Volante formado no Corinthians estava no Shakhtar Donetsk e vai reforçar o time de Vítor Pereira até o fim da temporada

Mal deu tempo de o Corinthians anunciar a contratação de Maycon e o volante já estava no Centro de Treinamentos Joaquim Grava, trabalhando como se nunca tivesse saído do seu lar. Formado no próprio Timão, o jogador de 24 anos vem por empréstimo do Shakhtar Donetsk até o fim da temporada. Ele se junta a Júnior Moraes, que também estava no mesmo time ucraniano.

No vídeo divulgado pelo Corinthians, já foi possível ver o volante conversando com o técnico português Vítor Pereira, reencontrando antigos funcionários do clube e fazendo exercícios físicos. Ele declarou: "Estou feliz de estar aqui, espero poder contribuir, raça e vontade é o que estou disposto a dar e ajudar o clube a conquistar os objetivos esse ano".

Maycon conversa com Fagner: relembrando os velhos tempos

A vinda de Maycon foi um excelente negócio para o Corinthians, sob todos os pontos de vista. O clube pagará apenas os salários, sem necessidade de dar algum valor aos ucranianos.

Além disso, sua juventude e força física podem fazer a diferença para um elenco titular envelhecido, não raro acima dos 30 anos, que tem sentido dificuldade para manter o ritmo na segunda etapa das partidas.

No total, Maycon tem 107 jogos com a camisa alvinegra, além de 8 gols. Ele conquistou um Campeonato Brasileiro, em 2017, e o bi do Paulistão (2017-18). Quando saiu do Timão, ao final da temporada de 2018, gerou quase 30 milhões de reais aos cofres do clube.

Maycon será o sexto reforço do Timão para 2022, encerrando momentaneamente a ida ao mercado do clube, que tem até o fim da tarde deste sábado, 2 de abril, para enviar a lista de jogadores da Copa Libertadores da América.

No entanto, a lista final, de 50 nomes, tem fluxo contínuo até 25 de abril, véspera da terceira partida da primeira fase (no caso, contra o Boca Juniors, em casa).

Comemorando o gol decisivo de Pênalti que deu o título paulista em 2018, sobre o rival Palmeiras

Passagem europeia trouxe maturidade tática

Embora tenha surgido como volante, os quatro anos de futebol ucraniano elevaram o jogo de Maycon. Treinado por portugueses - como Luís Castro, agora no Botafogo -, ele jogou em novas posições no meio campo, cumprindo funções diferentes das que estava acostumado aqui no Brasil.

Assim, a torcida espera que ele contribua para dar dinamismo e energia ao time do Corinthians. Vítor Pereira poderá utilizar Maycon tanto como primeiro volante, dando mais sustentação à defesa, contribuindo na saída de bola, quanto como meio campista como mais liberdade, na mesma função de Paulinho, sendo aquele "todo campista" capaz de cobrir o gramado de área a área.

O novo reforço pode desafogar Renato Augusto e Willian, que têm se desgastado demais nas partidas, além de ser um jogador melhor do que Du Queiroz, ainda com dificuldades para se firmar como titular absoluto do time.




Compartilhe esse conteudo