Em noite pouco feliz para os lutadores brasileiros, apenas Francisco Trinaldo e Charles do Bronx triunfaram no UFC 274, realizado na cidade de Phoenix, Arizona. O Massaranduba venceu Danny Roberts por decisão unânime, enquanto o ex-campeão finalizou Justin Gaethje.

Massaranduba ainda tem lenha para queimar

Aos 43 anos, mas com fôlego de 20, Francisco Trinaldo, o Massaranduba, mostrou que fez jus a sua frase icônica “eu nasci pra bater em outro cara”. O veterano do UFC enfrentou o britânico Danny Roberts pela divisão dos leves.

Francisco Massaranduba vence Danny Roberts por decisão unânime - Imagem: UFC

A luta começou bem ativa com os dois lutadores buscando a trocação franca. Francisco encurtava a distância com jabs de direita, preparando a esquerda para acertar cruzados ou diretos arrebatadores. E foi um desses diretos que balançou o inglês no fim do primeiro round.

No segundo round, o brasileiro foi contundente do início ao fim, buscando sempre acertar a esquerda no rosto e dorso do adversário. Ao acertar um direto, o brasileiro foi para cima e castigou o oponente. Chegou a tentar uma guilhotina, mas o Danny Roberts conseguiu se defender.

Visivelmente abalado, o britânico até tentou uma reação no terceiro round, mas sem sucesso. Massaranduba continuou indo para frente sem dar chances ou espaço ao adversário mesmo com a luta visivelmente ganha.

O resultado não poderia ser diferente. Danny até levantou a mão em sinal de uma possível vitória, no entanto os juízes deram as notas 29-28, 30-26 e 30-27 para Francisco Trinaldo, o primeiro brasileiro do UFC 274 a vencer.

Charles do Bronx vence, mas não mantém o cinturão

Na luta da noite, Charles do Bronx enfrentou Justin Gaethje. Por conta do problema com a balança que fez o brasileiro não bater o peso somente Justin poderia conquistar o cinturão caso vencesse, o que não aconteceu.

Charles Oliveira, o Charles do Bronx finaliza Justin Gaethje no UFC 274

A luta foi breve e não durou 4 minutos. Começou eletrizante com os dois lutadores buscando a luta. Justin chegou a derrubar Du Bronx duas vezes, mas o brasileiro foi aguerrido, derrubou o rival com um direto de direita e levou a luta para chão. Usando a “especialidade da casa” tomou as costas do oponente e aplicou um mata leão impecável para finalizar a luta.

No discurso de vitória Charles desabafou sobre a perda do cinturão e pediu Conor Mcgregor como seu próximo oponente.

Resultados

Charles do Bronx venceu Justin Gaethje por finalização aos 3min22s do R1

Carla Esparza venceu Rose Namajunas por decisão dividida (47-48, 49-46 e 48-47)

Michael Chandler venceu Tony Ferguson por nocaute aos 17s do R2

Ovince St. Preux venceu Maurício Shogun por decisão dividida (29-28, 29-28 e 30-27)

Randy Brown venceu Khaos Williams por decisão dividida (29-28, 28-29 e 29-28)

Francisco Massaranduba venceu Danny Roberts por decisão unânime (29-28, 30-26 e 30-27)

Macy Chiasson venceu Norma Dumont por decisão dividida (30-27, 28-29 e 30-27)

Brandon Royval venceu Matt Schnell por finalização aos 2min14s do R1

Blagoy Ivanov venceu Marcos Pezão por decisão unânime (triplo 29-28)

André Fialho venceu Cameron VanCamp por nocaute aos 2min35s do R1

Tracy Cortez venceu Melissa Gatto por decisão unânime (triplo 29-28)

CJ Vergara venceu Kleydson Rodrigues por decisão dividida (29-28, 28-29 e 29-28)

Lupita Godinez venceu Ariane Sorriso por decisão unânime (30-27, 30-26 e 30-26)

Journey Newson venceu Fernie Garcia por decisão unânime (30-27, 30-27 e 29-28)

Compartilhe esse conteudo