nacional, nas temporadas de 1937/38, 1971/72, 1991/92 e 1996/97. Outras colocações de destaque aconteceram nos vice-campeonatos em 1948/49, 1961/62, 1962/63, 1963/64 e 1968/69.

Uma imagem contendo pessoa, grama, jogador, homem

Descrição gerada automaticamente
Jogadores comemoram com a torcida o resultado positivo conquistado pelo clube. Foto: Express De Banat

Pela terceira divisão nacional, os títulos dos anos de 1937 e 2019, tem um lugar especial na galeria de troféus do clube romeno. Pela competição romena, o time ainda acumula dois vice-campeonatos em 2016/17 e 2017/18.

Já no grande torneio de mata-mata local, a Copa da Romênia, o clube do Resita possui um título, no ano de 1954, quando derrotou o maior time do país no esporte, o Dinamo Bucuresti.

O destaque do time está nas categorias de base

Com um projeto sólido desde a sua fundação para a formação de novos atletas, seguidos jogadores romenos começaram a sua trajetória no time do Resita. Atodiresei, Beldeanu e Dean Beta, são alguns dos nomes marcados na história do clube.

Porém, um lateral-esquerdo revelado no clube, é o maior nome que já surgiu das categorias de base do time romeno. O jogador que teve passagem de destaque pela Internazionale (Itália), participou da última conquista da Champions League na temporada 2009/10 pelo time de Milão.

Pessoas jogando futebol em um campo

Descrição gerada automaticamente
Jogador do Resita tenta a jogada. Foto: Tek Deeps

Além disso, foi um dos pilares defensivos daquele time, que levou, não só ao título da Champions, como à conquista dos campeonatos Italiano, Mundial de Clubes e a Copa da Itália naquela temporada.

Cristian Chivu é o nome mais conhecido dos jogadores revelados pelo clube romeno

Um dos grandes nomes do esporte local de todos os tempos, Chivu foi um lateral-esquerdo de uma carreira incrível por todos os clubes que passou. Com o início no Resita na temporada de 1996/97, o jogador foi uma das peças fundamentais da conquista do clube da segunda divisão nacional.

Na sequência, a transferência para o time romeno do Universitatea Craiova, foi um prêmio ao jogador, que depois da ótima temporada em 1996/97, foi oficializado como jogador do Craiova em 1998.

Pela equipe romena, o jogador teve 32 jogos disputados e três gols marcados. Porém, suas atuações de destaque foram se mantendo, e o atleta foi contratado pelo Ajax da Holanda, em 1999.

Pelo time holandês, o jogador deslanchou. Destaque durante os quatro anos em que permaneceu no clube, Chivu foi uma das peças principais do time do Ajax, conhecido por sua defesa sólida.

No período em que permaneceu no clube holandês, o jogador ajudou o time a conquistar a Eredivisie e a Dutch Cup da temporada 2001/02. Ao final da temporada seguinte, o atleta foi anunciado como novo reforço da Roma (Itália).

Homem de uniforme azul

Descrição gerada automaticamente
Chivu em campo pela Inter. Um dos grandes laterais do time de Milão. Foto: Goal

A Roma é uma das equipes italianas mais conhecidas ao redor do mundo, e que atrai os olhares dos amantes do futebol. O clube que leva o nome da capital italiana, porém, não soma muitos títulos em sua história.

Chivu chega ao time que buscava conquistar um troféu e consolidar a equipe que, ao longo de sua trajetória na Roma, foi comandada pelo maior ídolo do clube, o ex-jogador Francesco Totti.

Porém, a melhor fase de sua carreira, ainda estaria por vir. Ao final da temporada 2006/07, depois do título conquistado da Coppa Italia, conquistado pela Roma em final contra a Internazionale, o jogador foi anunciado pelo rival italiano.

Vendido por 16 milhões de euros, o lateral foi um pedido do técnico Roberto Mancini, que viu nele, um potencial enorme para ajudar o time de Milão na busca da conquista da Champions League, título que o clube não via há anos.

A temporada mágica para Chivu foi a melhor na história recente da Internazionale

Comandados por José Mourinho, os jogadores da Internazionale viveram na temporada de 2009/10, uma sensação única: vencer todos os torneios disputados pela equipe.

Chivu era uma das peças chaves de uma defesa formado por Júlio Cesar, Maicon, Lúcio e Samuel ao lado do romeno. O time que teve no meia Sneijder o grande destaque individual daquela temporada, foi campeão de tudo o que disputou.

A Champions League da temporada 2009/10, vencida diante do Bayern de Munique, foi o auge do clube naquele ano. Com dois gols do atacante argentino Diego Milito, o time da Inter vencia, após 45 anos, a principal competição europeia.

Pessoas com uniforme de futebol

Descrição gerada automaticamente com confiança média
Chivu comemora título conquistado ao lado de Júlio César, goleiro brasileiro. Foto: Portal O Craiovano

Àquela altura, Chivu já era o grande nome da Seleção Romena, e considerado por muitos, o atleta romeno de maior sucesso internacional no futebol.

Na sequência da carreira, enfrentando um declínio físico e a dificuldade em se sobressair na disputa por vaga no time da Inter, Chivu anunciou, em 2014, a sua aposentadoria, e hoje é técnico das categorias de base da Internazionale. O convite veio quatro anos após a sua aposentadoria, e o ex-jogador foi festejado pelos torcedores, em seu retorno ao clube, como técnico.

Quer ficar ligado em tudo o que rola no futebol da Romênia? Aqui no Bets, você vive antenado, sobre tudo o que rola, no mundo da bola!

Compartilhe esse conteudo