Com a vitória, a Seleção Brasileira superou marco histórico da rival Argentina

Na noite desta terça-feira (29), a Seleção Brasileira foi até o Olympic Stadium Hernando Siles para enfrentar a Bolívia pelo último jogo das Eliminatórias para a Copa do Mundo 2022. O Canarinho saiu vitorioso após bater a equipe da casa por 4 a 0 com gols de Lucas Paquetá, Richarlison (2x), e Bruno Guimarães.

A Seleção, que está invicta nas eliminatórias e já classificada para disputar o mundial, teve que enfrentar não apenas a equipe boliviana, mas também a altitude de La Paz, que se localiza a 3.625m acima do nível do mar.

Após uma campanha impecável, a equipe de Tite somou 14 vitórias, três empates e nenhuma derrota, conquistando assim, a melhor campanha das Eliminatórias para a Copa do Mundo, com 45 pontos.

Este é um feito histórico, que supera aquele atingido pela rival Argentina em 2002, quando somou 42 pontos. O Brasil atinge o recorde dos pontos corridos desde que o formato foi adotado.

Pela primeira vez na história, a Seleção Brasileira venceu três jogos seguidos pelo placar de 4 a 0. Foto: Lucas Figueiredo / CBF

O jogo

Bolívia teve chance clara de abrir o placar aos 20 minutos quando Marquinhos se atrapalhou e perdeu a bola na entrada da área.

Três minutos mais tarde, foi a vez do Brasil incomodar a defesa adversária, porém, balançando as redes. A Seleção Canarinho abriu o placar com Lucas Paquetá, que recebeu um grande passe de Bruno Guimarães na meia-lua, colocando o camisa 7 de cara para o gol. Brasil 1 a 0 Bolívia.

O segundo gol da Seleção Brasileira saiu aos 44 minutos, em um contra-ataque rápido. Antony recebeu lançamento de Fabinho pela direita, e desceu para a área de Rúben Cordano.

Acompanhando o ataque, Richarlison apareceu livre pela esquerda e pediu a bola para Antony. O camisa 18 ajeitou de canhota e arriscou a finalização, mas a bola foi desviada por José Sagredo e chegou nos pés do camisa 9 do Brasil que, sem maiores problemas, chutou para o gol, ampliando o placar.

Atletas comemoram primeiro gol de Richarlison no jogo, o segundo da partida contra a Bolívia. Foto: Lucas Figueiredo / CBF

Durante o segundo tempo, a equipe se preocupou em administrar o resultado positivo que havia conquistado minutos antes, porém, sem deixar de incomodar a defesa boliviana.

Foi quando, aos 20 minutos do segundo tempo, Bruno Guimarães recebeu um passe açucarado na entrada da área e chutou de primeira, mandando a bomba para o fundo do gol. Brasil 3 a 0 Bolívia.

O gol que fechou o placar saiu dos pés de Richarlison, nos acréscimos da partida. Após rebote cedido pelo goleiro Cordano, o camisa 10 se jogou de carrinho na segunda trave e empurrou a bola para o fundo da rede.

Lucas Paquetá foi um dos destaques do Brasil na partida. Pouco sentiu o desconforto da altitude e foi peça fundamental na distribuição de passes e infiltração na área adversária. Foto: Lucas Figueiredo / CBF

A Seleção Canarinho volta a campo apenas em junho, na próxima Data-Fifa, quando disputará três jogos na Ásia ou Oceania. O duelo contra a Argentina, válido pela sexta rodada das Eliminatórias e adiado por questões sanitárias, deve ser disputado neste mesmo período.

Compartilhe esse conteudo