Gol contra de Matheus Moraes aos 40 minutos da primeira etapa decidiu o confronto

Como foi a partida

O Vitória tinha grandes expectativas com a partida de ontem, realizada no estádio Barbosão, em Cruz das Almas. Era a chance de entrar na zona de classificação para a fase final do estadual.

Buscando os três pontos fora de casa, o técnico Dado Cavalcanti promoveu o retorno do atacante Dinei. Ele estava fora de combate desde o ano passado, quando rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho. Foram 8 meses entre cirurgia e recuperação. Mas se a sua volta aos gramados foi positiva, o resultado da partida não deixou os torcedores rubro-negros felizes.

De seu lado, o técnico Sérgio Araújo espelhou o 4-3-3 do Vitória. Cassiano no gol, Matheus Peixe e Ruan Quadros nas laterais, e a dupla de zagueiros Renan (Costa e Eliphas), compunham a defesa. No meio campo, 3 volantes: Freire, Cacique e Elionay. Finalmente, os atacantes eram Chorinho, Cesinha e Marcelinho (meia improvisado na ponta).

E a estratégia do Doce Mel deu muito certo. O time entrou ligado, comandando a partida. O Vitória tentava arrefecer a blitz adversária, esfriando o jogo com passes para o lado. Mas o Doce Mel não dava descanso e partia para cima.

Todo o repertório ofensivo foi utilizado pelo Doce Mel: bombas de fora da área, cruzamentos, tabelinhas por dentro, ultrapassagem com os laterais. Sem esquecer dos escanteios e das bolas paradas.

Finalmente, aos 40 minutos da primeira etapa, toda a pressão do Doce Mel foi recompensada. Chorinho roubou a bola de João Pedro na intermediária, avançou por Alisson Cassiano e mandou rasteirinho para a área. O zagueiro do Vitória Matheus Moraes se atrapalhou e acabou mandando a bola contra o próprio gol.


O zagueiro Renan Costa gostou do comportamento de sua equipe


Dado Cavalcanti não gostou nada mesmo do que viu de sua equipe. Tanto que voltou do vestiário com um pacote de alterações. Foram nada menos do que 4 substituições. Os atacantes Roberto e Dinei deram lugar a Alisson Santos e Erik, enquanto o meia Jadson saiu para a entrada de Gabriel Santiago. Ainda houve mais uma mudança: o volante Alan Santos foi rendido por mais um atacante, dessa vez Ruan Nascimento.

Mas mesmo com todo esse sangue novo, o Vitória não conseguia penetrar na defesa do Doce Mel, que levava perigo nos contra-ataques e estava mais perto de ampliar o placar do que de levar o empate.

E ficou nisso. O Vitória não teve competência para furar a defesa adversária, apostando em lançamentos longos e chuveirinhos para a área, o que facilitou e muito o trabalho do Doce Mel. Assim, numa noite sem inspiração, o rubro-negro baiano amargou mais uma derrota no Campeonato Estadual Baiano.

Entrevistas

Após o jogo, o zagueiro do Doce Mel, Renan Costa, expressou felicidade pela vitória: "Nós vínhamos fazendo boas partidas, mas o resultado não estava vindo. Hoje, fizemos uma boa partida, intensa, com responsabilidade, com confiança e saímos com o resultado positivo".

Já o técnico Dado Cavalcanti, do Vitória, nem tentou explicar, reconhecendo a jornada ruim de sua equipe: “Eu aceito todas as críticas. Aceito demais. O torcedor tem razão, nossa equipe está deixando a desejar. Nosso time poderia estar muito melhor na tabela. Nós deixamos passar pontos preciosos em casa. Então eu dou razão para as críticas”.

Dado Cavalcanti assumiu a culpa e aceitou todas as críticas pelo desempenho pifio do Rubro-Negro baiano

Situação na tabela

Com a vitória, o Doce Mel subiu 3 posições na tabela. Agora, está na sexta posição, com 7 pontos, sendo 2 vitórias, 1 empate e 4 derrotas. Contudo, o saldo de gols é negativo: fez 6 e levou 8.

Já o Vitória segue com os mesmos 9 pontos, em quinto lugar. Apenas os quatro primeiro colocados vão para a fase de playoffs do Campeonato Estadual Baiano. O quarto colocado é o Barcelona de Ilhéus, com 11 pontos, mesma pontuação de Atlético de Alagoinhas, o atual campeão.

Faltam apenas duas rodadas para encerrar a fase de grupos do Baiano 2022.

Próximos confrontos

Na próxima rodada, o Vitória continua jogando fora de casa, desta vez contra o Unirb, no sábado, dia 12 de março. No dia seguinte, às 18h30, o Doce Mel vai enfrentar o segundo colocado, também fora de casa, o Bahia de Feira.

Compartilhe esse conteudo