Frustração resume o sentimento do torcedor que lotou o São Januário na partida do Vasco contra o Vila Nova pela abertura da Série B.

Mesmo com o apoio dos torcedores, desempenho do Vasco decepciona. Fonte: esportes.r7.

Em uma coisa a equipe do Vila Nova tinha razão, o favoritismo de equipes tradicionais é algo que já ficou para trás. No entanto, o desempenho engessado da equipe vascaína tem deixado incrédulo até o mais crédulo de todos nós.

Nessa noite de sexta-feira, dia 08.04, na partida de estreia de Série B do Campeonato Brasileiro, em São Januário, Vasco e Vila Nova se enfrentaram, finalizando com um empate de 1-1.

Os gols da partida foram marcados por Raniel, para a equipe vascaína e por Arthur Rezende para o Leão de Goiânia. No entanto, as emoções ficaram no primeiro tempo, no restante do jogo faltou emoção em campo.

Como já era de se esperar a torcida vascaína que lotou o estádio e esgotou os ingressos, ficou na bronca, afinal as expectativas eram altas para a partida. Com o desempenho chulo, sobrou insultos, xingamentos e o coro de “time sem vergonha”.

O Vasco parecia estar deixando os torcedores sonharem, pois, logo aos oito minutos do primeiro tempo, após a cobrança de escanteio de Nenê pelo lado esquerdo, Raniel pegou o rebote da cabeçada de Edimar e empurrou para o gol, não dando tempo para o goleiro Georgemy reagir.

No entanto, a vitória ficou no mundo dos sonhos, porque três minutos depois, Matheuzinho cobrou escanteio na entrada da pequena área e Arthur Rezende apareceu para finalizar com uma cabeçada. Ao que parece, a bola parada é mesmo o carma do Vasco.

A partida foi equilibrada, terminando em empate, no entanto, o desempenho do Vasco desagradou os torcedores. Fonte: uol.com.br.

O jogo seguiu equilibrado, e aos vinte e oito minutos, o Vasco até conseguiu seu segundo gol, com Edimar, mas o árbitro de vídeo apontou falta de Bruno Nazário no início do lance, anulando o gol.

Apesar da partida morna, a cabeça estava quente e jogadores do Vila Nova e do Vasco fecharam o tempo por duas vezes na partida, uma no primeiro tempo e outra no segundo, quase chegando as vias de fato.

Com o princípio de confusão, na primeira rodada os jogadores Zé Gabriel e Alex Silva foram amarelados, mas quando foi a vez de Quintero e Pablo Dyego o mesmo não aconteceu. Nos próximos compromissos o Vila Nova joga com o Novorizontino dia 12 às 19h, já o Vasco enfrenta o CRB dia 16 às 19h.

Compartilhe esse conteudo