Dana White, mandatário do UFC, nunca foi tão questionado sobre o retorno de McGregor ao octógono. Lesionado desde o ano passado, o irlandês não tem data para voltar a lutar pela principal organização de MMA.

Conor McGregor ainda não tem data para retornar ao octógono - Imagem: UFC

O que diz Dana White

Uma das principais incógnitas do MMA atual, o retorno de McGregor não é fácil de responder. Em entrevista ao The Sun, Dana White não acredita que o ex-campeão dos pesos pena e leve esteja no card dos eventos da ‘Semana Internacional da Luta’, que acontece em julho.

O presidente do UFC espera a liberação médica para só assim definir um adversário para McGregor. Ocorre que essa liberação só deve acontecer depois de setembro.

“Não tenho nada para ele agora, ele não está pronto. O cenário pode mudar durante o verão (dos Estados Unidos). Quando ele estiver pronto para lutar e o médico lhe liberar 100%, então começaremos a analisar possíveis oponentes. Estamos olhando para o início do outono se tudo der certo.

Se sua perna cicatrizar bem e ele conseguir a liberação para realmente começar a treinar, ele deve lutar no outono (entre setembro e novembro)”, afirmou Dana.

Relembre a lesão

Conor McGregor está afastado das lutas desde julho de 2021, quando sofreu uma lesão na luta contra Dustin Portier ainda no primeiro round. O irlandês caiu com as mãos na perna e passou por cirurgia no local.

Conor McGregor na lesão que o afastou das lutas - Imagem: ESPN

Ainda em 2021, o Notório concedeu entrevista ao canal do Youtube ‘Adam’s Apple’. Na ocasião falou sobre a recuperação e demonstrou estar otimista com um possível retorno ao UFC.

“Sinto como se já pudesse chutar. Eu honestamente sinto como se eu já pudesse chutar agora, mas eu tenho que ouvir os médicos e as pessoas que me guiam. É isso que eu tenho feito até o momento. Eu me comprometi a trabalhar. Estou em pé novamente. É muito bom estar em pé novamente”, afirmou McGregor na época.

Apesar da recuperação, o lutador prega cautela sobre a volta ainda em 2022: “Não tem sido um mar de rosas, mas eu superei isso. Minha família e membros do time mais próximos estão do meu lado. Estamos chegando lá. Ainda tem um longo caminho. Não quero me precipitar”, concluiu o ex-campeão.

Conor McGregor, de 33 anos, é um dos principais nomes do UFC e o atleta mais bem pago da organização. O irlandês se tornou um fenômeno do MMA e ficou conhecido pelo jeito falastrão para promover suas lutas.

No último ano, o lutador não viveu seu pior momento na carreira. Além da grave lesão, perdeu três das últimas quatro lutas no octógono. Sua última vitória foi em 2020 contra Donald Cerrone no UFC 246.

Compartilhe esse conteudo