Richarlison fez o gol solitário que garantiu os 3 pontos para o time de Frank Lampard na luta pela permanência na Premier League

O Everton recebeu o poderoso Chelsea na manhã deste domingo (primeiro de maio) e de modo heroico, com muita garra e determinação, conseguiu vencer pelo placar mínimo. O brasileiro Richarlison marcou o gol solitário da partida.

Richarlison comemorou demais o seu gol, fazendo a festa com a torcida: ele até pegou um sinalizador para espalhar fumaça azul pelo gramado. (Créditos da imagem: https://twitter.com/istoefeaga/status/1520768969585487873/photo/2) ‌ ‌

Com o resultado, os Toffees continuam na zona de rebaixamento, com 32 pontos em 33 partidas. No entanto, tendo um jogo a menos, pode ir parar no décimo sexto lugar caso vença. Atualmente, está na antepenúltima posição.

Faltando 12 pontos em disputa, o terceiro rebaixado deve ficar entre Burnley, Leeds e Everton, que jamais caiu de divisão. Watford, com 22, e Norwich, com 21, têm o seu destino selado.

Já o Chelsea ficou nos 66 pontos na terceira colocação, 3 a mais do que o Arsenal, que vem subindo de produção na reta final. O Tottenham ainda segue na disputa pela quarta vaga da Champions League, com 61 pontos.

Frank Lampard teve uma das vitórias mais importantes de sua carreira justamente contra o Chelsea, clube no qual jogou a vida toda e onde é o maior artilheiro da história. (Créditos da imagem: https://twitter.com/gabdeolv/status/1520780575170338818

Como foi o jogo

Frank Lampard adotou uma estratégia conservadora para bater o Chelsea, atual campeão europeu e terceiro na tabela da Premier League: defender, defender e defender. Quem sabe, sonhar com uma escapada num contra-ataque para marcar um golzinho e voltar à mentalidade inicial.

E foi assim que o Everton conseguiu superar os Blues. O primeiro tempo mostrou os donos da casa acuados, apenas especulando, dando a bola ao time de Thomas Tuchel. A sorte sorriu para os Toffees logo no comecinho da segunda etapa: numa trapalhada da defesa do Chelsea, os atacantes do Everton pressionaram a saída de bola. Ela sobrou para Richarlison invadir a grande área e deslocar o goleiro.

Era o que Lampard e todos os torcedores do Everton queriam. A partir daí, foi um massacre ofensivo do Chelsea, que tinha a pelota a todo o momento. O goleiro Pickford teve de fazer das tripas coração para defender a artilharia azul. Ele bloqueou 5 chutes, além de gastar muito tempo fazendo cera, o que foi vital para diminuir a pressão e esfriar o jogo, que teve quase 10 minutos de acréscimos.

No fim, venceu quem teve mais coração.

Compartilhe esse conteudo