O clube nasceu em 2004, na região de Salt Lake, Utah, com o fundo de investimento da MLS (Major League Soccer). Sua criação foi liderada pelo empresário David Checketts, que inspirou o nome do clube em um time de basquete que admirava, o Real Madrid.

O nome “Real”, advindo da inspiração, alavancou opiniões divididas entre os moradores de Salt Lake que, na época, não achavam que o título representaria bem a região. Com o tempo, o debate caiu por terra e o time ficou conhecido unicamente como Real Salt Lake, ou RSL. Desde o início, o clube faz parte da conferência Oeste da MLS, que também engloba ua segunda divisão, a Leste.

SEATTLE - 22 DE NOVEMBRO: Kyle Beckerman (camisa 5) do Real Salt Lake, beija o troféu The Philip F. Anschutz da MLS Cup, enquanto ele e seus colegas de time celebram sua vitória sobre o Los Angeles Galaxy na final da MLS Cup, no Qwest Field, dia 22 de novembro de 2009, em Seattle, Washington. O Real Salt Lake venceu de 5x4 nos pênaltis após o segundo tempo. (Foto por Harry How/Getty Images)

O Real Salt Lake estreou na MLS – a maior liga de futebol norte-americana – em 2005. Aquela teria sido uma temporada marcante para o time, que começou com o pé esquerdo. Em seu debute, o RSL finalizou o ano com um total de vinte e duas (22) derrotas, em um registro de 5 – 22 – 5. Na temporada seguinte, o time permanece com um desenvolvimento que deixa a desejar, terminando com uma conta de 10 – 13 – 9, e batendo um recorde nunca visto na história da liga de dezoito (18) partidas sem vitória entre as temporadas de 2005 e 2006.

Na sequência, a temporada de 2007 começa com onze (11) partidas consecutivas sem vitórias, e o time mantém um nível desapontante em campo, totalizando apenas seis (6) vitórias durante toda a temporada.

Em compensação, o ano seguinte vira o jogo para o clube, literalmente. Mudanças necessárias são feitas no RSL, que admite alguns jogadores que vieram a ser muito importantes para a melhora do time em campo – como o meio-de-campo Kyle Beckerman e o atacante Robbie Findley. Comparado aos anos anteriores, a performance do Real Salt Lake naquela temporada foi satisfatória. Terminou o ano de 2008 com um registro de 10 – 10 – 10, e ainda se classificou para as finais da conferência Oeste, onde foi eliminado pelo Red Bulls.

Uma temporada para ser lembrada

O ano de 2009 renova as esperanças do Real Salt Lake. O time começa a temporada com um bom desempenho, deixando um registro de apenas uma (1) derrota em casa. Já fora, o RSL não apresenta a mesma “sorte”. Mesmo assim, o time avança para as finais, classificando-se para o MLS Cup. Na final contra o LA Galaxy (um dos grandes nomes da liga), o Real Salt Lake empata, ganhando nos pênaltis de 5x4 e vencendo pela primeira vez na história do time. A vitória classifica-o para a CONCACAF de 2010-11 (liga confederativa da América do Norte, Central e Caribe).

Na sequência positiva da temporada anterior, em 2010, o RSL mantém uma excelente performance, rendendo grande destaque para o clube. No mesmo ano, o time bate um recorde grandioso na história da MLS, contabilizando mais de vinte e cinco (25) partidas sem derrotas em casa, entre as temporadas de 2009 e 2010. A pontuação o classifica à MLS Cup, onde chegam até às semifinais das conferências, mas perdem para o FC Dallas.

A temporada finaliza com o time ocupando o segundo lugar na divisão Oeste e no quadro geral, atrás apenas do LA Galaxy, vencedor da MLS Cup e também do Supporters’ Shield de 2010 – prêmio concedido ao time a finalizar em primeiro lugar no quadro geral da temporada.

SANDY, UT – 27 DE ABRIL: Fãs do Real Salt Lake animam durante o jogo contra o Monterrey Mexico, no primeiro tempo da partida do campeonato CONCACAF, no dia 27 de abril de 2011, no Rio Tinto Stadium, em Sandy, Utah. O Monterrey derrota o Real Salt Lake de 1x0, vencendo o campeonato CONCACAF. (Foto por George Frey/Getty Images)

Já na CONCACAF, o RSL mantém-se exímio. O time demonstra bom desempenho nas partidas em casa, como esperado, e avança para as finais da competição, se tornando o primeiro time da MLS a chegar nas finais da CONCACAF. Mesmo não saindo vitorioso, o time representa seu excelente desempenho na temporada de 2010.

Na temporada de 2011 da MLS, o Real Salt Lake não chega a bater os mesmos recordes como nos anos anteriores, mas ainda faz bons números. Finaliza o ano com um registro de 15 – 11 – 8 na temporada regular e é classificado para a MLS Cup novamente, onde é eliminado nas finais da conferência pelo LA Galaxy, novamente vencedor do troféu Phillip F. Anschutz e do Supporters’ Shield de 2011. Mesmo não alcançando a final, o Real Salt Lake classifica-se para a CONCACAF de 2012-13, após terminar a temporada em terceiro lugar na divisão Oeste e no quadro geral.

Em 2012, o time termina a temporada em segundo lugar na divisão Oeste, mas é eliminado na semifinal das conferências. Já na CONCACAF, o RSL é desclassificado ainda na fase de grupos.

De 2013 até os dias atuais

Entre as temporadas de 2013 a 2020, o Real Salt Lake manteve um desempenho oscilatório na MLS. Nessas temporadas, o RSL permanece atrás, variando entre classificar-se para as finais das conferências e saindo nas semifinais (com exceção da temporada de 2013), e não classificando para os playoffs. O time ainda passa por péssimas temporadas, chegando a ocupar o fundo dos quadros da divisão e do geral. Abaixo, pode-se observar a oscilação do clube com os dados da sua classificação e dos registros contabilizados entre as temporadas de 2013 a 2020:

Temporada MLS

Posição na Conferência Oeste

Posição no Quadro Geral

Registro 

V – D – E 

2013

16 – 10 – 8

2014

15 – 8 – 11

2015

16º

11 – 15 – 8

2016

10º

12 – 12 – 10 

2017

14º

13 – 15 - 6

2018

12º

14 – 13 – 7

2019

16 – 13 - 5

2020*

11º

21º

4 – 9 – 6 

*Em 2020, a MLS teve que ser suspensa devido à Pandemia do COVID-19. A temporada foi retomada em julho do mesmo ano.

Já em 2021, o Real Salt Lake se redime. Iniciando a temporada sem uma diretoria apropriada, o time alcança as finais das conferências, feito que não ocorria desde 2013. São desclassificados em uma derrota pelo Portland Timbers, mas a súbita alavancada traz grande esperança para o clube. O RSL finaliza o ano de 2021 em sétimo lugar na conferência Oeste, e em décimo terceiro no quadro geral.

PORTLAND, OREGON, EUA - 4 DE DEZEMBRO DE 2021: Salt Lake cabeceia a bola para longe do gol. O Portland Timbers derrota o Real Salt Lake de 2x0 e vence as finais da Conferência Oeste do Major League Soccer (MLS), em Portland, Oregon, no dia 4 de dezembro de 2021, garantindo sua classificação para a final do campeonato da MLS, que ocorreria no dia 11 de dezembro, em Portland. (Foto por John Rudoff/Anadolu Agency via Getty Images)‌ ‌
Se você ama futebol e quer ficar por dentro de tudo que acontece no esporte, basta ficar ligado no Bets. Aqui, você encontra as notícias dos maiores clubes do Brasil e do mundo.
Compartilhe esse conteudo