O clube tem por origem polonesa, com sede em Białystok e joga no Ekstraklasa, sendo o nível mais alto do futebol polones. Ele foi fundado no ano de 1920 por soldados do Batalhão de Reserva em Białystok. Suas cores oficiais são vermelho e amarelo.

O clube venceu a Taça da Polónia e a Supertaça no ano de 2010, fazendo com que se classificasse para jogar na terceira fase de qualificação da UEFA Europa League.

A primeira aparição do time na Copa da Europa ocorreu nesta data e as temporadas que fizeram maior sucesso do time foram as temporadas do ano de 2016/17 e também no ano de 2017/18, quando eles terminaram em 2º lugar na Ekstraklasa.

No ano de 2009 o time se envolveu em um grande escândalo por ter se envolvido em corrupção, e isso quase provocou o seu rebaixamento imediatamente a 2º liga, porém, em vez disso acontecer o clube foi reduzido por 10 pontos na temporada seguinte.

Escudo do time

O escudo do time nada mais é do que o brasão e as cores do clube que se apresentam e destacam, e a sua primeira aparição foi em 1932. O brasão original era composto com uma letra “J” em um escudo amarelo e vermelho cereja.

Já a bandeira e as camisas do clube eram de cor branca e preta, porém em torno dos anos 80 os torcedores começaram a usar amarelo e vermelho para simbolizar o time, mas em registros oficiais da época mostram que usavam branco e preto.

Atualmente as cores dos uniformes do time são amarelo e vermelho, mas em referência à história, sendo as cores visitantes da equipe que são branco e preto.

Brasão do time. Wikimedia. https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/5/5c/POL_Bia%C5%82ystok_formal_COA.svg/200px-POL_Bia%C5%82ystok_formal_COA.svg.png>

Ekstraklasa

Os jogos da segunda liga em Białystok tiveram uma média de 15 mil espectadores, sendo que na partida ao retorno no Ekstraklasa os números dos espectadores chegaram a 40 mil.

Todos esses jogos que foram jogados em casa, foram vistos por 20 mil torcedores nas arquibancadas, e as histórias falam que a maioria veio de vilarejos próximos da região onde acontecia o jogo.

Para o time de Białystok, as primeiras temporadas não foram boas, eles terminaram em 8º lugar duas vezes e depois em 16º, o que conferiu um rebaixamento certeiro.

Depois de um ano do acontecido, o time mais uma vez perdeu os playoffs para a promoção em uma grande disputa de pênaltis contra Zagłębie Sosnowiec. Depois de mais um ano, Jagiellonia acabou em 2º lugar, ganhando a promoção para a Ekstraklasa.

No ano de 2007, o time alavancou para a 1º divisão, onde se encontra até hoje. Na primeira temporada de volta a equipe terminou em 14º lugar com 27 pontos, favorecendo o ano seguinte, onde o clube acabou em 8º lugar totalizando 34 pontos.

Vale lembrar que, para o ano de 2009, o time foi punido com uma redução de 10 pontos, por causa do escândalo de corrupção, que foi cometido pelo presidente anterior do clube.

Já nas temporadas de 2016/17, o time foi vice- campeão pela primeira vez na história, o feito gerou a vitória da Copa da Polônia em 3º e 2º lugar, quando treinados por  Michał Pobierz.

Já no ano de 2019 em janeiro, o capitão de longa data, Rafał Grzyb, tornou-se o novo assistente técnico da equipe, o que levou a sua aposentadoria oficial do futebol.

Time vencedor: Wikimedia Fonte:<https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/0/09/Jagiellonia-feta2-20-05-2018.jpg/240px-Jagiellonia-feta2-20-05-2018.jpg>

Jogadores

Ao todo são em 35 jogadores que são os goleiros: Pavels Steinbors, Hubert Gostomski, Błażej Niezgoda e Xavier Dziekoński, já os defensores são os logo abaixo:

Michal Pazdan, Blazej Augustyn, Israel Puerto, Ivan Runje, Bogdan Tiru, Milosz Matysik, Jan Majsterek, Bartosz Kwiecień, Dawid Szymonowicz, Pawel Olszewski, Kacper Tabis, Bojan Nastic, Bartlomiej Wdowik e Bartłomiej Wdowik.

Os meio-campistas são: Taras Romanchuk, Oliwier Wojciechowski, Martin Pospisil, Jakub Orpik, Grzegorz Arłukowicz, Przemysław Mystkowski, Jesus Imaz, Dani Quintana, Karol Struski e Martin Kostal.

Já os atacantes são: Konrad Wrzesiński, Krzysztof Toporkiewicz, Fedor Chernykh, Tomasz Prikryl, Andrzej Trubeha, Bartosz Bida e Ognjen Mudrinski.

Jogadores uniformizados. Wikimedia Fonte:<https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/5/5e/Polonia_Warszawa_vs_Jagiellonia_Bia%C5%82ystok_05-2011_1.jpg/270px-Polonia_Warszawa_vs_Jagiellonia_Bia%C5%82ystok_05-2011_1.jpg>

Treinadores

O time passou por vários treinadores e os últimos foram: Tomasz Hajito, Algimantas Liubinskas, Adam Nawałka, Ryszard Tarasiewicz, Janusz Marek Wojcik sendo o atual o Piotr Nowak o mesmo foi ex-jogador de futebol profissional polonês.

Treinador do time: Fonte:<https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/1/16/Piotr_Nowak_in_2016.jpg/200px-Piotr_Nowak_in_2016.jpg>


O escândalo de corrupção

As especulações sobre o tal escândalo passaram pelo Departamento de Disciplina da Federação Polonesa de Futebol e começou na data de 20 de junho de 2008, quando o Ministério Público em Wroclaw entregou os documentos.

Os tais documentos eram sobre manipulações de 6 jogos na 2º Liga da temporada de 2004/05 do clube, tendo em 26 de junho de 2008 o adiamento pelo Departamento de Disciplina, para decidir o destino do clube.

No dia 10 de julho, houve uma nova prorrogação desse processo contra o clube para que o Departamento de Disciplina pudesse obter maior ajuda do Ministério da Justiça a fim de obter mais documentos adicionais.

Na data de 12 de fevereiro de 2009, o time se tornou o 10º clube a fazer parte desse escândalo de corrupção, fazendo com que o Departamento de Disciplina do PZPN ordenasse uma pena de rebaixamento de um escalão na temporada seguinte.

Isso ocorreu após o julgamento se tornar definitivo de cinco contas de crime esportivo. Logo depois, em 24 de março de 2009, o time se muniu através de recursos contra a decisão.

Após essa intervenção, em 29 de abril de 2009, o tribunal revogou a punição de rebaixamento, concedendo a eles 10 pontos negativos na temporada seguinte e impôs uma multa de 300 mil zloty.

Compartilhe esse conteudo