Podia ser tranquilo? Podia, mas o Dragão gosta mesmo é de emoção! E com a vitória se mantém líder da chave que pertence na Sul-Americana.

Na noite de quarta-feira, o Dragão enfrentou o Defensa y Justicia atrás de uma vitória para seguir liderando a chave na Sul-Americana, e não só conseguiu, como poderia ter feito isso com folga de placar.

Abre os braços e grita gol! Marlon Freitas fez o primeiro gol da partida. Foto: Divulgação/Conmebol Sul-Americana

Isso porque, a locomotiva rubro-negra abriu um placar de 3 a 0 no Antônio Accioly, levando os torcedores a loucura. No entanto, como brasileiro parece gostar mesmo é de emoção, a defesa vacilou e Agustín Fontana e Lucas Albertengo empurrou a bola na rede.

O placar final ficou em 3-2, todavia, o resultado foi satisfatório para a equipe atleticana que conseguiu vencer após um jejum de cinco jogos e de quebra se manteve líder de sua chave na Copa Sul-Americana.

Os donos da casa mostraram serviço logo no primeiro tempo, detiveram o controle da bola e com uma oportunidade aos 17 minutos, Marlon Freitas jogou para a rede, mas a bola não entrou, bateu no braço de Cardona, a arbitragem então marcou pênalti e com Marlon na cobrança o Atlético-GO abriu o placar.

Mas o Atlético-GO queria mais e saiu em busca do resultado. Com vontade de vencer e ampliar ainda mais o placar, o Dragão teve sua chance através de Shaylon, que evocou o poder dos Thundercats dentro de si e aos 46 minutos balançou a rede, deixando o placar em 2 a 0 em favor do Dragão.

A noite estava longe de acabar e com o placar avantajado o Defensa y Justicia parecia esta enfrentando maus momentos. Isso porque, aos 7 do segundo tempo o goleiro Unsain acabou marcando um gol contra e ampliando ainda mais o placar, totalizando 3 a 0.

Entretanto, enquanto não acaba não está acabado e os argentinos provaram isso, aos 17 minutos do segundo tempo, Fontana veio com tudo e reduziu a vantagem para 3-1. Inspirado por seu colega de time, foi a vez de Albertengo vir aos 40 minutos e reduzir ainda mais o placar.

Mesmo com grandes emoções o Atlético-GO venceu o Defensa y Justicia, o Dragão tinha uma grande vantagem, mas o jogo só termina quando acaba. Foto: Bruno Corsino/ACG/Flick

Apesar da diminuição de vantagem, o Atlético-GO continuou mantendo o placar, mesmo com as investidas do Defensa atrás de uma abertura na defesa do time atleticano. O placar final ficou em 3 a 2, com a arbitragem apitando o fim do jogo. Com os pontos conquistados a equipe rubro-negra continua líder da sua chave e volta seu foco para a disputa do Brasileirão.

Compartilhe esse conteudo