Técnico português já comandou os primeiros treinos e diretoria comunicou quais jogadores estão fora dos planos

Hoje, quinta-feira (31/3), o Botafogo treinou no Clube da Aeronáutica, depois de dois dias de atividades no Estádio Nilton Santos. Enfim Luís Castro começa a trabalhar o grupo de jogadores. Intensidade, ambição e entrega têm sido as palavras-chaves no Botafogo nos últimos dias.

E algumas mudanças já aconteceram no elenco, além dos novos contratados, alguns jogadores já receberam o aviso de que não farão parte do elenco principal do alvinegro. São eles: os defensores Ewerton e Vitor Marinho, o meia Felipe Ferreira, o volante Fabinho e o atacante Ronald. A ideia da diretoria é negociar em definitivo ou emprestar os atletas, que não serão dispensados sumariamente.

O técnico português chegou no Fogão e já começou a trabalhar

Como trouxe a sua comissão técnica, que também está em fase de adaptação, Luís Castro já substituiu os antigos funcionários do clube pelos seus. Ele trouxe 2 auxiliares (João Brandão e Vitor Severino), um preparador de goleiros (Daniel Correia) e um preparador físico (Nuno Batista).

De modo que Lucio Flavio, que comandou o Botafogo interinamente, e Flavio Tenius, treinador de goleiros, foram afastados. Ainda não se sabe se continuarão no clube alvinegro.

Estas são as medidas iniciais, no seguimento do que foi declarado no início da semana, quando John Textor apresentou o novo técnico à torcida e à imprensa. Luís Castro afirmou preferir trabalhar com um elenco mais enxuto, de no máximo 30 jogadores - 3 goleiros e 27 atletas de linha. É esperado, portanto, que o número de jogadores afastados aumente nos próximos dias.

Pela expressão de Luís Castro, já deu para perceber que o português falou sério quando prometeu paixão no comando do Glorioso

Ao todo, já são 12 contratações do Botafogo para esta temporada, entre empréstimos e compras definitivas. O investidor americano John Textor planeja ainda trazer um camisa 9 e um camisa 10 para assumirem a titularidade incontestável do Fogão.

O centroavante israelense Eran Zahavi, do PSV Eindhoven, pode mesmo pintar em General Severiano. O técnico português Luís Castro ajudou a intermediar as conversações e pode receber o jogador europeu após o fim do campeonato holandês. Por outro lado, a pedida salarial de Edison Cavani fez o Botafogo se retirar do negócio.

Outro atleta de seleção que teve o seu nome especulado no Fogão é o lateral esquerdo Marcelo, do Real Madrid. Botafoguense de coração, o lateral da seleção brasileira já conversou com John Textor. Aos 33 anos, seu contrato com o Real Madrid acaba agora no meio do ano, quando também se encerra a temporada europeia. No entanto, Marcelo só pretende começar a negociar de fato após terminar o seu vínculo com o clube madrilenho.

O Botafogo tem estreia marcada para o dia 10 de abril, no estádio Nilton Santos, contra o Corinthians. Curiosamente, o duelo irá opor dois treinadores portugueses: Vítor Pereira pelos visitantes, e Luís Castro fazendo a sua estreia pelo alvinegro carioca.

Compartilhe esse conteudo