Rodrigo Hernandéz Cascante, conhecido no mundo do futebol apenas por Rodri, é um volante espanhol nascido em Madri em 22 de junho de 1996. O jogador é destro e tem 1,91 m.

Surgimento

Rodri começou a jogar futebol desde criancinha, como todo menino madrilenho. Porém seus pais priorizaram sua educação e o jogador começou a se destacar no futebol na escola e jogando em parques no tempo livre.

Seus pais então perceberam que não conseguiriam impedir o menino de ser jogador, devido ao seu talento incomum. Começou a categoria de base no CF Rayo Majadahonda, um time da terceira divisão espanhola.

Em 2007, após realizar testes, entrou para a base do Atlético De Madri. É da mesma geração de Lucas e Théo Hernandez (hoje estão no Bayern de Munique e no Milan, respectivamente) e era muito amigo dos dois.

Porém em 2013, as vidas dos três amigos tomariam rumos distintos. Eles foram submetidos a novos testes e Rodri não passou. Ele foi dispensado por ser considerado muito fraco para virar jogador. Rodri não desistiu e foi para o Villarreal continuar a perseguir seu sonho.

Estreou pelo profissional no Villarreal B em fevereiro de 2015 na segunda divisão do campeonato espanhol. No time B, o jogador atuou em 35 jogos e fez 1 gol. No mesmo ano, porém em dezembro Rodri passou a integrar o time principal do Villarreal.

Nesse mesmo ano, ainda foi considerado o jogador espanhol mais promissor, um sucessor de Sérgio Busquets no estilo de jogo box-to-box, que é o volante que joga o campo inteiro, na defesa, criação e finalização.

Em 2017, com 19 anos, já era titular absoluto do time e renovou seu contrato com o clube até 2022. Porém ao final da temporada renovou o interesse do Atlético de Madri, time que ele torce, e que havia sido dispensado anos antes.

Sua passagem pelo Villarreal terminou com 63 jogos, apenas 1 gol e uma demonstração do que o jovem jogador poderia produzir quando encaixado em um time competitivo.

Rumo ao estrelato

O volante em uma partida pelo Atlético de Madri. Crédito: Globo Esporte.

Antes de iniciar a temporada de 2018-19, recebeu uma proposta do Atlético de Madri seguido de um pedido de desculpas por parte do clube madrilenho por ter desperdiçado o talento de Rodri na base.

No Atlético, o volante evoluiu seu jogo e mostrou que realmente tem o talento e a classe para ser um jogador de primeira prateleira. O seu estilo de jogo, por ser um especialista em saída de bola curta, chamou atenção de um dos melhores técnicos do mundo, Pep Guardiola.

Sua passagem pelo Atlético foi muito bem-sucedida. Por lá, além de jogar seu excelente futebol, Rodri foi campeão da Supercopa da UEFA em 2018 em cima do campeão da Champions, o Real Madri. No total, o volante participou de 47 jogos e fez 3 gols.

Porém sua curta passagem pelo seu time de infância teve apenas uma temporada. Rodri foi chamado por Guardiola para se juntar ao projeto milionário e já campeão inglês do Manchester City.

O jogador e o Atlético de Madri aceitaram a proposta do City que girava em torno de 67 milhões de libras esterlinas para um contrato de 5 anos e um projeto de time que agradaria qualquer jogador do nível de Rodri.

Chegou no Manchester já correspondendo com os valores da sua transação. No primeiro jogo, um clássico contra o Liverpool, o volante foi titular e atuou o jogo inteiro.

Porém em outubro de 2019 machucou os músculos posteriores da coxa e ficou de fora dos campos por mais de um mês. O jogador voltou a atuar ainda no mesmo ano, mas não estava rendendo como antes.

Após a virada do ano, Rodri conseguiu voltar a jogar como Guardiola esperava e reconquistou seu espaço no time. Ainda em 2020, o City foi campeão da Copa da Liga Inglesa em uma vitória por 2x1 em cima do Aston Villa e Rodri fazendo o gol da vitória.

Atualmente, o Manchester City e o Liverpool estão dividindo as forças na Premiere League, isso coloca Rodri em uma posição de destaque já que ele é titular absoluto no time.

Na temporada atual, o City está em primeiro lugar no campeonato com um ponto de vantagem sobre o Liverpool. O time chegou a abrir 14 pontos, porém o desempenho caiu e o Liverpool encostou na tabela.

Rodri se apresentando ao Manchester City, em 2019. Crédito: Metrópoles.

Na Liga dos Campeões, o time de Manchester passou da fase de grupos em primeiro lugar, perdendo apenas dois jogos e mostrando o futebol que fazem os comentaristas colocarem o City como favorito.

Nas oitavas de final, o time inglês pegou o Sporting de Lisboa no sorteio. No primeiro jogo, o City demonstrou toda sua força e ganhou por 5x0. Já o segundo jogo ficou no 0x0.

No sorteio para as quartas, o City pegou o ex-clube de Rodri, o Atlético de Madri, que passou pelo o outro time de Manchester, o United, nas oitavas, eliminando um possível favorito.

Devido ao investimento em contratações pontuais, como Rodri, o Manchester City apresenta hoje um dos projetos mais poderosos do mundo e já ganhou 3 títulos da Premier League.

O jogador espanhol do Manchester City tem valor de mercado estimado em 65 milhões de euros e nessa temporada vem agradando os torcedores. Ele participou de 24 dos 29 jogos do City na Premier League, fez 3 gols e deu uma assistência. Já na Champions, participou de 6 dos 8 jogos, porém não fez gol nem deu assistência

Pela Seleção

O espanhol atuou na base da seleção desde o sub-16 e sempre chamou atenção. Em 2015, foi campeão sub-19 da copa europeia. Sempre mostrou habilidade nos passes e uma excelente visão de jogo.

Foi convocado pela seleção principal pela primeira vez em 2018 com 22 anos. Fez parte da campanha da Espanha na Eurocopa de 2020 quando a seleção chegou na semifinal e foi eliminada pela campeã Itália.

Participou também das eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022, que a Espanha classificou e deve ser convocado para a Copa, já que vem jogando todos os jogos da seleção.

Rodri se adaptou muito bem ao Manchester e tem um desempenho muito bom na equipe. (Crédito: Robbie Jay Barratt/AMA/Getty Images).

Extracampo

Rodri sempre foi uma pessoa humilde e simples, mesmo com a fama e o dinheiro. Exemplo disso é seu primeiro carro que, ao invés de ser um carro luxuoso, foi um Celta usado.

O jogador cursou negócios e economia na Universidade de Castellon, na época que jogava pelo Villarreal. Durante seu curso, ele morou em uma residência universitária, onde fazia as tarefas da casa e dividia seu quarto.

Mesmo com sua humildade fora de campo, dentro dele Rodri é um jogador que transborda talento e, hoje em dia é um dos melhores volantes do mundo na sua função.

Compartilhe esse conteudo