Gayà começou sua trajetória profissional no esporte sendo considerado um prodígio, sua estreia em 2012 foi com apenas 17 anos.

José Luis Gayà Peña nasceu no dia 25 de maio de 1995 (26 anos) em Pedreguer, Valência, Espanha, situado no noroeste da província de Alicante. Ele tem 1,72m de altura e é canhoto.

O atleta atua como zagueiro e lateral esquerda, além de ser capitão, do clube Valência CF, na primeira divisão espanhola (La Liga). Ademais, Jose também defende a bandeira da Espanha jogando na Seleção Nacional Espanhola.

Sua maior conquista com o Valência foi vencer a Copa do Rei de 2018/19, a competição nacional mais antiga da Espanha, que dá direito a uma vaga na Liga Europa.

Atualmente, José Gayà é considerado o segundo jogador mais valioso do Valência CF, com o preço no mercado de jogadores estipulado em 40 milhões de euros (equivalente a 203,2 milhões de reais).

Trajetória no Futebol

Ele deu seus primeiros passos no futebol como atacante em sua cidade, e aos 11 anos chamou a atenção dos olheiros do Valencia Club de Fútbol.

Ele foi um grande artilheiro e marcou 60 gols em sua primeira temporada nas categorias de base valencianas.

Valencia CF

Jovem promessa da academia, começou a destacar-se no Valencia Mestalla, estreou num jogo oficial com a equipa principal com apenas 17 anos, em 30 de outubro de 2012, como titular no primeiro jogo contra o UE Llagostera, na Copa del Rey, com vitória valenciana de 2 a 0.

Em fevereiro de 2013, foi oficializada a renovação do seu contrato com o clube, com uma cláusula de 18 milhões de euros, até 2018.

Ele continuou na equipe subsidiária do Valencia, mas a chegada de Rufete como gerente geral no clube, se tornou um ponto de virada em sua carreira, com sua incorporação ao time principal sendo considerada.

Em 12 de dezembro de 2013, Gayà se tornou o estreante mais jovem da história do clube em competições europeias (18 anos, 6 meses e 17 dias), quando foi titular sob o comando do técnico Miroslav Djukic, no Estádio Mestalla, contra o Kuban Russian Krasnodar (1 a 1) na UEFA Liga Europa.

O meio-campista russo do Kuban, Vladislav Ignatyev (esquerda), disputa com o meio-campista do Valencia, José Gaya, durante a partida de futebol do grupo A da UEFA Europa League Valencia x Kuban Krasnodar no estádio Mestalla, em Valência, em 12 de dezembro de 2013. (Crédito da foto: JOSE JORDAN /AFP via Getty Images)

Uma lesão prematura atrasou a sua entrada na equipa principal, quando se recuperou, voltou aos treinos e no final de março de 2014 o clube já anunciava a sua incorporação definitiva à equipa principal,

A sua estreia oficial na primeira divisão teve que esperar até 27 de abril de 2014, no Mestalla frente ao Atlético de Madrid, onde foi titular e um dos mais destacados.

Ele marcou seu primeiro gol oficial em casa, no dia 25 de setembro contra o Córdoba CF, marcando o segundo dos três gols valencianos.

Marcou seu segundo gol oficial na partida contra o Espanyol, também no Mestalla, pela Copa del Rey. Semana após semana, GAyà foi ganhando mais peso e importância na equipe.

Dado o interesse de grandes clubes no jogador, Valencia e Gayà concordaram no dia 8 de maio de 2015, em prorrogar o contrato do jogador até 2020, com uma cláusula de rescisão no valor de 50 milhões de euros.

A temporada seguinte (2015/16), não foi muito boa para o jogador, pois sofreu várias lesões leves que o fizeram participar com menos regularidade na equipe, o que provocou uma queda em seu desempenho.

Apesar disso, foi nessa época em que o jogador disputou seu primeiro jogo da Champions League, no dia 16 de setembro de 2015, contra o Zenit ST Petersburg, onde os valencianos acabaram sendo derrotados por 3 a 2.

Na temporada 2016/17, o desempenho do jogador manteve-se numa linha crescente, mas muito lenta. Após a contratação de Cesare Prandelli, o jogador voltou a se sentir confortável em campo novamente, tendo boas atuações.

Gayà voltou definitivamente a sua boa forma com o clube na temporada 2017/18, participando na maioria dos jogos da La Liga (34 jogos) e na Copa Del Rey (4 jogos), no final da temporada, Valencia terminou a liga em 4° lugar.

Por conta da boa atuação do clube, juntamente com a do jogador, na temporada 2018/19 eles voltaram a disputar a Liga dos Campeões e a Liga Europa.

Na La Liga 2018/19, o jogador disputou 35 das 38 partidas disputadas, na Champions League 5 partidas e na Liga Europa 4. Valência novamente terminou a liga em 4° lugar.

Ainda em 2019 o jogador conquistou com seu time o primeiro troféu em uma competição da Espanha, eles venceram a Copa del Rey 2019.

SEVILHA, ESPANHA - 25 DE MAIO: Jose Luis Gaya, do Valencia CF, levanta o troféu após a final da Copa del Rey espanhola entre Barcelona e Valencia no Estádio Benito Villamarin em 25 de maio de 2019 em Sevilha. (Foto por Quality Sport Images/Getty Images)

Durante a pandemia do COVID-19, os efeitos econômicos que vieram devido ao vírus afetaram drasticamente o clube, que colocou todo o elenco de jogadores à venda, exceto Gayà, fato que demonstrou o tamanho da importância do jogador para o time.

O atleta anteriormente preencheu a posição de capitão do time na ausência de Dani Parejo, ele voltou a assumir o papel permanentemente quando Parejo foi enviado para o Villarreal CF, Gayà é capitão até hoje.

O desempenho do zagueiro na temporada atual (2021/22) é de um total de 18 jogos da La Liga, 2 gols e 4 assistências, ele participou também de 6 jogos na Copa do Rei.

Seleção Nacional da Espanha

As primeiras convocações de Gayà para a seleção principal foram em um amistoso contra a Costa rica no dia 26 de maio de 2015 e na partida de qualificação para a Euro 2016 contra a Bielorrússia, porém, ele não entrou em campo em nenhuma das ocasiões.

Gayà jogou sua primeira partida em 11 de setembro de 2018, na Liga das Nações da UEFA, em uma derrota de 6 a 0 contra a Croácia.

Desde sua estreia pela seleção em 2018 até hoje nas classificatórias da Copa do Mundo Qatar 2022, Gayà já participou em um total de 17 jogos pela sua seleção.

Ao longo de suas participações pela seleção espanhola, Gayà já marcou 3 gols:

  • O primeiro contra Ilhas Faroé, na Qualificação Europeia em 7 de junho de 2019.
  • O segundo gol foi contra a Alemanha, em um empate de 1 a 1 na Liga das Nações grupo A, no dia 3 de setembro de 2020.
  • O gol mais recente foi contra a Geórgia, em 5 de setembro de 2021, nas qualificações para a Copa do Mundo Qatar 2022 (placar final de 4 a 0 para a Espanha).
SEVILHA, ESPANHA - 5 DE SETEMBRO: Jose Gaya da Espanha durante a partida das eliminatórias da Copa do Mundo entre Espanha x Geórgia no Estadio La Cartuja em 5 de setembro de 2021 em Sevilha Espanha (Foto de David S. Bustamante/Socrates/Getty Images)
Compartilhe esse conteudo