Com sede localizada em Tovuz, o Turan Tovuz, ou simplesmente Turan, é considerado o primeiro time de futebol profissional do Azerbaijão.

A fundação do clube é datada de 1992. Cinco anos depois, o time acabou passando por dificuldades financeiras que marcaram e marcam até hoje sua trajetória.

Para se ter uma ideia de tal dimensão, o fato culminou na queda do clube à Primeira Divisão do Azerbaijão na temporada 2012/2013. Ou seja, após passar exatas duas décadas na “Premier League”, elite do futebol local, a equipe sofreu um rebaixamento. Soma-se a isso a curiosidade de que, na mesma época, a instituição teve seu nome alterado.

Para sermos mais específicos, saiu Turan Tovuz e entrou somente Turan-T. Alguns meses depois, o clube, que atualmente manda seus jogos no Tovuz City Satadium e foi fundado por Vidavi Ahmadov, restaurou seu nome inicial.

Casa antiga, construída em 1979

Embora o Turan tenha sido criado em 1992, a construção do estádio que serve de sede às partidas da equipe aconteceu bem antes disso, em 1979.

Considerado um espaço multiuso localizado exatamente em Tovuz, no Azerbaijão, o Saher Stadium, ou simplesmente Tovuz City Stadium, possui características para lá de peculiares.

Com capacidade para 6.800 pessoas, o palco possui um gramado que mede exatos 105 x 68 metros. Quando joga em casa, dificilmente o Turan deixa escapar pontos importantes pelos campeonatos que disputa.

Lobo cinzento!

Boz Qurd, ou simplesmente Lobo Cinzento, representa um dos principais, isso para não classificarmos como único, apelidos do Turan.

Embora seu escudo não faça menções diretas ao animal, uma vez que leva lua, estrela, sol e outros detalhes completamente distintos ao bichano em sua composição, é assim que a torcida do clube faz questão de ser chamada.

Além do apelido, outro detalhe importante em relação à equipe diz respeito aos uniformes utilizados nos jogos dentro e fora de casa.

Quando duela no Tovuz City Stadium, o Turan joga de camisa vermelha, mas calções e meiões pretos. Já quando atua fora de casa, o uniforme é inteiramente verde.

Jogadores do Tura posados para foto - (Divulgação - Facebook Turan)

Mais que presente, apaixonada!

Embora poucos saiam ou imaginem que sim, a torcida do Turan é muito apaixonada!

Presente na maciça maioria dos jogos que o clube disputa tanto perto quanto longe de seus domínios, a bancada do time é motivo de orgulho para o presidente Nadir Nabiyev e para o Diretor Ilham Yadullayev.

Homem de terno e gravata segurando celular

Descrição gerada automaticamente
Os cartolas do Turan têm do que se orgulhar (Foto: Divulgação / Facebook Turan)

Sobretudo nestes tempos de maior dificuldade, os adeptos do Turan têm se comportado de forma parceira em relação aos jogadores dentro de campo. Não à toa, o elenco tem conseguido recolocar o time no caminho das vitórias.

Jogadores locais

Uma informação importante a respeito da formação do elenco do Turan trata da origem de cada um dos atletas.

Do goleiro aos atacantes, são todos do Azerbaijão. A característica demonstra uma postura de mercado interessante por parte dos dirigentes do clube, dando oportunidade para atletas do país.

Em outras palavras, é como se os cartolas da equipe não abrissem mão de investir no mercado local ao mesmo passo em que tentam aproveitar suas finanças internas da melhor forma possível.

De modo estrutural, este mesmo “bairrismo” fica explícito na composição diretiva da instituição. Historicamente, poucos cartolas do Turan foram originados em outros países que não o Azerbaijão.

Neste caso, algumas das poucas exceções ficam a cargo de nomes como Naci Sensoy e Salahattin Darvand, que são da Tunísia, país que possui mais reputação e organização futebolística em relação a outras nações do Oriente Médio, como é o caso do próprio Azerbaijão.

Foto preta e branca de homem de terno e gravata

Descrição gerada automaticamente
Ex-mandatário do Turan posa para registro (Foto: Divulgação / Facebook Turan)

Na prática, é claro que isso também reflete dentro de campo, que é quando a coisa acontece para valer e muitos detalhes acabam ficando mais explícitos em relação a outros pontos. Assim como no Brasil, por lá, o resultado também importa.

Justamente por isso, nomes como Mirazayev, Sulaymano e Alivey, que por sinal ocupam a posição de meio-campistas da equipe, têm por obrigação e incumbência fazerem com que este time jogue bem dentro e fora de casa.

Relação direta com a seleção do país

Pode-se dizer que, ao longo dos anos, o Turan tem se consolidado como uma das forças do Azerbaijão que mais e melhor fornece atletas para a seleção local. Talentos como Mammadov, Nabiev, Huseynov e Nasirov são exemplos.

Isso significa que o clube vai além do fato de ter sido o primeiro a ser fundado no país em níveis profissionais: significa que poucas bases são tão consolidadas quanto a sua no que diz respeito a formação de atletas de ponta.

Copa da UEFA

Considerada a “segunda divisão” das principais competições do continente europeu, a Copa da UEFA foi disputada pelo Turan em 1994/1995. À época, o clube acabou sendo derrotado pelo Fenerbahçe, da Turquia, por dois placares elásticos, sendo um deles um 5 x 0 histórico em território turco.

Mesmo assim, pode-se afirmar que poucos clubes do Azerbaijão têm tanta ou mais história que o Turan em termos locais e internacionais. A se comparar, até os dias atuais o clube e seus torcedores se orgulham do fato da equipe ter disputado um campeonato de tamanho renome.

Mais que honras, canecos do Turan!

Quando o assunto tange a títulos, o Turan também se destaca com duas conquistas muito especiais.

A primeira delas aconteceu na temporada de 1993/1994, que foi quando o clube alcançou a tão sonhada Liga do Azerbaijão. Já a segunda ocorreu na temporada 2016/2017, quando ele levou a Primeira Divisão do Azerbaijão.

Ambas as honras são celebradas até hoje nas arquibancadas do estádio do time. Por vezes a torcida lança canções inéditas fazendo alusão às conquistas e isso acaba motivando os jogadores dentro de campo de forma única e especialíssima.

Interface gráfica do usuário, Texto, chat ou mensagem de texto

Descrição gerada automaticamente
Dirigentes do Turan concedem entrevista coletiva (Foto: Divulgação / Facebook Turan)

Mais um título na trajetória do Turan, foi conquistado na temporada 2019/20 da Azerbaijan First Division, ou seja, a segunda divisão do futebol local.

O título foi obtido após a equipe ficar na primeira colocação do torneio, com 37 pontos, obtidos em 12 vitórias e quatro empates. O time só perdeu uma vez na competição naquela temporada e quase conseguiu o título invicto.

Atualmente, o clube segue na segunda divisão, mas dessa vez longe de conquistar o título, uma vez que briga na parte de baixo da tabela.

Badri é o nome do professor

O atual treinador do Turan, Badri Kvaratskhelia, tem como principal missão fazer com que o clube retome o caminho das vitórias. Embora a agremiação dispute a “segunda divisão local” por estes tempos, a luta para retornar à elite do futebol do Azerbaijão é grande.

Trabalho não deve faltar.


Compartilhe esse conteudo