Vitória foi construída no primeiro tempo, com facilidade, fazendo o Mallorca respirar acima da zona do rebaixamento


O Mallorca mudou mesmo a direção em La Liga após a chegada do experiente técnico mexicano Javier Aguirre. Depois da vitória na última rodada, mais 3 pontos, agora sobre o lanterninha Alavés. Agora, o Mallorca tem 32 pontos, saindo da zona do rebaixamento, chegando à décima sexta colocação.

Por outro lado, o Alavés tem 25 pontos, empatado com o Levante como o pior time do Campeonato Espanhol em pontuação. No entanto, pelos critérios de desempate, está na penúltima colocação.

Abdón Prats comemora o seu gol na tarde de hoje. (Créditos da imagem: https://twitter.com/PratsAbdon/status/1516522682480828417

Fechando a zona de rebaixamento, vem o Granada, 4 pontos acima, com 29. Ainda faltam 4 rodadas para o fim do campeonato, além de mais partidas válidas pela 33a rodada.

Como foi a partida

O Alavés abriu o placar logo no início, mas o juiz do VAR chamou o árbitro de campo ara anular o gol, uma vez que a bola tocou no braço do zagueirão Lejeune. Logo em seguida, o Mallorca conseguiu fazer o primeiro gol, com Abdón, que pegou de primeira um cruzamento de Maffeo, num daqueles tentos típicos de um artilheiro.

Muriqi comemora o seu gol para euforia da torcida do Mallorca. (Créditos da imagem: https://twitter.com/MuriqiVedat/status/1516515054769819653

A partir daí, o jogo ficou à feição do Mallorca, que no fim terminou com apenas 40% de posse de bola. Os comandados de Javier Aguirre deram a pelota para o Alavés, esperando uma brecha para fazer o segundo no contra-ataque. E foi antes do intervalo que o gol veio: Muriqi girou em cima de Lejeune, superando Pacheco num chute cruzado.

Na segunda etapa, o Alavés se lançou ainda mais para o ataque, e conseguiu diminuir num gol contra de Raíllo, que mandou contra a própria baliza. Ficou nisso. O Mallorca se defendia e o Alavés não sabia como superar a defesa adversária.

Este pode ter sido um jogo decisivo para o rebaixamento deste temporada, já que tirou o Mallorca lá do fundo e deixou o Alavés ainda mais atolado entre as últimas posições. Sem garra e sem pontaria, o Alavés vai ter de remar muito nas rodadas finais e superar o seu desempenho, além de torcer para os que estão acima perderem pontos.

Escalações

Mallorca: Sergio Rico; Brian Olivan, Pablo Maffeo, Antonio Raillo, Martin Valjent, Salva Sevilla, Iddrisu Baba, Dani Rodriguez, Takefusa Kubo, Vedat Muriqi, Abdon Prats.

Alavés: Fernando Pacheco, Ruben Duarte, Victor Laguardia, Florian Lejeune, Ximo Navarro, Mamadou Loum, Luis Rioja, Manu Garcia, Gonzalo Escalante, Edgar Mendez, Joselu



Compartilhe esse conteudo