Ao finalizar Justin Gaethje, o brasileiro Charles Oliveira, o Charles do Bronx pediu uma luta pelo cinturão contra o falastrão Conor McGregor, mas o duelo pode não acontecer, pelo menos este ano.

Vai vir ou vai correr?

- Vai vir ou vai correr? Essa foi a frase final do ex-campeão do peso-leve, Charles do Bronx no discurso de vitória ainda no octógono referindo-se ao irlandês Conor McGregor para um possível confronto valendo o título dos leves, vago após Charles não ter batido o peso na sexta-feira.

Charles do Bronx finalizando Justin Gaetjhe no UFC 274 - Imagem: UFC

McGregor chegou a responder rapidamente ao brasileiro, mas logo rechaçou uma possível luta pelos leves, já que mais pesado do que o de costume, próximo aos 77 kg, o que o enquadraria na divisão dos meio-médios.

O lutador respondeu em sua rede social que adoraria lutar contra Charlito, mas não tem certeza se gostaria de cortar o peso: “Eu sinto que quero lutar neste peso só para depois poder ver. Mas eu amaria lutar com o brasileiro, 100%! Eu amo o Brasil e estou invicto contra eles. Só nocautes. Tenho que pensar", afirmou Conor McGregor em post no Twitter.

A mídia especializada em MMA já apontou que um confronto entre os dois pode não acontecer por enquanto. Inicialmente tem o fato de McGregor ainda está se recuperando de lesão e possivelmente vai enfrentar um adversário mais fraco para ganhar ritmo, e só então buscar um desafio maior.

Quando voltar, possivelmente será na divisão dos meio-médios, já que o mesmo já afirmou que não pretende cortar peso por enquanto.

Outro ponto que pesa para que o duelo não aconteça é a luta de final de contrato de Nate Diaz para um terceiro confronto contra o irlandês. Os dois estão empatados em uma vitória para cada e uma trilogia pode ser a luta perfeita para a despedida de Nate do UFC.

Nate, nos últimos dias, demonstrou impaciência com a organização por não definir um adversário e chegou a usar as redes sociais para demonstrar seu descontentamento. Nos últimos dias reconsiderou enfrentar McGregor, a quem o xingou em mais de uma ocasião.

Próximo desafio para Charles Do Bronx

Já o brasileiro está estabilizado em sua divisão, sendo chamado por Dana White, como “o cara” dos leves e vai estar na disputa pelo cinturão vago. Seu próximo adversário pode ser Michael Chandler, que venceu Tony Ferguson no UFC 274 e de quebra ganhou o prêmio de “nocaute do ano” com um chute no queixo à moda Anderson Silva.

Golpe de Michael Chandler em Tony Ferguson no UFC 274 - Imagem: UFC

Chandler perdeu a luta do cinturão para Charles quando este ficou vago. No fim da luta, o americano elogiou a performance do brasileiro, mas o desafiou, afirmando que precisa de apenas dois rounds para vencê-lo.

Compartilhe esse conteudo