O time do Texas é reconhecido como um dos principais times formadores nos Estados Unidos.

Dentre os times do Texas, no sul dos Estados Unidos, na Major League Soccer (MLS), o mais antigo é o Football Club Dallas - ou apenas FC Dallas -, que foi uma das franquias pioneiras na criação da liga americana. Hoje, o clube também é um grande destaque em suas categorias de base.

O time surgiu em 1995 como Dallas Burn, em referência à extração de petróleo e ao forte calor que caracterizam o estado do Texas - os Toros (touros, em espanhol), como são apelidados, só adotaram a atual nomenclatura em 2004. Depois de formado, o time teve como primeiro jogador contratado o mexicano Hugo Sánchez, atacante que é reconhecido como um dos maiores jogadores da história da seleção do México.

Inicialmente financiado pela própria MLS - tal como a maioria das franquias no início da competição -, o Dallas hoje é gerido pelos irmãos Hunt, conhecidos também por gerirem o Kansas City Chiefs, um dos times mais fortes da NFL atualmente.

O primeiro time do Dallas Burn - atualmente FC Dallas - dando seus primeiros passos na Major League Soccer (Foto: Twitter FC Dallas)

Os primeiros jogos do FC Dallas foram disputados no Cotton Bowl, estádio de futebol americano que recebeu jogos da Copa do Mundo de 1994. Desde 2005, os Toros passaram a jogar no Toyota Stadium, na cidade de Frisco, dentro da região metropolitana de Dallas, que tem capacidade para 20.500 pessoas.

A principal rivalidade do FC Dallas é contra o Houston Dynamo, a segunda das três franquias que o Texas tem atualmente na MLS - em 2021 estreou o Austin FC, o terceiro texano na liga. Contudo, o Dallas também acumula alguns rivais de outras regiões dos Estados Unidos por motivos diferentes, como o Colorado Rapids, por conta de provocações entre os times nós playoffs em 2005 e 2006.

Outras disputas são por títulos amistosos, como a Brimstone Cup, que é disputada contra o Chicago Fire (ambos os times surgiram com nomes relacionados a fogo) e a Lamar Hunt Pioneer Cup contra o Columbus Crew, em homenagem ao homem que já foi investidor em ambos os times.

O FC Dallas venceu pela segunda vez em sua história a U.S. Open Cup em 2016 (Foto: Divulgação/FC Dallas)

Apesar de ser um time relativamente antigo para os parâmetros da MLS, o time não chegou a conquistar a MLS Cup, o título máximo da liga, até hoje. O mais próximo que o time chegou perto de vencer a competição foi em 2010, quando perdeu o título para o Colorado Rapids. As principais conquistas são duas U.S. Open Cups e a Supporters' Shield da temporada regular da MLS de 2016, ano em que venceu a U.S. Open Cup pela última vez.

Nos últimos anos, o FC Dallas passou a ganhar destaque como clube formador, desenvolvendo atletas que viriam a se destacar não apenas pelos Toros como também em times de ponta na Europa.

O principal destaque dentre esses jogadores formados no Dallas é o meia Weston McKennie, que jogou por quatro anos pelo Schalke, na Alemanha, e hoje atua na Juventus, da Itália, além de ser hoje um dos principais jogadores da seleção americana. Outros jovens que se formaram no time do Texas e hoje atuam no velho continente são Bryan Reynolds (Roma) e Chris Richards (Bayern de Munique).

Weston McKennie é o principal jogador formado pelo FC Dallas nos últimos anos, atuando pela Juventus da Itália e pela seleção dos EUA (Foto: Divulgação/FC Dallas)

Contudo, as últimas temporadas têm sido bem duras para o FC Dallas e seus torcedores. Na última temporada, em 2021, o time foi um dos piores times da liga, ficando apenas em 11º na conferência, a Oeste, e em 23º lugar no ranking geral - haviam 27 times na disputa.

Os Toros disputaram a Liga dos Campeões da CONCACAF pela última vez em 2018, caindo já nas oitavas-de-final, e desde a conquista da U.S. Open Cup em 2016 o time não chega às semifinais do torneio - e desde 2017 chega no máximo às quartas-de-final.

O FC Dallas cumpre muito bem o papel de "clube trampolim" e de time formador, não apenas revelando jogadores promissores como ajudando a lançar jogadores para clube maiores em outras ligas - o caso de McKennie é o melhor exemplo disso. Porém, o Dallas também precisa mostrar competitividade na MLS, algo que a franquia ficou devendo na última temporada. Mas existem outras formas de um clube de futebol construir seu nome no esporte para além de ganhar títulos, e formar grandes jogadores é uma dessas alternativas.

Quer conhecer outros times e suas histórias? Então fique de olho no Bets e conheça tudo do futebol no planeta!
Compartilhe esse conteudo