Todos os gols saíram no segundo tempo; o tricolor paulista sofreu bastante no Morumbi até igualar a partida

Com muito suor e apreensão, o São Paulo precisou recorrer à energia dos jovens de Cotia para superar o São Bernardo no Morumbi. Com a vitória, o tricolor espera Corinthians ou Guarani decidirem hoje, 23 de março, quem será o seu adversário. Para ter o mando de campo, na semifinal, o time de Rogério Ceni torce para que o Corinthians não vença por 2 ou mais gols.

Pablo Maia virou a partida; o jovem volante nunca havia marcado no profissional

Rogério Ceni mandou a campo um time que não é o mais forte do São Paulo. Carelli, por exemplo, começou no banco. Segundo o treinador, com o pouco tempo para treinar entre os jogos e com a alta quantidade de partidas, o melhor é rodar o elenco para ter sempre jogadores repletos de energia. Ceni gosta de ser o protagonista do jogo, pressionando o adversário no campo de ataque, além de ter uma defesa em linha alta. Até por isso o veterano Miranda ficou no banco.

Como foi a partida

No primeiro tempo, o São Paulo parecia sentir a pressão de ter de vencer em casa, para um público de quase 30 mil torcedores, que gerou uma renda de mais de um milhão de reais. Muitos erros de passe e desatenção por parte da equipe tricolor. Numa bobeada dessas, Silvinho, do São Bernardo, quase tirou o 0 do marcador.

Mas conforme o tempo passava, os donos da casa pareciam se adaptar melhor à situação, passando a dominar a partida. Rodrigo Nestor desperdiçou boa oportunidade, livre para marcar, após patacoada do goleiro Alex Alves, do Galo. O meia-atacante Luciano rodava bem entre as linhas do São Bernardo, causando dificuldades aos visitantes.

Na segunda etapa, Rigoni veio no lugar de Eder, buscando mais incisividade e drible no setor ofensivo. Mas Reinaldo bobeou na lateral esquerda, foi desarmado por Paulinho Moccelin. Ele tocou para Matheus Davó, que, com dificuldade, saiu cara a cara com Jandrei, tocando rasteiro para superar o gol são-paulino. Era o roteiro do drama no Morumbi.

Davó comemora o seu gol no Morumbi

Rogério Ceni não esperou um minuto e já mudou a equipe. Wellington entrou no lugar de Reinaldo e o artilheiro Calleri rendeu Reinaldo. Ambos foram muitos vaiados. O São Paulo pressionava bastante e Luciano chegou a empatar, mas estava impedido.

Logo em seguida, o empate real: os argentinos Calleri e Rigoni fizeram uma boa trama pela direita, até que o camisa 7 passou para Rodrigo Nestor chutar cruzado, com força, para o fundo do gol.

A partir daí, tudo ficou mais fácil. Paulinho Moccelin foi expulso, com o segundo cartão amarelo, e a torcida começou a incentivar o time, fazendo do Morumbi um verdadeiro caldeirão. O segundo gol era uma questão de tempo. Pablo Maia acertou um tirombaço do meio da rua, próximo do ângulo. Foi o primeiro gol do volante no profissional.

A porteira abriu: Marquinhos, de esquerda, fez o terceiro e por fim Jonathan Calleri deu números finais ao jogo. São Paulo 4 a 1 no São Bernardo.

Fala Rogério Ceni

O treinador do São Paulo exaltou a base de Cotia, responsável pela classificação tricolor. Vale lembrar que 4 titulares ontem eram do centro de formação são-paulino:

“Eles têm talento, eles tiveram maturidade. Eles tiveram calma para fazer as jogadas, com tabelas bem construídas. Mostra que eles são jovens, alguns com 18, 19 anos, mas estão dispostos. Gosto de gente que tem fome, que quer aprender, ganhar e ser campeão. Esses garotos têm fome de vitória”, afirmou Ceni.

O ex-goleiro ainda lembrou de quando ele próprio era da base, mas em outras condições: “Vim da base e morei quatro anos embaixo da arquibancada. Não existia Cotia. Aqui, na hora da fome, tinha pão e margarina. Cotia tem tudo hoje. Os meninos são energia pura, força física”.

Projetando o duelo da semifinal, ele também comentou sobre a importância de poder jogar no Morumbi: “Qualquer adversário que tenhamos numa eventual semifinal, logicamente é melhor jogar em casa. Fomos a Campinas e perdemos para o Guarani. Não vencemos em Itaquera. O mando de jogo tem algum significado importante”.

Compartilhe esse conteudo