O time de futebol Holy Cross Crusaders é o programa universitário de futebol americano do College of the Holy Cross em Worcester, Massachusetts.

A equipe é membro da Patriot League, uma conferência da NCAA Division I que participa da Football Championship Subdivision (FCS).

O time disputa seus jogos em casa, no Fitton Field, no campus da faculdade.

Visão ampla o Fitton Fiel, local onde o Holy Cross Crusaders disputa seus jogos em casa. (Foto: https://www.stadiumjourney.com/stadiums/fitton-field-s1790)

HISTÓRIA

O futebol começou em Holy Cross em 1884, com jogos contra times de outras escolas, isso lá no ano de 1891.

Os primeiros jogos em casa foram disputados em várias instalações fora do campus em Worcester, incluindo o Worcester College Grounds, o Worcester Agricultural Fairgrounds e o Worcester Oval.

O primeiro jogo intercolegial disputado no campus significou uma derrota por 6 a 0 do Massachusetts Agricultural College, em 26 de setembro de 1903, no local que é hoje o Hanover Insurance Park, em Fitton Field.

Em 1908, o time de futebol mudou-se para seu próprio campo adjacente ao campo de beisebol, embora ambos fossem conhecidos como “Fitton Field”.

Desde 1910, a Banda Marcial "Goodtime" do Cruzado da Santa Cruz realizou shows de intervalo em jogos de futebol em casa.

O Fitton Field original foi construído com arquibancadas de madeira e concreto. Estes foram substituídos por arquibancadas de aço em 1924 e assentos de alumínio em 1986.

O maior público pagante de todos os tempos que lotou o Fitton Field foi de 27.000 torcedores que apareceram para ver o All-American de Holy Cross, Bill Osmanski, em seu último jogo em casa em 1938.

Bill Osmanski, jogador talentoso, deixou a carreira em 1938. (Foto: https://br.pinterest.com/pin/144396731774892735/)

RIVALIDADE DO BOSTON COLLEGE

Em 1896, o Holy Cross e o Boston College disputaram a primeira partida de futebol entre as duas escolas, iniciando a rivalidade de futebol entre o Boston College e o Holy Cross.

Durante grande parte do começo e meados do século 20, o BC e o The Cross atraíram algumas das maiores multidões de esportes da Nova Inglaterra.

Para acomodar públicos cada vez maiores, as partidas do Holy Cross foram rotineiramente realizadas em um grande local em Boston, com o confronto de 1916 ocorrendo no recém-construído Fenway Park.

Tomada ampla do belo estádio Fenway Park, onde o Holy Cross passou a disputar seus jogos, sempre atraindo um grande número de torcedores. (Foto: https://www.tripadvisor.com.br/Attraction_Review-g60745-d105250-Reviews-Fenway_Park-Boston_Massachusetts.html)

Um recorde de 54.000 torcedores assistiu ao jogo de 1922 no Braves Field, casa do Boston Bravestime de baseball.

No dia 28 de novembro de 1942, o Holy Cross venceu o BC em uma grande virada por 55-12. O jogo ainda é o mais famoso entre os dois adversários, não só pelo resultado (que estragou a temporada invicta do BC), mas também pelo rescaldo.

Os Eagles haviam reservado a festa da vitória naquela noite na popular boate Cocoanut Grove, em Boston, mas foi obrigado a cancelá-la depois da derrota.

Como resultado, a equipe do BC estava ausente quando o clube se incendiou, levando quase 500 vidas.

Mas a sorte nem sempre favoreceu os cruzados, e a série foi suspensa em 1986, depois que o BC venceu 17 jogos em um período de 20 anos.

Depois de um hiato de mais de três décadas, a série foi retomada em 2018, quando o Holy Cross viajou para Chestnut Hill enfrentar o Boston College. A grande revanche ficou agendada para o ano de 2023.

1946 ORANGE BOWL

Em 1945, o Holy Cross trouxe seu melhor time da história da escola para o Orange Bowl apenas para sentir o desgosto que havia causado ao BC quatro anos antes.

Em 1º de janeiro de 1946, o Holy Cross perdeu um coração partido para a Universidade de Miami em sua única participação no bowl. Com o placar empatado em 6 a 6 e apenas alguns segundos restantes no regulamento, o Holy Cross foi interceptado por Al Hudson, do Miami, que correu a bola 89 jardas para um touchdown. O placar final foi de 13 a 6.

Al Hudson, o “desmancha prazeres” do Holy Cross. (Foto: https://twitter.com/alanmhudson)

UMA DÉCADA GLORIOSA

Em 1969, o Holy Cross teve que cancelar os últimos oito jogos da temporada quando uma torneira contaminada em um campo de treinos levou a um surto de hepatite entre os jogadores.

Durante a década de 1970, o Holy Cross continuou a jogar com as principais potências do futebol da Costa Leste, mas os cruzados lutaram para competir com as escolas maiores.

Em 1981, a NCAA tirou o Holy Cross do escalão superior da competição de futebol para a Divisão I-AA.

O Holy Cross desfrutou de um renascimento do futebol na década seguinte sob o comando dos treinadores Rick E. Carter (35–19–2) e, especialmente, Mark Duffner (60–5–1).

Rick Carter foi técnico do Holy Cross Crusaders na década de 80. (Foto: https://goxavier.com/sports/mens-basketball/roster/coaches/rick-carter/59)

Em 1983, o time era o número 3 no país em I-AA sob a batuta do técnico Carter.

Já sob o comando de Duffner, o Holy Cross tornou-se o programa I-AA de maior sucesso do país. Houve 11-0 temporadas em 1987 e 1991.

O Holy Cross levou cinco campeonatos da Liga Colonial e da Liga Patriota, quatro Copas Lambert e quatro Prêmios de Equipe do Ano da ECAC. Ganhou, ainda, o ranking número 1 na votação final da NCAA Division I-AA de 1987.

Ainda em 1987, o running back/defensive back Gordie Lockbaum terminou em terceiro lugar na votação do Troféu Heisman após ficar em quinto lugar em 1986.

Em meio a essas temporadas vitoriosas, o Holy Cross mudou a direção de seu programa de futebol.

Em 1986, juntou-se à Liga Colonial, uma conferência exclusivamente de futebol que adotou o modelo da Ivy League de ajuda financeira e subsídios baseados em necessidades, em vez de bolsas formais de atletismo.

Em 1990, a Liga Colonial tornou-se uma conferência de esportes e mudou seu nome para Liga Patriota. Com o tempo, passou a permitir bolsas de estudo em esportes não futebolísticos (com os beneficiários inelegíveis para jogar futebol), mas continuou a proibir bolsas de futebol até a temporada de 2012. No ano seguinte, a Patriot League voltou ao futebol tradicional.

TEMPORADA 2009

Em 2009, o Holy Cross tinha uma de suas melhores equipes desde a fundação da Patriot League, liderada pelo craque Dominic Randolph. Os Crusaders conquistaram o título da liga e ganharam uma vaga automática para os playoffs do FCS, mas perderam na primeira rodada para o eventual campeão nacional Villanova.

A ERA CHESNEY

Bob Chesney assumiu o cargo de treinador do Holy Cross em 2018.

Em sua primeira temporada, os Crusaders venceram seus últimos 4 jogos para terminar em segundo lugar na Patriot League.

Em 2019, os Crusaders conquistaram o título da liga e ganharam uma vaga automática para os playoffs do FCS, mas perderam na primeira rodada para o Monmouth.

Em uma temporada de primavera encurtada de 2021, os Crusaders ficaram invictos e conquistaram o título da liga pelo segundo ano consecutivo.

Caro leitor, gostou deste post? Por favor, curta-o e compartilhe-o com amigos. Ah, comente abaixo, OK?

Compartilhe esse conteudo