Sem técnico desde a eliminação para o Fortaleza no Cearense, o Ferroviário vive dias difíceis

Após a eliminação do campeonato Cearense, com a derrota por 2 a 1 na Arena Castelão para o Fortaleza, a direção do Ferroviário demitiu o técnico Paulinho Kobayashi. Em seu perfil oficial no Instagram, o ex-técnico do Ferrão agradeceu aos funcionários do clube.

Ele também afirmou: “acredito ter feito um bom trabalho, à despeito das circunstâncias, e sou grato a torcida pelo apoio e reconhecimento. Prefiro não comentar o motivo da minha saída, mas sei que Deus é fiel e justo, e nada melhor que entregar nas mãos do Senhor para que Ele, com sua infinita misericórdia, trate com quem preparou minha saída”.

No entanto, os motivos da suposta traição ainda não foram revelados. Nos comentários do post, o atacante e artilheiro do time do povo, Edson Carius, deixou o seu recado: “Fica tranquilo, professor. Você está saindo de cabeça erguida, pois além de um grande profissional, é um grande cidadão, honesto, trabalho, homem de caráter. O futebol está cada vez mais sujo, as pessoas de má índole estão acabando com o futebol e com as suas instituições”.

Hoje, 18 de março, dois dias após a saída de Paulinho Kobayashi, a loja oficial de roupas do Ferroviário causou polêmica nas redes sociais. Veja abaixo o post no instagram:

(Créditos da imagem: Instagram da Loja oficial)

A “Ferrão Store” é a loja credenciada que vende todo o equipamento esportivo do clube. Segundo a diretoria, providências já estão sendo tomadas. Como é possível ver na imagem, os torcedores não gostaram da piadinha.

Novo técnico

Como não bastasse tudo isso, a escolha do novo comandante do time do povo também está causando um rebuliço no clube. Quem teve o nome especulado foi o atual treinador do Pouso Alegre, de Minas Gerais, Francisco Diá.

A relação do Ferroviário com o Pouso Alegre, de momento, é bastante boa, uma vez que o Tubarão da Barra emprestou 4 jogadores para o time mineiro: Vitão, Émerson, Gabriel Silva e Valderrama.

Francisco Diá já comandou o Ferrão em outras oportunidades, sendo a mais recente na temporada passada (foram quase 40 partidas).

Foram 20 vitórias em sua última passagem pelo Tubarão da Barra

Contudo, informações de bastidores dão conta de que Francisco Diá não é querido tanto por funcionários quanto por jogadores. Existe até a ideia de que todos se manifestem para que a sua contratação não aconteça. Aparentemente, os ares eram bastante ruins com ele dentro do vestiário, para ter deixado uma lembrança tão forte nos que lá ficaram.

Agora, o Ferrão volta a sua preparação para a estreia na Série C do Campeonato Brasileiro, que deve começar daqui 3 semanas. O Ferroviário terá um grande reforço: o estádio Presidente Vargas já estará pronto após a remodelação.

Compartilhe esse conteudo