Jogador comentou sobre favoritismo do adversário, mas destacou que nada está decidido

Pelo primeiro jogo da semifinal do Campeonato Carioca, Vasco e Flamengo se enfrentam na próxima quarta-feira (16), às 20h, no Estádio Maracanã. Os times chegam otimistas para o confronto, após golearem seus adversários na última rodada da primeira fase.

Durante entrevista coletiva no início da semana, o meio-campista Zé Gabriel tirou algumas dúvidas dos jornalistas a respeito da preparação do cruzmaltino para o duelo e fez um panorama do confronto contra o maior rival.

Zé também comentou sobre a desclassificação do Vasco na Copa do Brasil e a dificuldade de enfrentar um clube que vem conquistando títulos de expressão nos últimos anos. Confira!


A análise do camisa 23 para o Clássico dos Milhões

Pensando na última derrota para o rubro-negro pela primeira fase do campeonato, o meio-campista Zé Gabriel, comentou sobre a preparação da equipe para a nova oportunidade de vencer o rival, pensando no favoritismo do mesmo:

“Esse favoritismo deles é justo pelas últimas temporadas que eles vêm fazendo dentro de campo, porém, futebol é jogado. Temos que fazer nossa parte. Sabemos que será jogo duro, temos a nossa estratégia. São dois jogos, 180 minutos. ”

O atleta ainda enfatizou a respeito da decisão ser em dois jogos: “tudo o que vier a acontecer na quarta-feira não está nada decidido, porque ainda tem domingo. ”

A derrota nos pênaltis para o Juazeirense, que desclassificou o time da Copa do Brasil de maneira precoce, foi algo que balançou torcida, atletas e comissão técnica. Quase uma semana após o ocorrido, Zé acredita que “ficou para trás, mas o que fica é a lição”.

Imagem
Recém-contratado pelo Gigante da Colina, Zé Gabriel já esteve presente em seis jogos pelo clube. Ainda não marcou gols. Foto: Rafael Ribeiro / Vasco da Gama‌ ‌

O camisa 23 desabafa e revela acreditar que o time tinha oportunidades de chegar mais longe na competição nacional, mas acredita que a derrota serviu para todos de lição. Para ele, o foco agora é apenas a decisão contra o time da Gávea.

“Eliminações nós atletas não gostamos ou estamos satisfeitos. Nós sempre queremos honrar a camisa e dar alegria aos torcedores. Nos sentimos culpados por conta disso, mas é como falei, fica a lição e temos que dar continuidade no trabalho. ”, afirmou o meio-campista.

No último clássico contra o Flamengo, pela décima rodada do Cariocão, o Vasco foi derrotado no minuto final, após Arrascaeta marcar o gol de desempate. Zé Gabriel acredita que, para não acontecer uma nova derrota, o time deve neutralizar o que o adversário tem de melhor, para assim, encaixar o jogo proposto pelo técnico Zé Ricardo.

“Jogo grande é decidido no detalhe. Sempre tive isso comigo e todo mundo sabe. Contra equipes com jogadores qualificados, minimamente o que errarmos ou cometer algum deslize, pode ser fatal. É um campeonato à parte, são jogos decisivos. ”, enfatizou o atleta a respeito do rival.

Zé Gabriel, zagueiro do Inter — Foto: Ricardo Duarte/Divulgação, Inter
Pelo Internacional, Zé Gabriel atuava como zagueiro. Foi contratado pelo Vasco para atuar como volante/meia e afirmou: “sei que posso render muito mais do que em minhas atuações como zagueiro”. Foto Ricardo Duarte / Divulgação Inter

O camisa 23 ainda falou sobre a expectativa e apoio do torcedor cruzmaltino: “é o jogo que todo mundo quer jogar. Jogo grande! Teremos bastante apoio dos nossos torcedores, não tenho dúvida nenhuma. Jogar um clássico como esse, no Maracanã, casa lotada, é o que todo jogador sonha. ”

Pensando na hipótese do Vasco acessar a elite do Brasileirão no dia cinco de novembro, o atleta comenta em meio a sorrisos: “Se Deus quiser, no final do ano dará tudo certo e terei esse momento especial, essa data marcada no meu corpo” — o meia prometeu que, se o Vasco realizar uma boa campanha e conquistar o acesso, fará uma tatuagem em homenagem.

Preparação do Vasco para o duelo

Após bater o Resende no último domingo (13), por 3 a 0, o cruz-maltino chega mais confiante para confrontar o rival Flamengo. Seu desempenho na primeira fase do campeonato foi considerado bom, já que de 11 partidas disputadas, venceu sete, empatou uma e perdeu três.

Entretanto, seu retrospecto em clássicos na temporada não é dos melhores. As únicas três derrotas que teve foram justamente contra as equipes rivais. Perdeu para o Botafogo por 1 a 0, para o Fluminense por 2 a 0 e para o Mengo, por 2 a 1.

Ao conquistar 22 pontos de 33 em jogo, o Gigante da Colina alcançou a terceira colocação na tabela, ficando atrás do Fluminense e do próprio Flamengo, com uma diferença de quatro pontos para o segundo colocado e seis para o líder.

Vasco e Flamengo se enfrentam no Maracanã pelo jogo de ida das semifinais do Campeonato Carioca - Thiago Ribeiro/AGIF
Vasco e Flamengo já se enfrentaram 395 vezes na história, com melhor retrospecto para o rubro-negro, que venceu 152 jogos, enquanto o Vasco venceu 131. Foram 112 empates. Foto: Thiago Ribeiro / AGIF


As equipes se enfrentam na próxima quarta-feira (16), às 20h, pelo primeiro jogo da semifinal do Campeonato Carioca. O duelo será no Maracanã com apoio das duas torcidas.

Compartilhe esse conteudo