Time paranaense sofreu o revés de 1x0 na casa do Coelho neste fim de semana

A partida válida pela 4ª rodada do Brasileirão, teve no duelo deste sábado, dois dos times brasileiros participantes na Copa Libertadores: América-MG e Athletico. Pelo time da casa, a equipe comandada por Vagner Mancini conseguiu os três pontos necessários no duelo diante do Furacão.

Já do lado da equipe comandada por Fábio Carille, o Athletico perdeu a oportunidade de conquistar a segunda vitória consecutiva e embalar no torneio nacional. Agora, o Furacão ocupa a 16ª colocação no Brasileirão.

Durante o jogo, o que se viu no Independência, foram dois tempos distintos. Na primeira etapa, poucas oportunidades de gol, com o Furacão melhor do que o rival mandante, levando perigo ao gol de Jaílson.

Homens jogando futebol de campo

Descrição gerada automaticamente
América vence Athletico. Foto: Globo Esporte

Porém, na etapa final, Paulinho Boia teve a grande oportunidade do lado do América-MG, com o chute defendido por Bento, que ainda beijou a trave, aos 10 minutos do segundo tempo. 12 minutos depois, um lance polêmico, marcou a arbitragem da partida.

Em bola cruzada na área do América, o defensor do Coelho acabou tendo o toque da bola no seu braço, mas o árbitro, bem-posicionado, nada marcou, mesmo com a reclamação dos jogadores do Athletico de um pênalti.

Principal nome do América-MG na partida, Jaílson fez um excelente jogo. Com diversas defesas decisivas para o time de Minas Gerais, o experiente goleiro se sobressaiu aos demais, e garantiu o resultado para o Coelho.

Enquanto Jaílson fazia seus milagres na parte defensiva, no ataque do Coelho, Ramírez foi o grande responsável por tirar o 0 do marcador. O camisa 10 da equipe do América invadiu a grande área, e chutou na saída de Bento, abrindo o marcador. 1x0 e festa da torcida do Coelho.

Homem com os braços para cima

Descrição gerada automaticamente com confiança média

Ramírez comemora. Foto: UOL

Dali em diante, o que se viu, foi o abafa por parte do Athletico, que tentava o gol de todo jeito. O Furacão seguiu pressionando até o apito final, e teve em uma cabeçada perigosa de Pedro Henrique, aos 40 minutos do segundo tempo, a grande chance do time.

Porém, ao apito final do árbitro, o que se via no estádio Independência, era a comemoração da torcida do América-MG, aliviada depois de conquistar os três pontos diante do Athletico. Agora, o Furacão encara o Ceará no próximo sábado, a partir das 20:30 (horário de Brasília).

Quer ficar ligado em tudo o que rola no mundo da bola e detonar nas apostas? Aqui no Bets, você não perde nenhum lance e vive antenado em tudo o que acontece no mundo do futebol!

Compartilhe esse conteudo