O sistema de Ligas no futebol da Dinamarca foi organizado através de vários níveis diferentes, onde os diversos tipos de clubes podem se adequar. Para os clubes profissionais, existe a Superliga, que é a Liga principal e mais importante na hierarquia, situada no 1º nível.

Depois vem a 1ª divisão do futebol Dinamarquês, que se encontra no 2º nível. E abaixo dela, vem a 2ª divisão da Dinamarca que fica no 3º nível da pirâmide.  Ela é dividida em 2 partes, sendo Leste e Oeste, e englobam 16 clubes em cada parte.

(crédito: besoccer) logomarca da 2ª divisão da Dinamarca


A 2ª divisão do futebol dinamarquês é uma Liga de futebol que permite a inclusão de times profissionais novos, em início de carreira, ou também que foram rebaixados de outras Ligas superiores.

Permite também a inclusão de times semi-profissionais que ainda estão se aperfeiçoando.

O sistema de Ligas em todos os níveis é coordenado pela Divisions Foreningen, uma organização profissional de futebol que tem interligação com a Federação Dinamarquesa de Futebol.

Todos os clubes que fazem parte da 2ª divisão têm o privilégio e a possibilidade de se qualificarem para participar nas rodadas da DBU Pokalen, a Copa da Dinamarca.

Durante todo esse período de tempo, desde 1936, a quantidade de times que eram rebaixados ou promovidos para Ligas superiores, foi se alterando ao longo do tempo.

Por exemplo, atualmente em 2021 percebemos que 2 times acabaram sendo promovidos e foram incluídos diretamente na 1ª divisão.

Porém, tivemos 8 times que acabaram sendo rebaixados para as séries inferiores da Dinamarca. Mas, em 2022, já houve uma outra alteração nos detalhes das diretrizes e normas da Federação.

A partir de agora, apenas 2 clubes nas suas posições mais elevadas do ranking obterão as suas promoções, ao passo que os 2 clubes com menores pontuações na tabela, deverão ser rebaixados para Ligas inferiores.

 ORIGEM DA LIGA

Foi no ano de 1936 que o sistema de Ligas começou a ser adotado. Em Agosto de 1936 durante a convenção anual da FA Dinamarquesa(DBU), os organizadores das federações esportivas na época decidiram criar uma nova Liga de 3º nível, aos torneios de futebol da Dinamarca, que pudesse ser adicionada às outras ligas que já existiam.

Lars Ronbog / Colaborador Clube Naestved BK X Esbjerg. Foto via Getty Images.


Essa nova Liga, equivalente à 2ª divisão de hoje, era dividida em 2 partes A e B, e elas incluíam na época apenas 4 equipes em cada uma, que disputavam 2 jogos em casa e 2 fora. Daquelas 8 equipes somente uma recebia a promoção para o nível superior, depois dos desempates, e no final da próxima temporada de campeonatos.

Dessa forma eles tinham condições de coordenar as eliminações gradativas das equipes que fossem saindo de cena, para enfim, chegar ao vitorioso final que seria o campeão da Liga.

Porém com a aproximação da 2ª guerra mundial a Dinamarca sofreu uma invasão naquela época e aquele esquema de 3 Ligas em níveis diferentes, que a Federação havia criado para os torneios de futebol acabou sendo extinto em 1940.

Mas em 1945, passou a ser criada uma nova modalidade de funcionamento das Ligas. O novo padrão contaria com uma Liga com apenas 1 divisão, e não mais em 2 grupos, A e B, como era antes. A liga passaria a englobar 10 times juntos.

Já por volta de 1966, os dirigentes das federações acharam prático e necessário, expandir mais a liga da 2ª divisão para a inclusão de 2 novas divisões.

Essa decisão foi prática e coincidiu com o término dos torneios classificatórios, e também com a inclusão de um novo 4º nível  na época.

NOVAS ALTERAÇÕES DE DIRETRIZES

Mais tarde, em 1975, o perfil da 2ª divisão voltou ao seu formato antigo, de 1 única divisão no período, mas, em 1986, novamente retornou para 2 divisões, e assim foram ocorrendo as trocas, entre 1 divisão apenas e 2 divisões, até 2005.

Durante a temporada de 1986, uma rodada decisiva e finalista foi realizada no campeonato para determinar os vencedores da liga geral, que haviam se destacado entre os melhores dos 2 grupos, oeste e leste.

(Photo by Lars Rombo/Front oneSport via Getty Images) - Jogo entre FC Vestsjælland X Skive IK

Durante os anos de 1991 até 1997, ocorreu algo diferente e incomum! A liga passou a ser disputada em períodos semestrais, visto que as outras ligas de classificação que estavam acima, acabaram mudando seus calendários de jogos para as estações outono e primavera.

Enquanto que as ligas de baixo passaram a manter as suas datas de jogos na mesma configuração de antes, realizando seus torneios nas estações primavera e outono.

Essa modalidade de programação havia sido a mesma praticada no ano de 1956.

O rápido período em que aconteceu a Liga classificatória, entre os anos de 1992 até 1995, serviu para demonstrar que aquele status da liga sempre encarada como sendo a da 3ª divisão, na verdade havia se tornado temporariamente como o 4º melhor nível das modalidades.

Nas temporadas de 2005/2006 e também 2010/2011, houveram novas alterações que acabaram beneficiando um maior número de times. Naqueles períodos, os coordenadores passaram a admitir que um máximo de 8 equipes de reserva na Superliga pudessem também competir no 3º nível da camada.

Porém, mais atualmente, entre 2015 a 2020, a liga da 2ª divisão passou a elaborar seus jogos em 2 etapas, sendo uma rodada preliminar, e depois subdividida em 2 a 3 grupos, e reunindo depois os times já qualificados para uma nova rodada de promoção ou de rebaixamento, dependendo da situação de pontos da equipe.

NOVAS PERSPECTIVAS A FRENTE

Atualmente, nessa nova etapa de campeonatos que se iniciam agora, a Liga da 2ª divisão dinamarquesa continua reunindo grandes clubes e novos craques surgiram na lista de jogadores.

A Liga conta hoje com 12 times de grande gabarito, com um total de 316 jogadores, sendo 28 deles estrangeiros. Dos 12 clubes reunidos na tabela, o Naestved BoldKlub está em 1º colocado com 39 pontos. E o clube Hillerod F, em 2º, com 35 pontos, ambos já sentindo o “doce aroma” de uma promoção que poderá ocorrer muito em breve, provavelmente.

Crédito: (b93 prof.dk) (foto de Christian Midtgaard) Atacante Milita Rajovic do clube B93.

Porém, os clubes FA 2000 e o Middelfart estão em últimos colocados no ranking. São clubes experientes e que já realizaram grandes conquistas no futebol da Dinamarca, mas nesse atual momento, vão precisar de muita cautela e grande empenho para tentar subir rapidamente na tabela. Eles alcançaram até agora, 12 pontos e 10 pontos, respectivamente.

O atual goleador da 2ª divisão até agora é o atacante Asger Höjmark Jensen do clube Hillerød Fodbold, com 13 gols marcados até agora. E o atacante Milita Rajovic também, do clube Naestved Boldklub com 12 gols.

Os grandes duelos desse novo período de campeonato já estão sendo marcados.

Por exemplo, nas semanas à frente teremos o jogo:  Hellerup IK X  Brabrand IF.

E na semana seguinte:  Kolding IF X Akademisk BK.

Entre esses duelos, quem você acredita que poderá se sobressair?

Deixe a sua opinião aqui com a gente, prezado torcedor.

Vamos torcer juntos? Você, e nós, do grupo Bets?

Compartilhe esse conteudo