Hulk chegou à meia centena de gols com a camisa do Atlético Mineiro em apenas uma temporada e meia

O Atlético Mineiro viajou até o Equador para enfrentar o Independiente Del Valle, em duelo válido pela terceira rodada do Grupo D da Copa Libertadores da América, na noite desta terça-feira (26/4). E conseguiu sair com um ponto, fazendo a lição fora de casa.

Pontinho no Equador pode fazer a diferença na classificação final. (Créditos da imagem: https://twitter.com/goleada_info/status/1519140093847560194

Com o resultado, o Galo está empatado na liderança, com 5 pontos, igual ao Independiente del Valle. Tolima e América-MG têm apenas um ponto e se enfrentam amanhã, às 19h, no Independência. Que também será o palco do clássico mineiro no primeiro jogo do returno, dia 3 de maio, terça-feira, às 21h30.

Como foi o jogo

O Atlético Mineiro entrou na partida com um magnífico retrospecto como visitante: mais de 81% de aproveitamento. E os primeiros dez minutos foram todos de domínio do Galo. Logo aos 7 minutos, Hulk abriu o placar após boa trama de ataque entre Nacho e Guilherme Arana pelo lado esquerdo.

O artilheiro fez o seu gol de número 50 com a camisa atleticana, além de manter a média de um gol por jogo (14) nesta temporada.

Depois do gol, os donos da casa tentaram assumir o protagonismo, mas em dois escanteios seguidos, primeiro com Hulk, depois com Nathan, o Atlético levou perigo. Bons desarmes geravam boas chances de contra-ataque. Os 3 zagueiros davam um bom suporte defensivo ao Galo, que aproveitava as subidas de Mariano pela ala direita. Na frente, Hulk e Ademir arrepiavam a defesa adversária.

Na saída de campo, Hulk instrui Arana. (Créditos da imagem: Pedro Souza / Atlético Mineiro)

E foi mesmo Ademir quem desperdiçou a chance de fazer o segundo: cara a cara com Ramírez, não conseguiu superar o goleiro do Del Valle. Nos minutos finais do primeiro tempo, o Independiente pressionou bastante.

Após o intervalo, o Del Valle retornou disposto a empatar o jogo. E sem deixar o Galo trocar passes, conseguiu igualar o placar logo aos 4 minutos, com Sornoza, que acertou um chute rasteiro no canto do gol. A partir daí, o Atlético passou a buscar o contra-ataque, já que o Independiente vinha com tudo para cima.

Aos 18, Sornoza novamente quase virou, mas esbarrou em Everson. Poucos lances depois, Hulk acertou a barra numa cobrança de falta. Era um jogo de lá e cá: Zaracho provocava perigo de um lado enquanto Pellerano respondia do outro.

Faltando 20 minutos para o fim do jogo, El Turco fez substituições conservadoras, buscando fechar a equipe para suportar os minutos finais e conseguiu realizar o seu intento.








Compartilhe esse conteudo