Equipe paranaense venceu a competição depois de cinco anos sem levantar o caneco.

Depois de cinco anos sem vencer o torneio estadual, o Coxa levou a melhor sob o Maringá, e venceu o Campeonato Paranaense de 2022. A equipe da capital do Paraná levou a melhor sob o time do interior do estado, depois de vencer o segundo jogo por 4 a 2.

O placar mostra para a equipe do Coxa, a força ofensiva do time comandado por Gustavo Morínigo, que teve atuação de gala dos três atacantes do clube. Léo Gamalho, Igor Paixão e Alef Manga, venceram a defesa do time do Maringá.

Pessoas em campo de futebol

Descrição gerada automaticamente
Foto oficial do Coxa campeão de 2022. Foto: Bem Paraná

Todos os gols marcados na tarde de domingo no Couto Pereira, saíram dos pés do ataque fulminante da equipe do Coritiba. O jogo em si, tinha tudo para ganhar contrastes de tensão para o time do Coxa. Porém, o que se viu, foi a superioridade do Coritiba colocada durante a partida.

O placar de 4 a 2, é reflexo da superioridade da equipe, que entrou em campo tensa, mas que saiu do gramado, com o título consigo e uma atuação de gala. É de se enaltecer a postura do time do Coritiba na partida do último domingo.

Goleiro do Maringá ajuda a equipe no primeiro tempo

Com uma pressão insana da equipe do Coritiba, o que se via em campo era o tempo jogando a favor do Coxa, que buscava aumentar a vantagem, depois de vencer o jogo de ida da grande final, por 2 a 1.

Mesmo com o resultado favorável do primeiro jogo, o Coxa foi para cima, e tentou abrir o placar o quanto antes. Porém, quem abriu o marcador, foi o Maringá. O gol de Matheus Bianqui, deu vida ao time de Maringá, e marcou o 1 a 0 na final.

Jogador de futebol com pessoas na frente de uma cerca

Descrição gerada automaticamente com confiança baixa
Enquanto jogador comemora o gol do Coxa, a torcida faz a festa ao fundo. Foto: UOL

Para a segunda etapa, o Coxa precisava encaixar a marcação e acertar o gol. A equipe paranaense teve um volume grande de jogo, mas pecando nas finalizações. Porém, atrás do marcador, o time de Gustavo Morínigo, dava a impressão de que iria pressionar o rival nos 45 minutos finais.

Na segundo etapa, um chocolate do Coxa

Com a iniciativa ofensiva, o Coritiba começou avassalador no segundo tempo, e foi coroado pela persistência da equipe, com o gol de Igor Paixão, aos dois minutos da etapa complementar. 1 a 1 no marcador do Couto Pereira.

Depois disso, o Coxa passou a explorar mais os contra-ataques, e teve sucesso na sua missão. Em um intervalo de três minutos, Igor Paixão, outro atacante do time do Coxa, marcou duas vezes.

Jogador de futebol com pessoas na mão

Descrição gerada automaticamente com confiança média
Comemoração dos jogadores durante um dos gols do Coritiba. Foto: Banda B

A primeira oportunidade que resultou em gol do jogador, aconteceu aos cinco minutos do segundo tempo. Depois, aos oito, mais um tento marcado. 3 a 1 para o Coritiba, e a festa tomou conta do Couto Pereira.

Depois disso, o Maringá ainda descontou, aos 32 minutos da etapa final, com Guilherme Sales descontando e anotando o 3 a 2 no marcador. Na sequência, aos 40 minutos, Léo Gamalho anotou o gol que fechou o placar.

Jogador de futebol americano

Descrição gerada automaticamente com confiança média
Fim do jejum de cinco anos foi comemorado demais por toda a equipe do Coxa. Foto: RIC Mais

4 a 2 para o Coritiba, e o fim do jejum estava encaminhado, bastando apenas o apito final do árbitro do jogo. Após o fim da partida, a festa da torcida do Coxa foi impressionante, e a altura do clube paranaense.

Agora, o Coxa se prepara para a disputa da Série A do Campeonato Brasileiro desse ano, enquanto o Maringá, irá depender de amistosos marcados com outros clubes para manter a atividade da equipe que foi vice-campeã estadual.

Compartilhe esse conteudo