O talentoso meia do Porto ficará por 5 temporadas no Emirates Stadium

O Arsenal apresentou hoje (21/6), terça feira, a sua nova contratação: o talentoso meia português Fábio Vieira. Com apenas 22 anos, ele é uma das esperanças dos Gunners a médio prazo, podendo qualificar o elenco do treinador Mikel Arteta. Por sinal, o seu novo comandante era um grande meio-campista, hábil nos passes e em encontrar espaços para deixar os colegas na cara do gol.

O brasileiro Edu Gaspar, dirigente do Arsenal, apresenta o novo clube ao seu novo contratado: Fábio Vieira, português de 22 anos. Crédito da imagem: https://twitter.com/Arsenal/status/1539364619894018048/photo/3

É assim, com essa missão de fazer a bola rodar e dar mais poder de fogo ao ataque do Arsenal, que Fábio Vieira aterrissa na capital londrina. Vale lembrar que ele custou 40 milhões de euros, sem contar os valores de bonificação futura caso as cláusulas do contrato sejam acionadas.

Quem é Fábio Vieira

No Arsenal, Fábio Vieira vestirá a camisa de número 21. Pelo Porto, foi apenas uma temporada no elenco profissional, levantando dois títulos da liga nacional e uma Taça de Portugal. Dos 54 jogos que fez com a camisa dos Dragões, o meia deu 14 passes para gol, além de balançar as redes em seis ocasiões.

Da mesma forma, nas seleções de base portuguesa, Fábio Vieira é presença constante, tendo conquistado o vice da Eurocopa na categoria sub-19 em 2019.

Ele não se fez de rogado e já manifestou toda a alegria por vestir a camisa dos Gunners: “Estou emocionado, claro. Este é um passo importante na minha carreira. O Arsenal é um clube enorme e histórico, por isso estou muito feliz por estar aqui na minha nova casa. Foi um processo rápido. Foi algo que me atraiu. Conhecer as pessoas do clube foi muito positivo para mim. Estou a adorar estar aqui, onde vou dar tudo de mim à equipe”.

Fábio Vieira declarou ainda: “Sou um jogador de ataque que procura encontrar espaço entre as linhas para poder finalizar os lances com assistências ou a marcar gols. Os meus três anos no FC Porto foram muito importantes para mim. As pessoas sabem que é o meu clube, então, todos foram importantes”.

No vestiário do Emirates Stadium, ele terá a companhia de outros compatriotas: o lateral-esquerdo Nuno Tavares e o lateral direito Cédric Soares.

Compartilhe esse conteudo