O Mjällby Allmänna Idrottsförening (Mjällby AIF) é um clube sueco antigo, fundado em 1939 que tem uma grande ligação com os visons, pequenos animais peludos usados para a fabricação de casacos de pele.

Isso porque, a criação desses animais alavancou a economia na região de Hällevik, inclusive os agricultores da região são responsáveis pela fundação do clube.

Mjällby AIF - créditos da imagem: sportadm.se

O Malf, como é conhecido pelos torcedores teve um passado de altos e baixos, mas há algumas temporadas se estabilizaram na elite do futebol nacional, o Allsvenskan. O time de cores amarelo e preto é mais bem-sucedido da província de Blekinge e é onde está a maior parte de sua apaixonada torcida.

Alguns ex-jogadores que defenderam a seleção sueca começaram suas carreiras no clube, como é o caso do goleiro Mattias Asper e do meio campista Christian Wilhelmsson. Os dois também encerraram suas carreiras no clube em 2015.

Últimas temporadas do Mjällby AIF

Entre os aficionados pelo futebol na Suécia, o Malf é conhecido como a equipe que sempre regressa, por conta dos rebaixamentos. Em 2009, após vencer a Superettan (segunda divisão do campeonato sueco), a equipe retornou à elite, jogou 5 temporadas e foi novamente rebaixada.

Depois foram mais quatro temporadas na segundona. Em 2019, fez uma ótima campanha, fez novas contratações, mudou a equipe técnica para mais uma vez conquistar o campeonato da segunda divisão. Com 57 pontos e uma média baixa de público (pouco mais de 2 mil pessoas), conseguiu novamente o acesso.

Em 2020, no retorno ao Allsvenskan surpreendeu até mesmo a pequena torcida ao terminar a competição na quinta colocação com 47 pontos. Na temporada seguinte, não foi tão bem, mas conseguiu se manter na primeira divisão com a nona colocação (39 pontos).

Elenco

O plantel do Mjällby AIF é formado por atletas jovens e poucos veteranos. Talvez por isso a média de idade esteja em 24,1 anos. Trata-se de um elenco enxuto, com 26 jogadores, dos quais 9 deles são estrangeiros, o que representa 34,6% do time.

Para a temporada de 2022, o time fez algumas contratações pontuais. Foram 10 jogadores que vieram para recompor parte do elenco que foi desmembrado na temporada anterior e alguns emprestados de outros times europeus.

Elenco Mjällby AIF – créditos da imagem: Maif.se

O time titular conta com o goleiro Samuel Brolin, 21, os zagueiros Carlos Moros, 28, Magnus Wörts, 23, e Ivan Krickak, 25. Quando usa laterais, são escalados Adam Stahl, 27, na lateral direita e Kadir Hodzic, 27, na lateral esquerda.

No meio de campo, os volantes Viktor Gustafson, 26, e Jesper Gustavsson, 27, o meia atacante Ludvig Carlius, 20, e o meia direita Adam Petterson, 21. Na frente, o ponta direita Herman Johasson, 28, e o centroavante Jacob Bergstrom, 26.

O técnico Andreas Brannstorm opta por um time sem laterais em um 3 - 5 - 2, com dois volantes, três meias e dois atacantes. Os meias também fazem a função de atacantes e se alternam na marcação.

História

Em meio a Segunda Guerra Mundial, em primeiro de abril de 1939, dois times se fundiram: o então Listers IF e o Hälleviks IF tornaram-se uma associação conjunta. O homem por trás desse feito foi um agricultor, Axel Bengtsson, que acreditava que a junção traria mais competitividade à equipe.

Na época, era algo impensado, principalmente porque as duas equipes eram rivais. O distrito de Hällevik, no município de Solvesborg, estava dividido. Alguns queriam a fusão, outros apresentavam uma enorme oposição às ideias de Axel.

Apesar disso, o agricultor tinha uma visão ampla do futebol e do que era necessário para o sucesso de um time. Inicialmente queria um CT completo, capaz de oferecer os recursos necessários para a formação de uma equipe vencedora.

Começou com o terreno, que o agricultor vendeu para associação por 2.250 coroas suecas, um valor considerado simbólico pelo feito. Em troca, o clube teve acesso aos jogos em casa pelo resto da vida e um aluguel anual de 150 coroas suecas.

Também foi decidido o escudo, bem como as cores preto e amarelo para estampá-lo, bem como o uniforme do time.

Com todos os esforços, Axel conseguiu convencer a maioria da população local pela fundação daquele que seria o maior clube de futebol da região, inclusive ajudou a escolher o nome do recém-formado estádio: o Strandvallen.

Com o intuito de crescer e receber cada vez mais pessoas, o conselho decidiu que a reconstrução da arena começaria em 1950, mas a obra durou muito tempo e muitos moradores acreditaram que sequer seria finalizada.

Mjällby AIF 2022 na Copa da Suécia – créditos da imagem: HBK.se

Até 1953, o Mjällby mandou suas partidas em casa para o Sölvesborg. Até que em 28 de junho daquele ano, a Arena foi inaugurada.

Um pouco antes da partida inaugural, o time recebeu o clube alemão Germania Leer para uma partida amistosa. Tudo ia bem até que alguns visons invadiram o gramado e o jogo teve de ser paralisado por alguns minutos.

E foi algo bom para Hällevik, que passou a focar seus esforços na criação de visons e na mineração.

Com essa mudança de postura, que veio com o time fez com que a comunidade tivesse maior evidência no cenário nacional. Em pouco tempo se tornou uma estância balneária, com forte apelo para o turismo.

Para o Mjällby AIF, isso representava boas condições financeiras para continuar a avançar nas séries do campeonato. Em cinco anos (entre 1975 e 79), o MAIF passou da quarta divisão para o Allsvenskan.

Em 1980, disputou seu primeiro jogo na divisão mais alta. Foi uma partida contra o Kalmar FF com 8.438, algo surpreendente para a época.

E foi assim, como um time que nasceu em uma comunidade, cresceu com ela e hoje estabilizou-se na elite do futebol sueco.

Durante sua história, essas são as principais conquistas do time:

  • Superettan: campeões em 2009 e 2019.
  • Divisão 1 Sodra: campeões em 2018 e vice em 1988.

Estádio

O estádio do Mjällby AIF ainda é o Strandvallen, fundado em 1953. De lá para cá passou por algumas reformas para se manter dentro das exigências da Federação Sueca de Futebol.

Possui capacidade para 7 mil pessoas em jogos esportivos, como o futebol e o rugby e 7.500 pessoas para eventos artísticos e shows em geral.

Estádio Mjällby AIF – créditos da imagem: Soccerwiki.org
Compartilhe esse conteudo